Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Jan 07, 2017 7:03 pm

Para surpresa e incredulidade de Dulce Maria a Anahí, o Alfonso, o Christian e a Maite aproximaram – se da ruiva e de Christopher após um sinal do mesmo, ele lógico se fingiu de surpreso e os quatro seguiram com o plano que tinham combinado antes de Chris voltar a se aproximar de Dulce.

Any (sorrindo): Oi.
Chris (sorrindo): Oi sentem ai (Dulce virou para o namorado e o encara indignada pela atitude dele, Christopher fingiu não perceber a indignação da ruiva e continuou falando).
Poncho (sorrindo): Obrigado cara, mas nós vamos almoçar.
Dul (ela suspira sussurrando): Já vão tarde (os cinco ouviram o resmungo sussurrado de Dulce, mas ninguém de fato se incomodou porque sabia que a Bebê seguia magoada e falou aquilo da boca para fora).
Pollito (sorrindo): A gente está indo almoçar.
Mai (sorrindo): O Oso avisou que temos menos de uma hora para almoçar, o embarque começa a uma e vinte.
Chris (sorrindo): Ah sim, nós também não comemos.
Any (sorrindo): Viemos saber se não querem ir com a gente?
Chris (sorrindo): Eu adoraria. Vamos Dul?
Dul (ela suspira): Eu não vou, Chris nós acabamos de conversar e eu deixei bem claro a minha posição.
Chris (ele suspira): Eu sei, mas não custava tentar.
Pollito (sorrindo): A gente vai lá.
Chris (ele suspira): Eu vou com vocês.
Dul (ela suspira irritada): Como é? Christopher você vai ficar com eles de novo? Não acredito (todos ficaram sérios inclusive Chris).
Any (seria): Acho melhor nos irmos (Alfonso, Maite e Christan assentiram e seguiram para uma lanchonete para comer).
Chris (serio): Eu vou buscar algo para “almoçarmos”(Dulce o olhou o namorado indignada, Christopher fingiu não perceber mais uma vez e continuou falando), mas já volto.
Dul (ela suspira): Se você for atrás deles não precisa nem voltar para perto de mim.
Chris (serio): Eu vou buscar algo para comermos.
Dul (ela suspira): Se você for atrás deles não precisa nem voltar para perto de mim.
Chris (serio): Dulce eu vou na única lanchonete aqui perto de nós e nossos amigos vão está lá assim como varias pessoas que como a gente estão viajando também.
Dul (ela suspira): Não me interessa os outros, você me entendeu muito bem.
Chris (serio): Ok entendi, mas como disse vou buscar algo para comermos (Christopher terminou de falar, deixou a namorada sozinha e seguiu para lanchonete).

Dulce Maria ficou extremamente frustrada, ela queria que o namorado tivesse ficado ao lado dela e não ido atrás de Anahí, Alfonso, Christian e Maite. A ruiva sabia que ele tinha ido comprar comida também, mas não deixava de ser frustrante ao ver os cinco ao lado dele. Dulce emburrada viu de longe Chris se aproximar dos amigos e conversar com eles enquanto esperava para ser atendido, Dul então indignada virou de costas para Christopher e os demais lutando para não chorar na frente dos outros e seguiu ali quietinha torcendo para eles não voltarem para lá e muito menos o namorado, pois ela estava muito chateada com ele. Vinte minutos depois Christopher voltou da lanchonete trazendo dois Milk shaks de chocolate, a ruiva ao ver o namorado aproximar – se tratou logo de levantar e sair de perto dele deixando claro que não queria conversa com ele. Chris ao ver a birra da namorada resolveu não forçar a barra, o loiro pediu ao Oso que fosse levar o Milk shake de Dul e sentou ao lado da mochila dele e dela. Oso atendeu ao pedido de Christopher e levou o lanche para ruiva. Anahí, Alfonso, Maite e Christian ao voltarem da lanchonete se aproximaram de Chris ao ver ele sozinho e ficaram conversando os cinco enquanto Dulce estava a alguns metros na companhia do chefe de segurança.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Jan 21, 2017 7:51 pm

Á uma da tarde faltando quarenta minutos para seguirem viagem rumo á Cidade do México, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian tiveram uma grata e feliz surpresa quando Dulce Maria apareceu de fininho sentou no colo do namorado abraçando o mesmo, Chris a acolheu com carinho e continuou a conversar com Any, Poncho, Mai e Pollito.

Any (sorrindo): Chris está chegando seu aniversário.
Chris (sorrindo): Any menos estamos no começo de setembro ainda (todos riram menos Dulce que tentava se manter alheia a conversa para não se envolver).
Poncho (sorrindo): Any sempre exagerada (todos riram e assentiram menos Dulce mais uma vez).
Any (sorrindo): Aff vocês me amam.
Mai (sorrindo): Lógico e você nós ama também (os quatro se abraçaram com carinho, Anahí e Maite jogaram beijos para Christopher e o mesmo em resposta mandou beijos á elas também e os rapazes acenaram entre si com suas cabeças enquanto a ruiva seguia quieta entre os braços no namorado).
Any (sorrindo): Sempre. Mas falando serio Chris, você pensa em fazer algo no teu niver?
Mai (sorrindo): Um churrasco?
Chris (sorrindo): Penso em fazer algo no meu niver sim, mas quero fazer algo oriental.
Pollito (sorrindo): Hummm uma comida japonesa para agradar um certo alguém.
Chris (sorrindo): Exatamente (Dulce o beijou no pescoço agradecendo silenciosamente, Christopher em retribuição beijou a testa dela e seguiu conversando com os amigos), mas ainda não sei se faço somente um jantar ou algo mais.
Pollito (sorrindo): Ah você podia fazer uma festa a fantasia e chamar a Nega maluca (a ruiva gargalhou com gosto assim como Chris e Pollito, os três estavam lembrando da Nega maluca. Any, Poncho e Mai olhavam entre si e para os três sem entender bem do que eles falavam).
Mai (sorrindo): Chamar quem? (Christopher, Dulce e Christian gargalhavam lembrando do dia que a Nega maluca apareceu na vida dos três).
Poncho (sorrindo): Não estou entendendo nada.
Any (sorrindo): Nem eu.
Mai (sorrindo): Muito menos eu (Christopher, Dulce e Christian ainda riram, mas Pollito conseguiu responder finalmente aos três).
Pollito (sorrindo): Nega Maluca é a fantasia que a Dul usou na minha festa de aniversário, o qual vocês três não foram.
Any (sorrindo): Não fui porque era aniversário da minha princesa (Christian sorriu lembrando do motivo de Anahí não ter ido a sua festa).
Poncho (sorrindo): Eu não fui porque tive que gravar um comercial (Christian sorriu lembrando também do motivo de Alfonso não ter ido a sua festa).
Mai (sorrindo): E eu não fui porque precisei cuidar do Guido que estava com uma gripe forte (Christian sorriu lembrando do motivo de Maite não ter ido a sua festa).
Chris (sorrindo): Eu lembro que ninguém reconheceu a Dul só eu e o Pollito.
Pollito (sorrindo): Eu reconheci a Dul de Nega Maluca porque ela veio falar comigo .
Dul (ela suspira sussurrando): Verdade você quase não me reconheceu (Christian assentiu feliz por Dulce está falando com ele, ela permanecia abraçada ao namorado sem manter contato visual com os quatro).
Pollito (sorrindo): Tem razão, mas preciso ter um desconto porque você realmente estava muito diferente.
Dul (ela suspira sussurrando): Verdade. Agora o Chris me reconheceu de cara fiquei impressionada.
Pollito (sorrindo): Lógico que te reconheceu de cara, ele era louco por você já naquela época, Chris te reconheceria até vestida de arvore (todos sorriram até mesmo Dulce, a ruiva mirou o namorado).
Dul (ela sorri): Verdade? (Christopher assente envergonhado). Que fofo Chris (a ruiva abraçou o namorado com carinho) te amo.
Chris (sorrindo): Também te amo Bebê (ele segurou o rosto dela e a beijou com carinho, Dulce retribuiu o beijo e terminou o mesmo com três selinhos). Seu jeitinho é todo especial Bebê não tem como não te reconhecer (todos sorriram assentindo e dessa vez a ruiva que ficou envergonhada). Mais voltando ao assunto da ideia da festa antes do final de setembro eu decido se faço algo além do jantar ou não (os cinco assentiram sorrindo e continuaram a conversar).

Dulce pela primeira vez desde que tiveram a reunião a respeito do termino do RBD conversou com Anahí, Alfonso, Christian e Maite. Eles ficaram nas nuvens com essa oportunidade de conversar com a ruiva graças a insistência de Christopher em ajudar os quatro a se aproximarem e a conversarem com a Bebê do grupo. Os seis ficaram conversando entre si, mas logo a companhia aérea responsável pela viagem deles, os chamou e eles, os produtores, os seguranças, os músicos e os demais passageiros embarcaram á uma e vinte e a uma e quarenta a aeronave decolou rumo á Cidade do México.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Jan 21, 2017 7:55 pm

Na aeronave

Uma hora e meia depois de entrar na aeronave Christopher observava a namorada conversando com Anahí, Alfonso, Maite e Christian acompanhados também de BJ que conversava com eles. Dulce apesar de entrosada novamente com os amigos, ela ficava alguns momentos calada e pensativa, Chris aproveitava esses momentos autistas de sua Bebê para fazer caricias nas mãos da mesma e para abraça – lá.

Chris (sorrindo): Te amo muito sabia?
Dul (sorrindo): Hum eu também te amo muito (ela bocejou e coçou os olhos).
Chris (sorrindo): Com soninho? (ela assentiu). Quer ir lá para trás? Tem duas poltronas vagas por lá.
Dul (ela coçando os olhos): Eu vou sim, mas pode ficar aqui conversando.
Chris (sorrindo): Serio? (ela assentiu). Ok obrigado Bebê (Christopher deu um beijo carinhoso em Dulce). Te amo muito, muito e muito.
Dul (ela suspira): De nada, eu também te amo muito, muito e muito.

A ruiva abraça o namorado com carinho, ela levanta da poltrona que estava e segue para a poltrona vaga á algumas poltronas atrás de onde o namorado e os amigos estavam. Christopher ficou com os amigos conversando.

Uma hora após ter deixado o namorado e os amigos Dulce Maria acordou assustada, a ruiva olhou em volta se dando conta de onde estava e levantou para ir atrás do namorado. Chegando lá ela encontrou Christopher, Anahí, Christian, Maite e Alfonso dormindo, Dul então deu meia volta e quando já retornava a sua poltrona Pedro Damián lhe chamou.

Pedro (sorrindo): Tudo bem?
Dul (ela sorri tímida): Hum eu estava com sono, mas acordei e não estou conseguindo dormir de novo (a ruiva olhou para Pedro Damián e para o laptop na mesa dele, Pedro reparou nos olhares da filha caçula mais ficou na dele). Pedro será que eu posso assistir filme como naquele dia?
Pedro (sorrindo): Claro que sim pode pegar o laptop e levar para sua poltrona (Pedro Damián entrega o laptop para filha).
Dul (ela sorri tímida): Muito obrigada.
Pedro (sorrindo): De nada.
Dul (ela sorri tímida): Vou lá ver o filme, mas se precisar do laptop me avisa que eu trago de volta.

Pedro Damián assentiu, Dulce Maria então retornou a sua poltrona do outro lado de Pedro, ela apertou o play e começou a ver Quebrando a Banca. A ruiva assistiu todo o filme e gostou muito do mesmo, ela olhou o relógio constatando que eram 18h10 mim e faltava apenas quarenta minutos para pousarem na Cidade do México, Christopher da sua poltrona perto dos amigos também olhou as horas e seguiu para trás da aeronave para dar uma olhada na namorada. O loiro foi até Dulce encontrou a mesma desenhando no print, a ruiva assim que viu o namorado abriu o sorriso e esperou o mesmo chegar até ela, os dois beijaram – se e ficaram namorando por alguns minutos, mas logo o piloto do avião anunciou que já sobrevoavam a Cidade do México e que em instantes chegariam no aeroporto internacional da cidade. Dulce então foi até Pedro e lhe devolveu o laptop e ela e Christopher retornaram para suas poltronas originais, poltronas essas que ficavam perto de Anahí, Alfonso, Christian e Maite. Ás 18h50 a aeronave aterrizou na Cidade do México o RBD, os seguranças, os músicos, os produtores e os demais passageiros desembarcara, pegaram suas malas e seguiram para seus destinos.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Jan 21, 2017 7:56 pm

Na casa dos Saviñón

Dulce Maria encontrava – se como gostava desde pequena sendo o centro das atenções, ela relatava aos pais, as irmãs, os cunhados e a Maria como havia sido a viagem enquanto jantavam. As gêmeas como já era tarde dormiam no quarto com a babá eletrônica ligadas para caso acordassem. Christopher estava com os pais curtindo a família dele, a ruiva ainda fez manha para que ele ficasse, mas Chris foi para casa.

Rodrigo (sorrindo): Esses foram os últimos shows do RBD?
Dul (sorrindo): Não esses shows fazem parte da turnê Celestial, os últimos shows vão acontecer somente em novembro e dezembro.
Rodrigo (sorrindo): Ah só no final do ano.
Dul (sorrindo): Hum.
Flávio (sorrindo): Ainda vão viajar esse mês?
Dul (sorrindo): Vamos sim no dia 12 de setembro até 4 de outubro continuação da turnê Celestial agora pela América do Sul.
Nando (sorrindo): Então minha Bebê já vai pegar a estrada de novo? (ele pegou a mão esquerda da filha caçula e fez carinho nela).
Dul (sorrindo): Vou, mas volto dia 4 de outubro depois só viajo em novembro.
Blanca (sorrindo): Vai ficar aqui até o dia 12 né?
Dul (sorrindo): Vou Mamy, mas fui intimada pela minha sogra a ir visita – lá então não ficarei 100% aqui.
Blanca (sorrindo): Hum para Ale eu te empresto (todos caíram na gargalhada inclusive Dulce que se jogou nos braços de Blanca, a senhora beijou a filha e a ruiva voltou a comer).
Clau (sorrindo): Falando em Ale, eu lembrei de Luna (Dulce mirou a irmã curiosa para saber o que ela ia falar do afilhado dela). Sam e Flávia tomaram banho de piscina ontem e brincaram no playground com o Luna.
Dul (sorrindo): Serio? Deve ter sido divertido no dia do niver do Luna, os três se divertiram muito nos brinquedos.
Bibi (sorrindo): Eu também fui e brinquei com as meninas e o Luna (Dulce ficou seria e indagou cheia de ciumes de Luís Fernando já que das gêmeas a ruiva era obrigada a dividir com Bianca).
Dul (seria): Desde quando você brinca com o Luna?
Bibi (sorrindo): Desde ontem e foi muito divertido.
Dul (seria): Hum.
Blanca (sorrindo): Bebê da mamãe deixe de ciúmes (Blanca agarrou a filha e lhe beijou carinhosamente).
Dul (seria): Não quero que o Luna esqueça de mim e só se lembre dela (a ruiva apontou para Bianca).
Clau (sorrindo): Impossível Luna sabe quem é você direitinho, ele mostra foto sua e tudo.
Dul (seria): Verdade? (ela olha para Blanca e Claudia).
Bibi (sorrindo): É verdade, eu disse até que eu era você, mas ele balançou a cabeça negando e apontou uma foto sua com ele (Claudia assentiu sorrindo e Dulce deu língua para Bianca). Ele disse assim “ Dul ati oh”.
Dul (seria): Bem feito.

O jantar da família Saviñón seguiu por mais alguns minutos e a conversa durou ainda por mais meia hora. Logo Rodrigo e Bianca seguiram para o deck para namorarem, Claudia e Flávio foram cuidar das gêmeas, Blanca e Fernando subiram para seu quarto e Dulce seguiu para seu quarto também.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Jan 21, 2017 7:58 pm

Quarto de Dulce

Meia hora após subir para o quarto Dulce Maria encontrava – se deitada e pronta para dormir, Chris tinha acabado de desligar o telefone com ela. Dulce então deixou o celular na mesa de cabeceira e desligou o abajur. Quando a ruiva já começava a adormecer o celular apita avisando que chegará uma mensagem, ela achando que podia ser Christopher pegou o telefone e se deparou com a seguinte mensagem:

“ A VERDADE NEM SEMPRE É O QUE PARECE “
ASS: PESSOA A QUEM VOCÊ DEVE E PRECISA CONHECER

Dulce Maria suspirou confusa e curiosa a respeito de quem estaria mandando essa mensagem enigmática, ela franziu a testa pensativa e querendo saber de quem se tratava resolveu mandar uma resposta a aquela mensagem, a ruiva então suspirou novamente e escreveu sua resposta.

QUE VERDADE?

ASS: QUEM É VOCÊ?

Dulce enviou sua resposta e ficou esperando por alguns minutos pela resposta da sua mensagens, mas como a pessoa não respondeu a ruiva resolveu dormir.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Fev 11, 2017 8:01 pm

9 de setembro - Terça – feira

Na casa dos Saviñón

Dulce Maria encontrava – se dormindo toda aconchegada em baixo da sua coberta com o quarto todo escuro e gelado. De repente o ambiente tranqüilo e sossegado foi interrompido por duas gargalhadas estrondosas que a ruiva reconheceu com sendo de Ivalu e Claudia seguidas por gritinhos de Flávia e de Samantha no colo da tia e da mãe respectivamente. Dul suspirou querendo voltar a dormir, mas sentiu duas mãozinhas em cada lado de suas costas lhe chamando ao mesmo tempo que duas mãos uma de cada lado também a chamava insistentemente.

Ivi (sorrindo): Tia Dulll acorda!!!!
Clau (sorrindo): Madrinha acorda!!!!
Dul (ela suspirou de olhos fechados): Shiii me deixem dormir mais um pouquinho deve ser cedo ainda.
Ivi (sorrindo): Não dá nós precisamos de ajuda.
Dul (ela suspirou): Chama a Má ou melhor chama a minha mãe, mãe de Clau também, sua madrinha e avó das gêmeas.
Clau (sorrindo): Impossível as duas tiveram que sair.
Dul (ela suspirou): A Ivi te ajuda e você ajuda a ela pronto problema resolvido (as mãos das gêmeas batiam nela tentando seguir o ritmo de Claudia e Ivalu). Me deixem dormir, por favor, estou cansada.
Clau (sorrindo): Preciso mesmo de ajuda Dul.
Ivi (sorrindo): As madrinhas servem para isso para ajudar as mães.
Dul (ela suspirou): As tias também.
Ivi (sorrindo): Abre os olhos preguiçosa precisamos mesmo de tua ajuda.
Dul (ela suspirou abrindo os olhos): Que foi? (as nenéns miravam Dulce com as mãozinha ainda nas costas da ruiva).
Clau (sorrindo): Bom dia madrinha!!!
Ivi (sorrindo): Bom dia tia Dul!!!
Dul (ela suspirou virando de barriga para cima abrindo os olhos, a ruiva mirou as gêmeas e segurou as mãozinha das duas): Bom dia preciosas!!! (Ela mirou a Ivi e a Clau em seguida). Por quê precisam de mim tão cedo? E não menos importante cadê a mamãe e a Má para ajudar vocês?
Clau (sorrindo): Primeiro bom dia Clau!!!
Ivi (sorrindo): Bom dia Ivi!!!
Dul (ela suspirou olhando a irmã e a prima): Bom dia!!! Digam cadê as duas?
Clau (sorrindo): Não gostei desse bom dia.
Ivi (sorrindo): Também não, nós duas merecemos também um bom dia preciosas (Dulce caiu na gargalhada fazendo as gêmeas gargalharem mesmo sem entender o motivo, Ivalu e Claudia tentaram manter – se seria, mas não conseguiram e riram).
Dul (ela suspirou ainda rindo): Nada de preciosas, vocês são duas feias (Claudia e Ivalu deram um tapa na perna de Dulce uma de cada lado, Dulce soltou um gritinho assustando Flávia e Samantha que fizeram carinha de choro com direito a biquinho). Idiotas assustaram a Sam e a Flávia (ela soltou a mãos das gêmeas e massageou os locais que levou o tapa e em seguida voltou a segurar as mãos das meninas).
Clau (sorrindo): Você que assustou as minhas filhas.
Dul (ela suspirou coçando os olhos): Hum afinal cadê a mamãe e a Má?
Ivi (sorrindo): No supermercado.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Fev 11, 2017 8:05 pm

Dul (ela suspirou coçando os olhos): A essa hora? Elas nunca vão cedo assim.
Clau (sorrindo): Bebê já não é cedo faz tempo. Escuta preciso que vá comigo ao pediatra.
Dul (ela suspirou coçando os olhos): Que? Claudia seu tempo de ir ao pediatra já passou, daqui a pouco você tem que ir é ao geriatra (Ivalu caiu na gargalhada, Dulce riu e Claudia fez cara de indignada tentando se manter seria, mas não conseguiu).
Clau (sorrindo): Engraçadinha. Serio Bebê preciso mesmo que vá ao pediatra comigo (Dul já ia soltar a mesma piada, mas Claudia seguiu falando) para levar as gêmeas comigo. A mamãe e a Má foram ao supermercado agora depois do almoço.
Dul (ela suspirou chocada): Que? Depois do almoço. Que horas são?
Ivi (sorrindo): Uma e dez da tarde.
Dul (ela suspirou): Meu Deus não pensei que era isso tudo.
Clau (sorrindo): Pois é mais de uma da tarde mesmo. Então pode ir comigo?
Dul (ela suspirou): Ivi não pode ir? Eu não estou arrumada para ir contigo e ainda nem almocei.
Ivi (sorrindo): Eu preciso voltar para empresa o papai está viajando á negócios e a mamãe foi á uma reunião com possíveis clientes, ela está almoçando com eles (Claudia ficou seria, Ivalu pegou Flávia no colo enquanto Sam continuou sentada na cama agora segurando a mão da ruiva).
Clau (seria): Bebê estou te pedindo porque realmente não tem jeito, a minha sogra ficou de ir comigo, mas ela precisou cobrir um médico na emergência e não pode sair (Dulce mirou a irmã toda sem jeito e sorriu para mesma).
Dul (ela sorri): Lógico que eu vou doida, minha primeira tarefa como madrinha.
Clau (seria): Me desculpa mesmo eu sei que deve está exausta da viagem, mas ... (Dulce interrompe a irmã).
Dul (ela sorri): Criatura eu vou com o maior prazer só preciso trocar de roupa e comer alguma coisa. Imagino que não da tempo de tomar banho?
Ivi (sorrindo): Não e nem de comer na verdade (Dulce olhou chocada).
Clau (seria): Estamos em cima da hora.
Dul (ela sorri): Meu Deus ok vou me arrumar correndo então (Dulce solta mão da afilhada e levanta correndo da cama para se arrumar).
Ivi (sorrindo): Eu vou fazer um achocolatado para você (Dulce assentiu e Ivalu desceu para fazer o achocolatado da prima com Flávia em seu colo).
Clau (seria): Eu vou descer também para colocar as gêmeas no carro (ela levanta da cama segurando Samantha e se aproxima da porta do banheiro vendo a irmã caçula lavando o rosto). Desculpa mesmo.
Dul (ela sorri): Clau deixa de besteira não precisa se desculpar, eu estou indo com maior prazer (a ruiva passa pela irmã e segue até armário). Já desço vou só me vestir e pegar minha bolsa).
Clau (ela sorri): Ok te esperamos lá em baixo (Dulce assente vestindo uma calça jeans, Claudia então segue para o carro levando Samantha com ela e deixando a ruiva terminando de se arrumar para ir ao pediatra com ela e as gêmeas).


avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Fev 11, 2017 8:09 pm

Uma hora e meia depois Dulce Maria, Claudia, Flávia e Samatha chegaram em casa e encontraram Blanca e Maria com seus celulares nas mãos prestes a ligarem para Dulce e Claudia.

Blanca (seria): Aonde vocês foram mocinhas?
Maria (seria): Chegamos em casa e nenhuma das duas estavam consequentemente as gêmeas também não (Claudia e Dulce beijaram as duas senhoras e sentaram no sofá com Flávia e Samantha respectivamente no colo).
Clau (ela sorri): Fomos ao pediatra mãe, eu te avisei que a Flávia e Sam tinham médico.
Dul (ela sorri): Tive a certeza que não quero filhos, meu Deus muita criança por metro quadrado gritando e chorando (Blanca, Maria e Claudia riram da cara desesperada da ruiva). É serio gente quase enlouqueci.
Blanca (sorrindo): Que exagerada meu Deus (Dulce negou balançando a cabeça dizendo que não era exagero). Clau a sua sogra não ia contigo?
Maria (sorrindo): Chris com certeza vai querer ter filhos e você vai acabar mudando de idéia. Não é Blanca e Clau?
Clau (ela sorri): Com certeza Má (Flávia solta um gritinho e quer descer do colo da mãe). Flávia concorda né filha? (Claudia beija a filha e coloca a filha no chão). Respondendo sua pergunta mãe a minha sogra teve que cobrir um médico de plantão e não pode me acompanhar ai tive que levar a Dul.
Blanca (sorrindo): Com certeza minha Bebê vai mudar de ideia (a senhora senta ao lado de Dulce, ela agarra e beija a filha caçula. Samantha que estava com as costas na barriga da ruiva vira o rosto e vê a avó agarrando Dulce , Sam virou o corpo levantando para ficar em pé na tentativa de separar Blanca e Dul). Ah que linda com ciúmes da vovó Sam (Blanca tenta pegar Samantha no colo, mas a neném agarra a ruiva pelo pescoço e segura o rosto da mesma).
Clau (ela sorri): Desculpa mãe mais acho que não é de você que a Sam está com ciúmes.
Maria (sorrindo): É muito manhosa essa Sam.
Blanca (sorrindo): Aviso logo que você Clau e Flávio vão cortar um dobrado com essa ciumenta (a senhora beija Samantha que sorri para avó e se joga nos braços dela). Ah que abraço gostoso vovó (Flávia que até então estava no chão pede colo para avó).
Clau (sorrindo): Vem aqui com a mamãe a avó já já te pega.

Claudia já ia pegar a filha, mas Dulce pegou a sobrinha, a beijou e começou a brincar com a mesma, Samantha que era paparicada pela avó viu a cena e e pediu colo para madrinha, a ruiva entretida não percebeu Sam chamando atenção dela. Claudia, Maria e Blanca somente observavam Samantha, a pequena do colo da avó analisou a situação e simplesmente tacou a mão no braço da irmã. Flávia que sorria com sua tia Dul assustou – se com o tapa e fez um biquinho de choro, Dulce ao ver a sobrinha chorosa franziu a testa e indagou a mesma.

Dul (sorrindo): Que foi preciosa? (Flávia voltou a sorrir ao escutar o tom divertido da tia, Samantha ao não ter atenção da madrinha mais uma vez voltou a dar um tapa na irmã e chamou Dul tocando o rosto da madrinha, a ruiva dessa vez viu o tapa e tirou o sorriso). O que foi isso Samantha? (Dulce ao ver a afilhada chorar ficou com pena, mudou o tom e tratou de falar com carinho Sam). O que foi Sam? (Samantha com sua percepção de bebê viu que tinha obtido sucesso, ela então voltou a sorrir e a pedir colo a madrinha).
Clau (seria): Não senhora (Claudia pega Samantha do colo da avó) se sua Madrinha não briga, eu brigo. É feio bater na sua irmã mocinha (Claudia olha seria para Samatha, Sam vendo sua mãe brigar começou a chorar sentida, ela olha para Madrinha e para avó procurando ajuda, mas como não obteve aumentou o choro). Você vai ficar de castigo enquanto eu faço o seu lanche e da sua irmã (Claudia seguiu para cozinha com Samantha em seu colo chorando sentida).
Dul (sorrindo): Clau está exagerando (Flávia sorria e conversava na língua de nenéns).
Blanca (sorrindo): Sua irmã está agindo certo.
Maria (sorrindo): É de pequena que se ensina (Blanca assentiu). Vou para cozinha guardar as coisas.
Blanca (sorrindo): Verdade Má, nós nem guardamos as compras (Maria assentiu sorrindo).Vamos lá que eu te ajudo (Maria assentiu novamente e as duas seguiram para cozinha. Dulce ficou com Flávia no sofá).

Logo Claudia chamou pela filha e Dulce levou Flávia até a mãe, as gêmeas lancharam e depois tiraram um cochilo. Maria ficou na cozinha organizando a mesma, Clau retornou ao trabalho para algumas consultas e Blanca aproveitou o momento a sós com a caçula para mima – lá bastante.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Fev 11, 2017 8:12 pm

No quarto de Dulce

Blanca encontrava – se encostada com as costas em um dos travesseiros de Dulce, a senhora sorria feliz por ter sua caçula em seus braços, Dul estava abraçada a mãe conversando com a mesma e contando nos mínimos detalhes como havia sido a última turnê. Assim que a ruiva terminou de contar tudo Blanca falou.

Blanca (sorrindo): Amanhã tenho jantar na casa dos Uckerman.
Dul (sorrindo): Eu também.
Blanca (sorrindo): Podemos ir juntas?
Dul (sorrindo): Hum. Mamita!!!
Blanca (sorrindo): Diga Bebê.
Dul (sorrindo): Eu te amo.
Blanca (ela sorri emocionada): A mamãe também te ama muito, muito, muito (a senhora agarrou Dulce e a encheu de beijos na testa e nas bochechas, a ruiva sorria e deixava ser beijada pela mãe).
Dul (sorrindo): Mamita estou ficando toda melada (ela se afastou da mãe e passou a mão no rosto).
Blanca (ela sorri): Está é? (Dulce assentiu). Você reclama quando Chris te deixa toda melada também? (a ruiva nega sorrindo). Mais é muito safada mesmo tem a cara de pau de me dizer que não reclama (Blanca finge dar uma palmada em Dulce, a ruiva gargalha e abraça mãe carinhosamente). Mamãe estava com saudades de está agarradinha com a Bebê dela.
Dul (sorrindo): Também estava com saudades Mamita.

Blanca e Dulce passaram o resto da tarde agarrada uma na outra, as duas só se soltaram no final da tarde quando Flávia e Samanha acordaram, as quatro ficaram juntas brincando e após Claudia chegar é que as gêmeas foram ficar com a mãe e Blanca foi ajuda sua primogênita. Dulce ao ficar a sós tomou seu banho para esperar o namorado e o jantar. Ás oito da noite todos já estavam em casa incluindo Christopher e Rodrigo. Flávio era o único que encontrava - se na rua, ele estava em seu curso de especialização e só chegaria mais tarde. Ás oito quinze todos jantaram, após a janta as gêmeas foram dormir e os demais ficaram conversando na sala. Á noite foi passando e aos poucos todos seguiram para suas camas incluindo Flávio que chegou as onze da noite em casa. Rodrigo e Christopher não retornaram para suas residências e trataram de deitar – se com suas namoradas nos quartos das mesmas.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 501
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum