Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:06 pm

9 de abril – Quarta - feira

O dia amanheceu e Chris ficou acordado com Dulce que não chorava mais, mas estava inquieta sem conseguir dormir. Quando relógio marcou nove e meia em ponto a ruiva finalmente dormiu. Chris ao notar que a namorada havia dormido, ele fechou os olhos para descansar um pouco antes de ter que levantar para reunião com o RBD na Televisa, mas foi impedido pelo toque insistente do celular. Christopher rapidamente esticou o braço na mesa de cabeceira e pegou o celular atendendo o mesmo.

Chris (sonolento): Alô!!!
Pedro (serio): Chris!!!

Chris (sonolento): Oi Pedro!!! Só um instante (Pedro assentiu e Christopher saiu da cama com todo cuidado para não acordar a namorada e entrou no banheiro. Ele fechou á porta e voltou a falar com Pedro). Tudo bem? Aconteceu alguma coisa?
Pedro (serio): Chris, Tudo bem na medida do possível e você? Não só estou ligando para falar da reunião de mais tarde. Eu te acordei? Se sim eu te peço desculpas mais eu precisava falar com você.
Chris (serio): Mais ou menos. Eu tive uma noite horrível com a Dul, ela não conseguiu dormir e consequentemente eu também não preguei o olho essa noite.
Pedro (serio): Tadinha do meu pingo de gente. O que aconteceu? Ela está bem?
Chris (serio): Pode – se dizer que a Dul está sentindo antecipadamente a decisão que se vai tomar na reunião mais tarde (Pedro suspirou entendo o que Christopher estava querendo dizer). Bebê acabou de adormecer posso afirmar que agora ela está bem. Quanto a mim você não me acordou porque ainda não tinha conseguido dormir. Mas me diga o que quer falar as nossa reunião de mais tarde?
Pedro (serio): É justamente sobre a Dul (Christopher assentiu para que ele continuasse). Eu ia dizer que eu achava que a Bebê não devia participar da reunião porque na última reunião ela ficou muito mal. Agora que me contou sobre a noite mau dormida de vocês eu posso afirmar que tenho certeza dessa decisão. O que acha? Eu poderia te dispensar também, mas acho que seria importante você participar até para poder defender o seu lado e o dela também.
Chris (serio): Eu ia te ligar na hora do almoço justamente para conversar sobre isso e saber se era possível (Christopher encosta na pia). Quanto a Bebê não ir á reunião eu concordo plenamente em deixar ela de fora já ia te pedir isso quando te ligasse (ele desencontrou da pia abriu a porta, espiou a namorada e voltou a fechar a porta). Eu vou á reunião jamais ia deixar de ir só se algo maior me impedisse.
Pedro (serio): Fico mais tranquilo em saber que posso contar com você (a secretária entra na sala e Pedro sinaliza para ela esperar). Bom vá descansar te vejo mais tarde (a secretária estava de pé em frente a mesa). Cuida bem do nosso pingo de gente. Até mais.
Chris (serio): Fique tranquilo que cuidarei com todo amor e carinho (Pedro assentiu sorrindo). Até mais (Pedro desliga e conversa com a secretária. Christopher desliga o celular e volta a deitar ao lado de Dulce).
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:08 pm

Algumas horas depois á uma e quarenta da tarde Christopher adentrou a sala de reunião onde encontraria daqui alguns minutos a Pedro Damián, Lusillo, Carolina, Stella, Alfonso, Anahí, Christian e Maite acompanhada do produtor da futura novela que ela ia protagonizar para decidirem o futuro do RBD. Ele entrou na sala vazia e sentou na primeira cadeira que avistou. Cinco minutos após a chegada dele chegaram Pedro, Lusillo, Carolina e Stella. Os quatro cumprimentaram Chris e sentaram ao redor da mesa. Pedro e Lusillo sentaram na cabeira da mesa um do lado do outro, Carol sentou ao lado de Lusillo e Stella ao lado de Pedro. Christopher que estava a duas cadeiras dos quatro levantou da cadeira e sentou ao lado de Stella.

Stella (seria): Pedro nos contou sobre a conversa que tiveram mais cedo (Lusillo e Carolina assentiram).
Chris (serio): Concordam conosco?
Lusillo (serio): Claro que sim (Carolina assentiu concordando também).
Carol (serio): Como ela ficou?
Chris (serio):A deixei dormindo, mas Blanca e Claudia vão ficar de olho nela.
Stella (seria): Estava conversando com Pedro conforme for a decisão de hoje as sessões de terapia em grupo não vai mais fazer sentido (Pedro somente acompanhavam a conversa pensativo).
Chris (serio): Mas e a Dul não vai mais fazer terapia? Dul veêm evoluindo bastante com a terapia não queria que ela parasse de fazer as sessões.
Stella (seria): Ela não vai parar não se preocupe (Pedro que até então se mantia calado em falou).
Pedro (serio): Dul vai continuar fazendo sessões de terapia só que agora elas vão ser somente para ela.
Chris (serio): Ah entendi agora fico mais tranquilo (Alfonso, Anahi, Christian e Maite acompanhada de seu produtor finalmente entraram na sala de reuniões faltando apenas cinco minutos para inicio da mesma).
Pedro (serio): Depois a gente conversa mais sobre isso (Christopher assentiu. Alfonso, Anahi, Christian e Maite acompanhada do produtor da novela sentaram envolta da mesa nessa mesma ordem). Boa tarde todos podemos começar a reunião? (todos deram boa tarde uns aos outros e em seguida assentiram). Ótimo antes que perguntem a Dulce não pode vir mais está sendo representada por Chris (todos assentiram e Pedro continuou falando). Bom Maite deixei você pensar bastante desde a nossa última reunião. Você já tem a resposta para gente? (a morena assentiu). Pois diga.
Mai (seria): Eu pensei bastante e resolvi aceitar o convite do Rafael (o produtor da nova novela Rafael sorriu contente. Anahí, Christopher, Pedro, Lusillo, Carolina lamentaram em pensamento. Alfonso e Christian não esboçaram nenhuma reação, pois já esperavam por essa decisão de Maite).
Lusillo (serio): Está ciente que essa sua decisão vai afundar o RBD? (Christopher Alfonso, Anahí e Christian somente observavam á conversa esperando á hora de falarem).
Mai (seria): Eu acho que eu não tenho esse poder, mas estou ciente que eu vou me empear mais para dar conta dos compromissos da banda e da novela.
Rafael (serio): Nós nos comprometemos a fazer com que Maite não deixe o RBD na mão.
Pedro (serio): Me desculpa Rafael, mas não podem se comprometer com a nossos compromissos se vocês tem os de vocês (Lusillo e Carolina assentiram). Bom em todo caso mandarei por e – mail os compromissos do RBD para que fiquem cientes (Rafael assentiu). Peço também que nos passe o cronograma das gravações de Maite (Rafael assentiu novamente).
Rafael (serio): Tudo bem fico no aguardo do e – mail e lhe mando um com os horários de gravação de Maite. Ainda precisam de mim? Tenho que ir resolver algumas coisas.
Pedro (serio): Não pode ir manteremos contato (Pedro e Rafael se levantaram Pedro cumprimenta o produtor e o mesmo sai da sala).

Após o Rafael sair o silêncio foi total dentro da sala. Pedro, Lusillo, Carolina, Christopher, Anahí, Alfonso e Christian estavam sérios e pensativos. Maite olhava constrangida pela situação embaraçosa que fora cariada. Estella somente observava calada.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:13 pm

Alfonso (serio): Eu queria falar algo.
Lusillo (serio): Fale estamos ouvindo.
Alfonso (serio): A decisão da Mai para muitos é algo impensável e desrespeitoso com o RBD, mas para mim foi algo corajoso.
Mai (sorrindo) Obrigada Poncho (Alfonso esperou que mais alguém falasse como ninguém se pronunciou, ele voltou a falar).
Alfonso (serio): Eu devo muito ao RBD, ao Pedro, a novela Rebelde mais eu acho que a banda já deu o que tinha que dar (Christopher, Anahí e Christian olhavam chocados com Alfonso. Maite concordava com Poncho, mas resolveu não se manifestar para não piorar sua situação e prejudicar sua novela. Pedro, Lusillo e Carolina suspiraram descontentes com o rumo da conversa. Os três já haviam percebido que Poncho estava descontente com a banda assim como Maite).
Carol (seria): Está querendo dizer que o RBD deve acabar?
Alfonso (serio): Eu acredito que sim está hora de cada um de nos alcançar novos vôos.
Pedro(serio): Vocês concordam com isso? (ele perguntou a Christopher, Anahí, Alfonso, Maite e Christian).
Any (serio): Eu não concordo.
Pollito (serio): Eu não sei.
Mai (seria): Eu concordo com Poncho (Pedro, Lusillo, Carol, Chris sorriram ironicamente disfarçadamente).
Chris (serio): Eu não concordo e Dulce também não.
Alfonso (serio): Como Dulce não concorda se ela foi a primeira a querer se desligar do grupo? (Christopher bufou perdendo a paciência e Estella pela primeira vez se pronunciou).
Estella (seria): Poncho nos sabemos que ela quis sair da banda ano passado da boca para fora (Christopher assentiu, ele ia falar mais Pedro tomou a frente).
Pedro (serio): Cada um tem a sua opinião vamos respeita – lás (Christopher assentiu assim como Estella, Christian, Anahí, Lusillo, Carolina e Maite fazendo Alfonso se calar). Eu perguntei somente para perguntar opinião de vocês (os cinco assentiram). Se Alfonso e Maite querem sair do grupo infelizmente a banda irá acabar.
Any (seria): Não podemos ficar somente eu, Christian, Dulce e Christopher?
Carol (seria): Infelizmente não o contrato diz que o RBD tem seis integrantes e não quatro.
Lusillo (serio): E que não pode substitui – lós.
Chris (serio): Então não temos saída?
Pedro (serio): Infelizmente não (todos lamentaram inclusive Maite e Alfonso que apesar de quererem seguir seus caminhos queria que o grupo continuassem sem eles). Eu vou avisar a Televisa e as pessoas que estão ligadas ao RBD avisar que a banda chegou ao fim e tomar as providencias que temos que tomar (Christian e Christopher ficaram com os olhos cheio de água e Anahí não segurou ás lágrimas. Maite, Alfonso, Lusillo e Carol ficaram emocionados. Pedro também estava mexido mais segurava a pose). Peço que não comentem com ninguém sobre o fim do RBD até que eu libere (todos assentiram). A reunião está encerrada até amanhã ás seis da manhã no aeroporto em frente ao balcão da companhia aérea Aéreo México.

Todos se despediram entre si apesar do clima estranho que ficou depois da decisão do termino da banda. Pedro, Lusillo, Carolina se levantaram e deixaram á sala, pois precisavam se reunir entre eles para poderem tomar as próximas providencias. Alfonso, Anahí, Christian, Christopher e Maite também se levantaram, mas Estella a única que estava sentada pediu que os cinco sentassem para que pudessem conversar.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:13 pm

Estella (seria): É coisa rápida (os cinco assentiram). É só para avisar para vocês que as sessões de terapia em grupo acabaram, mas cada um de vocês podem ter comigo sessões individuais até o fim da banda.
Any (seria): Sério? (Estella assentiu). Eu gostava tanto da terapia em grupo (todos assentiram). Bom se as sessões vão passar a ser individual eu topo.
Chris (serio): Eu também.
Pollito (serio): Eu também (Alfonso e Maite ficaram calados sem saberem o que podiam falar apesar de gostarem também da terapia). Sei que agora depois dessa decisão não tem clima para sessões em grupo, mas será que podemos ter só uma para nos despedimos?
Estella (seria): Bom como mesmo disse Pollito não tem mais clima para sessões em grupo, mas eu posso conversar com Pedro e dou uma resposta quando vocês voltarem desses dois shows. Pode ser? (Christopher, Anahí e Christian assentiram). A decisão das terapias individuais não tem nada haver com a decisão do termino da banda e sim porque Pedro tinha me pedido para passar para as sessões individuais porque com as sessões em grupo Dulce tinha parado de ter progressos (todos assentiram). E vocês Mai e Poncho também querem sessões individuais?
Mai (serio): Eu gosto também da terapia, mas com as gravações da novela eu acho melhor não me comprometer com mais uma atividade. Eu já ia pedir dispensa da terapia e com essa decisão de vocês acabou me facilitando, mas eu posso participar da última sessão de terapia em grupo.
Estella (seria): Te entendo. E você Poncho?
Poncho (serio): Eu também não quero ter sessões individuais não por falta de tempo, mas porque acho que não preciso (Estella assentiram), mas eu posso participar da última sessão de terapia em grupo se tiver.
Estella (seria): Tudo bem. Eu vou avisar ao Pedro que Anahí, Christian e Christopher querem ter sessões individuais (Anahí, Christian e Christopher) e avisar que vocês querem uma última sessão de terapia em grupo (todos assentiram). Bom era só isso podem ir e por favor não comentem nada sobre as sessões individuais (todos assentiram novamente e se levantaram para ir embora). Chris fica só um pouco mais preciso conversar sobre a Dul (ele assentiu sentou novamente e os quatro foram embora). Quero saber quando você vai contar a Dul sobre o fim do RBD?
Chris (serio): Hoje mesmo eu só não sei que horas. Acha que eu devo esperar?
Estella (seria): Não eu acho que deve contar hoje mesmo. Eu perguntei porque quero saber se quer que eu esteja com você quando for contar?
Chris (serio): Não precisa acho que ela meio que sabe que isso vai acontecer então “facilita” contar para ela. Agora eu quero que me permita contar para ela sobre a última terapia em grupo para saber se ela quer ou não participar?
Estella (seria): Tudo bem pode contar, mas quero te pedir para não contar sobre a terapia individual porque tenho para mim que se ela souber com antecedência não vai querer participar.
Chris (serio): Pode deixar eu não falo nada.
Estella (seria): Bom pode ir qualquer coisa pode me ligar
Chris (serio): Obrigado até mais (ele se levanta, ela também e os dois se cumprimentam).
Estella (seria): Até mais (Os dois saem da sala, Christopher segue para casa dos pais de Dulce e Estella segue para conversar com Pedro).

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:16 pm

Casa dos Saviñón

Christopher estacionou o carro na garagem dos pais de Dulce ás cinco horas da tarde. Ele desligou o veiculo e suspirou passando a mão no rosto cansado. A reunião tinha sido bastante cansativa trataram dos assuntos da banda, depois falaram sobre a terapia e sobre Dulce. Agora ele precisava contar a namorada como havia sido a reunião que culminou com o termino do RBD. Chris entrou em casa e encontrou a cunhada com as sobrinhas deitadas no tapete de atividades.

Clau (ela suspira seria desviando o olhar das filhas para Chris): Oi. Ela já acordou e não para de chorar (Christopher suspirou preocupado). A mamãe está lá com ela tentando acalma – lá.
Chris (serio com a mão no bolso): Ela acordou a muito tempo?
Clau (ela suspira): Faz uma hora mais ou menos.
Chris (serio com a mão no bolso): Ela almoçou?
Clau (ela suspira): Maria levou o almoço dela lá em cima, mas ela não quis. Como foi a reunião o RBD vai mesmo acabar? (Christopher assentiu). Eu sinto muito.
Chris (serio com a mão no bolso): Eu mais ainda (Claudia assentiu). Bom vou lá depois eu conto melhor como foram as coisas e paparico as meninas.
Clau (ela suspira): Vai lá boa sorte.
Chris (serio tira as mãos do bolso): Obrigado.
Clau (ela suspira): Qualquer coisa chama (Christopher assente e segue para o quarto da namorada. Claudia volta a sua atenção para as filhas).

No quarto de Dulce

Christopher entrou no quarto da namorada e encontrou Blanca deitada na cama com Dulce de bruços ao seu lado. A sogra fazia carinho nas costas da filha caçula que tinha a cabeça virada para ela. Blanca viu o genro caçula entrar pela porta.

Blanca (sorrindo): Olha quem chegou meu genro caçula (Dulce virou a cabeça e deu de cara com o namorado se aproximando da cama). Mamãe vai ver se Maria precisa de ajuda para o jantar (a ruiva assente e volta a deitar a cabeça ainda calada. Blanca beija a filha, levanta da cama, ela abraça Christopher e lhe da um beijo). Quando o jantar estiver pronto eu venho chamar vocês para a gente jantar (Chris assente. Blanca deixa o quarto e segue para cozinha).

Christopher tira a blusa e a calça, depois ele coloca tudo em cima da poltrona. Chris então vai até o banheiro tira água do joelho, veste a calça do pijama e retorna ao quarto. Ele se aproxima da cama tomando coragem para conversar com a namorada quando ela toma a palavra acabando em partes com a sua aflição.

Dul (seria): Acabou não é? (Dulce suspira deixando ás lágrimas caírem em seu belo rosto e Christopher suspira assentindo se controlando para não chorar). Como vamos fazer?
Chris (serio): Eu não sei (ele deita ao lado dela), mas vamos seguir em frente juntos.
Dul (seria): Promete? (ela suspira secando ás lágrimas dando passagem para as próximas lágrimas).
Chris (serio): Prometo (ele aproxima seus rostos ficando de lado e os dois se beijam carinhosamente). E eu quero que me prometa uma coisa também? (ela assentiu limpando suas lágrimas de novo dando lugares a outras). Quero que pare de chorar nos ainda estamos na banda, ela ainda não acabou pelo menos não assinamos nenhum papel e os nossos fãs não gostam de nos ver tristes. Me promete?
Dul (seria): Prometo, mas pode ser a partir de amanhã? (ela suspira limpando ás lágrimas dando lugar a outras). Eu não estou conseguindo parar de chorar (Dulce soluça sentindo ás lágrimas cair de seus olhos).
Chris (serio): Tudo bem (Christopher suspira beijando a testa da namorada). Eu também estou muito triste com o final da banda. Posso chorar também?(ela assente soluçando, ele suspira sentindo as primeiras lágrimas caírem de seus olhos e os dois se entregam a tristeza devido ao fim da banda e do sonho que o casal viviam com os quatro amigos).

O casal chorou por meia hora e já quase cochilava quando o telefone de Christopher começou a tocar despertando os dois. Ele então tateou o móvel e atendeu o mesmo enquanto acariciava as costas de Dulce que apesar de sonolenta estava acordada também.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:18 pm

Chris (sonolento): Alô (ele atende sem ver quem era).
Lusillo (serio): Chris te acordei desculpa. É o Lusillo.
Chris (sonolento): Oi Lusillo. Sem problemas temos que descer para o jantar nem eramos para está dormindo ainda é cedo para dormir Tudo bem? Aconteceu algo?
Lusillo (serio): Na medida do possível sim e vocês? Sim a Vanessa do vestuários do RBD me ligou avisando que você e nem a Dul foram pegar as roupas de vocês.
Chris (serio): Também. Eu me esqueci (ele levanta e se aproxima da poltrona onde estava a roupa dele. Dulce que já cochilava novamente acordou de novo e sentou ao ver o namorado vestir calça jeans dele). Vou buscar agora mesmo.
Lusillo (serio): Não precisa Chris eu já peguei (Christopher se sentou com a calça aberta). Eu vou levar as suas roupas para viagem e a Carol as da Dul.
Chtis (serio): Ah obrigado (Dulce foi para o colo dele). Então a Carol vai viajar conosco?
Lusillo (serio): Vai sim. Pedro vai ficar dessa vez para resolver toda nossa situação, mas na viagem a América do Sul ele vai. Bom vou desligar liguei para falar das roupas dos shows nos vemos amanhã.
Chtis (serio): Ah então até amanhã e obrigado mais uma vez (Christopher acaricia as costas da namorada). Abraços.
Lusillo (serio): Abraços (Lusillo já estava desligando quando Chris falou algo).
Chtis (serio): Luisillo!!!
Lusillo (serio): Oi (Christopher continuava acariciar as costas da namorada).
Chris (serio): Acha que eu consigo falar com ele agora? (Dulce que estava de olhos fechados curtindo as caricias do namorado. Ela ao ouvir a pergunta de Chris juntou as peças do quebra – cabeça e deduziu que ele falava de Pedro).
Lusillo (serio): Acho que sim liga para o celular dele e se não conseguir tenta a Televisa,
Chris (serio): Beleza. Até amanhã;
Lusillo (serio): Até amanhã.


Lusillo desligou o celular. Christopher desliga o celular também. Ele já ia ligar para o Pedro, mas Dulce o interrompeu.

Dul (sonolenta): Vai ligar para ele?
Chris (ele toma um susto por ouvir a voz da namorada, pois achava que a mesma estava dormindo): Oi que susto achei que estava dormindo.
Dul (ela levanta a cabeça e o encara): Vai falar com ele?
Chris (ele sorri): Ele quem? Do que está falando?
Dul (ela suspira encarando o namorado): Do Pedro. Você vai ligar para ele? (Christopher suspirou pensativo sem saber se contava a verdade ou não. Após pensar Chris resolveu dizer a verdade).
Chris (ele sorri): Vou sim. Pedro ama o RBD e tudo o que o grupo representa assim como nos amamos (Dulce assentiu em seu colo). Se nos estamos sentindo esse momento imagine ele o criador de tudo.
Dul (ela suspira): Tem razão (Dul suspira ajeitando a franja). Diz para ele que pode contar comigo também (ela levanta do colo dele), mas só com relação ao RBD nada mais (Chris assente orgulhoso da namorada). Eu vou tomar banho para gente jantar.
Chris (ele sorri orgulhoso): Eu vou dizer para ele (Chris puxa a namorada para o colo dele e a beija com carinho). Saiba que estou muito orgulhoso da minha Bebê (ele dá um tapinha na bunda dela). Agora vai tomar seu banho para jantarmos que depois temos que fazer nossas malas (Dulce sorrindo levantou e seguiu para o banho enquanto Christopher ficou no quarto para ligar para Pedro).

Christopher sorrindo ligou para Pedro. O produtor máster do RBD ainda estava na Televisa, ele tinha acabado de dispensar a sua secretária depois de marcar uma reunião de emergência com a cúpula da Televisa e o grupo de investidores do RBD.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:20 pm

Chris (sorrindo): Alô Pedro!!!
Pedro (serio): Chris, tudo bem? Aconteceu alguma coisa com a Bebê?
Chris (sorrindo): Tudo bem na medida do possível e você? Está tudo bem com ela apesar de tudo (Pedro suspira aliviado sentado em frente a mesa do seu escritório). Estou ligando para saber como você está e para te contar uma coisa que vai te animar.
Pedro (serio):Também (Christopher assentiu com pesar). Te digo que está bem difícil aceitar o fim do RBD, mas me conforta saber que Dulce está bem (a ruiva continuava no banho enquanto os dois conversavam por telefone).O que tem para me contar estou curioso?
Chris (sorrindo):A Bebê acabou de pedir para dizer que você que pode contar com ela, mas só com relação ao RBD nada mais.
Pedro (emocionado): Ela disse isso?
Chris (sorrindo): Sim (Pedro sorri). Talvez o fim do RBD sirva para unir vocês.
Pedro (emocionado): Serei o homem mais feliz quando acontecer isso.
Chris (sorrindo): Bom liguei mesmo para saber como estava e para dar o recado da sua filha (Pedro sorri do outro lado da linha assentindo). Vou desligar para jantar e depois fazer a mala (Dulce sai do banho de short e blusa de alcinha).
Pedro (emocionado): Ok boa viagem até a volta (a ruiva chegou até o namorado e sentou no colo dele).
Chris (sorrindo): Até a volta.

Pedro desligou o celular, fechou o computador dele e seguiu para casa. Christopher desligou o celular e beijou o pescoço carinhosamente da namorada.

Chris (sorrindo): Que cheirosa minha Bebê (ele abraça a namorada).
Dul (sorrindo):Por que ele disse até logo? Ele não vai viajar com a gente?
Chris (sorrindo): Não Pedro vai ficar para resolver algumas coisas, a Carol vai no lugar dele (Christopher beijou a namorada carinhosamente e a abraçou. Dulce suspirou tentando afastar a tristeza, pois ela sabia que Pedro estava ficando no México para tratar sobre o fim do RBD).
Dul (seria): Ele vai ficar para tratar sobre o fim do RBD que eu sei.
Chris (serio): É isso mesmo (ele beija a testa dela). Não fica triste, por favor, te amo.
Dul (ela suspira e abre um sorriso tímido): Te amo também. Sabe o que eu lembrei?
Chris (sorrindo): O que?
Dul (sorrindo): Que a gente não pegou nossas roupas do show.
Chris (sorrindo): O Lusillo pegou para gente (Christopher levanta da cama com Dulce no colo).Ele e a Carol vão levar para nos (Dulce assentiu). Vamos descer para jantar (Dulce assentiu novamente e os dois seguiram para jantar).

Assim que o casal chegou na sala, Blanca apareceu chamando todos para jantar. Blanca, Fernando, Claudia, Flávio, Bianca, Rodrigo, Christopher e Dulce sentaram á mesa acompanhados de uma tímida Maria que foi solicitada a sentar com eles. A família curtiu o momento com muita conversa, comida e bebida. Uma hora depois Dulce e Christopher subiram para o quarto da ruiva e trataram de arrumar as malas. Após deixar tudo pronto os dois desceram e se despediram de todos inclusive das gêmeas que dormiam nas cadeiras de balanços.Eles então retornaram ao quarto e foram dormir para acordarem cedo no dia seguinte para viajar com a turnê Celestial mais uma vez.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:23 pm

10 de abril –Quinta - feira

Christopher e Dulce acordaram ás cinco da manhã, tomaram banho, comeram e saíram de casa de táxi e ás seis e ponto transitavam no salão principal do Aeroporto Benito Juarez na Cidade do México. Os dois se reuniram com Alfonso, Anahí, Christian, Maite, Lusillo, Carolina, BJ, Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guido, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otavio e os demais passageiros daAero México fizeram check – in, passaram pela alfandega e embarcaram novôo Aero México 1468com destino á Santo Domingo com escala em Bogota. Ás oito e otio da manhã o vôo da Aero México 1468 saiu de Cidade do México com destino á Bogota. O RBD e todo o seu staff estavam divididos entre os demais passageiros deixando alguns eufóricos que só sossegaram quando conseguiram autógrafos e fotos. Devido á presença de fãs todos se comportaram bem esquecendo pelo menos por algumas horas que o RBD estava chegando ao fim. Ao meio dia e quarenta e três a aeronave possou em Bogota na Colombia. Todos os passageiros desembarcaram a maioria seguiram para o salão de desembarque ficando em Bogota mesmo, mas alguns passageiros assim como RBD e seu staff por estarem em conexão foram para o salão de embarque acompanhados por um funcionário da companhia aérea e ficaram esperando a hora de embarcar novamente. Enquanto esperavam para embarcar os seis, seus produtores, o maquiador, os músicos e os seguranças aproveitaram para almoçar.

Uma hora e dezenove minutos depois o RBD, seu staff e os demais passageiros embarcaram com destino a Santo Domingo na República Dominicana e ás duas e dois da tarde a aeronave finalmente decolou. Ás dezessete e trinta e nove o avião aterrissou em Santo Domingo e momentos após chegarem na cidade os seis e todo seu staff estavam devidamente instalados no hotel em que Pedro e sua equipe tinham feito as reservas.

No quarto de Christopher e Dulce

Algumas horas depois de terem se instalado no quarto Christopher e Dulce estavam escolhendo o que pedir para jantar. Os dois já tinham ligado para suas famílias e arrumado seus pertences sem tirar a maioria das roupas da mala já que eles iam embora daqui á dois dias. Quando Christopher já ia tirar o telefone do gancho o mesmo tocou. Chris então atendeu o telefone. Dulce após escolher o que comer deitou e começou a ver televisão.

Chris (sorrindo): Alô!!!
Poncho (ele estava acompanhado no hall do hotel com Christian, Anahí e Maite): Oi Chris, tudo bem com vocês? Estou ligando para convidar vocês para sair para jantar. Estão a fim?
Chris (sorrindo): Tudo bem sim e você? (Christopher sabia que ele e Dul estavam tristes pelo fim do RBD, mas não ia comentar nada). Ah não vai dar acabei de pedir nosso jantar fica para próxima.
Poncho (sorrindo): Estou bem também (Alfonso avisou a Maite, Christian e Anahí). Ah que pena. Bom fica para próxima até mais.
Chris (sorrindo): Até Poncho e obrigado pelo convite..
Poncho (sorrindo): De nada tchau.
Chris (sorrindo): Tchau.

Poncho desligou e saiu com Any, Pollito e Mai. Chriatopher desligou o telefone e ligou para o restaurante do hotel. Ele fez o pedido e o recepcionista da cozinha do hotel avisou que em vinte minutos a comida estava pronta, Chris assentiu e desligou o telefone.

Chris (sorrindo): Pronto a comida chega em vinte minutos.
Dul (sorrindo): Ok. Depois podemos dar uma volta? (Christopher deita na cama e fica de lado mirando a namorada).
Chris (sorrindo): Quer dar uma volta? (a ruiva assentiu). Se eu soubesse disso antes nos teríamos ido jantar fora (ela levantou e ficou seria).
Dul (seria): Não quero jantar fora com eles.
Chris (sorrindo): Quem disse que iriamos jantar com Poncho, Any, Poncho e Mai? (Chris levantou e voltou a se levantar levando a ruiva junto com ele. Ela deu um gritinho e bateu de leve nele). Violenta (ele beijou ela com carinho).Nos iriamos jantar somente nos dois e depois ia te levar para tomar sorvete.
Dul (seria): Hum (ela suspira brincando com o cabelo do namorado). Ia ser legal, mas já pedimos o jantar (Chris assentiu tentando ficar serio).
Chris (serio com meio sorriso): Verdade.
Dul (suspirando brincando com o cabelo do namorado): Será que podemos mesmo assim ir tomar sorvete?
Chris (serio com meio sorriso): Podemos, mas com uma condição.
Dul (suspirando brincando com o cabelo do namorado): Que condição?
Chris (ele abre um sorriso lindo): Quero seu sorriso de volta e uma promessa que vamos tomar o mesmo sabor de sorvete?
Dul (seria ela larga o cabelo dele): A promessa eu posso cumprir, mas sorrir eu não posso.
Chris (sorrindo): Por quê?
Dul (seria): Porque estou triste.
Chris (serio):Bebê nos já conversamos sobre isso.
Dul (seria): Eu sei, mas é mais forte que eu.
Chris (ele volta a sorrir): Hum ok (Chris não ia discutir aos pousos ele ia fazer ela se sentir melhor). Vamos tomar banho para gente jantar e tomar sorvete? (Dulce assentiu. Ela e o namorado então seguiram para o banho).
Após tomarem banho juntos e jantarem. O casal trocou de roupa e saiu para tomarem sorvete. Meia hora depois Christopher e Dulce voltaram da sorveteria, eles trocaram de roupa e colocaram seus pijamas. Em seguida foram para cama e por fim dormiram.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:23 pm

11 de abril –Sexta-feira

O dia amanheceu chuvoso e convidativo para continuar na cama, mas só os músicos continuavam em seus quartos. Ás nove da manhã o RBD, os seguranças, Carolina, Lusillo e BJ estavam acordados e reunidos em uma das salas destinadas para reuniões empresarias e congressos na primeira coletiva de imprensa reunidos com diversos jornalistas. Lusillo tinha deixado claro que perguntas sobre Pedro a Dulce não seriam perminitas.Uma hora e meia depois após a mais diversas perguntas relacionadas sobre a vida profissional e pessoal a coletiva acabou. Os jornalistas deixaram a sala ficando somente o RBD, Carolina, Lusillo e BJ.

Lusillo (sorrindo): Nosso primeiro compromisso já foi (todos aasentiram). Em dez minutos Oso vai deixar o jornalista responsável pela revista Estrelas entrar.
Any (sorrindo): Vamos falar sobre o que?
Poncho (sorrindo): Boa pergunta nos já falamos sobre tudo na coletiva.
Carol (sorrindo): A revista vai usar boa parte das informações dadas por vocês na coletiva, mas ele pediu para conversarem com os seis em particular para responderem perguntas feitas pelos fãs.
Chris (sorrindo): Ah sim.
Lusillo (sorrindo): Só lembrem que assim como na coletiva o assunto fim do RBD ainda não é pauta por isso nada de falar sobre isso.
Pollito (sorrindo): Pode deixar.
Mai (sorrindo): Será que eu posso responder as perguntas primeiro e subir?
Lusillo (sorrindo): Pode ser como vocês preferirem (todos assentiram). Vou avisar ao Oso que pode mandar o jornalista entrar (todos assentiram novamente). Qualquer coisa chamem o Oso estou indo com Carol ao local do show (Anahí, Alfonso, Christian, Dulce, Christopher e Maite assentiram. Carol e Lusillo saíram da sala e seguiram para o show).

Anahí, Alfonso, Christiane Maite assim que Lusillo e Carolina saíram da sala voltaram a sentar á mesa destinada a coletiva a minutos atrás.Dulce não quis sentar com os amigos e então ela e Chris sentaram no lado oposto dos quatro no chão da sala. O jornalista responsável pela revista Estrelas entrou na saladestinada a reuniões empresarias e congressos e deu de cara com Christopher e Dulce, ele ia se aproximar dos dois, mas Maite, Christian, Anahí e Alfonso acenaram e o jornalista se aproximou dos quatro começando a entrevista com Mai.Uma hora e meia depois Maite e Poncho já tinham ido embora. O jornalista já tinha falado com Pollito e agora falava com Any.

Jornalista (sorrindo): Bom Any terminamos por aqui (Anahí assentiu sorrindo). Obrigado pela entrevista.
Any (sorrindo): De nada foi um prazer (ela sorriu cumprimentando). Quer que eu chame o casal para falar com você? (Anahí se levanta assim com Christin que fazia companhia a loura durante á entrevista).
Jornalista (sorrindo): Quero sim (Ele sorriu vendo o casal do outro lado da sala, aos beijos e sorrisos).
Pollito (sorrindo): Deixa que eu chamo vou adorar interromper o casal (Christian sorriu e saiu correndo parar chamar Christopher e Dulce enquanto Anahí seguia falando com o jornalista).
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:24 pm

Do outro lado da sala

Christopher e Dulce estavam em seu próprio mundo conversando assuntos amenos e se beijando. Após mais um beijo carinhoso, os dois tomaram um susto com Christian gritando e se jogando entre o casal.Eles não perceberam a presença de Pollito que chegou na surdina interrompendo os mesmos. Christian brincou com o casal e já ia dar o recado do jornalista quando Anahí e o próprio jornalista apareceram.

Jornalista (sorrindo): Desculpa interromper vocês (Christian, Dulce e Christopher se viram e olham para o jornalista e para Anahí). Será que podemos conversar? (Christian, Dulce e Christopher estavam sentados e o jornalista e Anahí em pé). Só está faltando entrevistar vocês (Dulce apesar da tentativa de Christian de brincar com ela, Pollito só conseguiu conversar e brincar com Christopher).
Pollito (sorrindo): Já estava avisando os dois sobre isso.
Jornalista (sorrindo): Agradeço Christian (Christian assentiu). Eu resolvi vir até aqui porque não achei justo tirar o casal do lugar que estavam.
Chris (sorrindo): Agradecemos (Jornalista assentiu sorrindo. Dulce somente observava calada). Senta ai vamos começar (o jornalista sentou de frente para Christopher e Dulce).
Any (sorrindo): Bom já vou (o jornalista, Christopher e Dulce assentiram).Tenho ligar para minha mãe antes do almoço.
Pollito (sorrindo): Também já vou (o jornalista, Christopher e Dulce assentiram novamente). Fique de almoçar com o Bj. Tchau Alexandre (jornalista responsável pela revista Estrelas). Até já Chris e Dul.
Any (sorrindo):Tchau Alexandre. Até já Chris e Dul.
Jornalista (sorrindo): Tchau Christian e Anahí. Obrigado pelas entrevistas.
Chris (sorrindo): Até já Pollito e Any (Dulce suspirou e respondeu para manter as aparências, pois para todos tudo estava bem dentro do grupo).
Dul (sorrindo): Até já Any e Pollito (Anahí e Christian acenam e saem da sala).
Jornalista (sorrindo): Podemos começar?
Dul (sorrindo): Estamos ouvindo Alex (Christopher assentiu).
Jornalista (sorrindo): Bom vamos começar então (os dois assentiram sorrindo). A primeira pergunta é da Emília Santiago. Quando vocês descobriram que estavam gostando um do outro? (eles se entreolharam sorrindo).
Dul (sorrindo): Longa estória Alex.
Chris (sorrindo): Verdade.
Jornalista (sorrindo): Nos contem queremos saber.
Dul (sorrindo): Eu primeiro ou você?
Chris (sorrindo): Acho melhor eu já que começei a gostar primeiro.
Dul (sorrindo): Ok começa você.
Jornalista Alex (sorrindo): Vamos lá.
Chris (sorrindo): Bom tudo começou em 2005 três meses depois ao termino com Anahí, mas precisamente em outubro no meu aniversário (Dulce sorriu lembrando do ocorrido e Alexandre sorriu anotando tudo). Eu fiz uma festa de aniversário em uma boate solteiros de plantão ficaram enlouquecidos entre a Any e a Dul (ele beijou o pescoço dela enquanto abraçava a mesma com carinho).
Dul (sorrindo): Lógico que foi entre eu e Any, a Mai era noiva.
Chris (sorrindo): Verdade (Dulce sorriu lembrando do ocorrido e Alexandre sorriu anotando tudo). Eu fiz uma festa de aniversário em uma boate e solteiros de plantão ficaram enlouquecidos entre a Any e a Dul. Logicamente eu morri de ciúmes da Dul, mas não pude fazer nada porque nem namorados eramos (Chris beijou a bochecha dela).
Jornalista Alex (sorrindo): Então foi onde tudo começou?
Chris (sorrindo): Da minha parte sim.
Jornalista Alex (sorrindo): E você Dul?
Dul (sorrindo): Bom eu comecei a reparar no Chris a partir do aniversário dele (Dulce sorriu envergonhada querendo se esconder no peito do namorado, Christopher sorriu achava graça da namorada está com vergonha).
Jornalista Alex (sorrindo): O que?
Dul (sorrindo): Que eu comecei a gostar dele na mesma época.
Jornalista Alex (sorrindo): Nos já sabíamos.
Dul (sorrindo): Que?
Chris (sorrindo): Dul eles já sabiam disso.
Dul (surpresa): Como sabiam disso? Eu nem tinha certeza ainda dos meus sentimentos.
Jornalista Alex (sorrindo): Desculpa Dul, mas vocês dois são bem transparentes (Dulce e Christopher se entreolharam sorrindo. A ruiva ainda estava surpresa com a descoberta). Os fãs perceberam antes mesmo de vocês que gostavam um do outro e nos soubemos por eles.
Chris (sorrindo): Nossos fãs são muito espertos mesmo.
Dul (sorrindo): Espertos até demais (Christopher assentiu). Continuando eu reparei nele e tal mais gostar mesmo foi a partir de 21 de novembro.
Jornalista Alex (sorrindo):Um mês depois do aniversário do Chris?
Dul (sorrindo): Exato (Christopher apertou a namorada entre os braços).
Jornalista Alex (sorrindo): Mas o tempo passou e no começo de 2006 você começou a namorar o Memo Uchoa (Dulce ficou seria).
Dul (suspira): Foi (Christopher beijou o pescoço da namorada). Eu comecei a namorar o Memo em janeiro, mas no fundo eu amava mesmo o Chris só deixei o nosso amor adormecido até agosto quando terminei o namoro e amor por Christopher ressurgiu.
Jornalista Alex (sorrindo): Isso nos leva a segunda pergunta da Sarah Gomes: Como e quando vocês começaram a namorar?
Chris (sorrindo): Na Espanha mais precisamente em Madri no dia 21 de dezembro.
Dul (suspira): Como foi depois do Chris fingir que estava de caso com uma moça lá em Madri com ajuda da Lili, uma fã que se tornou uma amiga, eu fique com medo de perder ele para sempre e me declarei.
Chris (sorrindo): Foi isso mesmo.
Jornalista Alex (sorrindo): Quer dizer que a moça era dura na queda Chris?
Chris (sorrindo): Não imagina o quanto (Dulce virou de lado a cabeça e beijou a bochecha de Christopher), mas valeu a pena.
Dul (sorrindo): Muito a pena.
Jornalista Alex (sorrindo): Estou vendo ( o casal sorri). Terceira pergunta do Matheus: O que vocês fazem nas horas vagas? Além de namorar claro (os três gargalham).
Dul (sorrindo): Eu curto a minha família e amigos, escrevo, (toco instrumentos pensou ela), ando de skate.
Jornalista Alex (sorrindo): Anda de skate achei que era só o Chris que andava?
Dul (sorrindo): E era mais em um dos nossos aniversários de namoro ele me deu um skate e desde esse dia comecei a andar.
Jornalista Alex (sorrindo): E anda bem Chris?
Chris (sorrindo): Até demais anda parece que faz isso a anos.
Jornalista Alex (sorrindo): Quer dizer que anda bem Dul?
Dul (sorrindo): Modestia parte sim e sei fazer algumas manobras.
Jornalista Alex (sorrindo): E você Chris o que faz nas horas vagas?
Chris (sorrindo): Também ando de skate, curto minha família e amigos, toco bateria, cuido da minha empresa.
Jornalista Alex (sorrindo): A Vónego não é isso?
Chris (sorrindo): Isso minha empresa com meu sócio Diego.
Jornalista Alex (sorrindo): Última pergunta da Amanda Sales:Se vocês fossem um animal qual seriram?
Chris (sorrindo): Um leopardo.
Dul (sorrindo): Uma pantera negra.
Jornalista Alex (sorrindo): Chris e Dul muito obrigado pela entrevista espero ver vocês mais vezes por aqui.
Chris (sorrindo): Eu que agradeço e estaremos por aqui se Deus quiser.
Dul (sorrindo): Obrigada e até a volta.
Jornalista Alex (sorrindo): Podemos tirar só uma foto ai libero vocês.

Christopher e Dulce assentiram. O jornalista tirou a foto e o casal foi liberado. Por passar de uma da tarde Dulce e Christopher foram direto para o restaurante almoçar. Uma hora depois o casal saiu do restaurante direto para o quarto. Chris e Dul então tiraram um cochilo de meia hora, arrumaram suas mochilas e saíram rumo ao Palacio de los Deportes Virgilio Travieso Soto, local do show de mais tarde.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:25 pm

No final da tarde RBD, seus produtores, maquiador seguiram para o Palacio de los Deportes Virgilio Travieso Soto. Os músicos já estavam no local do show e ensaiaram as músicas. Por causa da longa entrevista coletiva e da entrevista com o jornalista Alexandre, oRBD acabou não ensaiando por estarem atrasados e foram diretos para seus camarins. O show aconteceu pontualmente ás oito e meia da noite e foi um sucesso com direito a casa lotada. Assim que o show terminou todos se reunirame seguiram para um restaurante.

Restaurante Villa

Após o show no Palacio de los Deportes Virgilio Travieso Soto RBD, seus produtores, maquiador e os músicos se reuniram no restaurante Villa para relaxar depois de um dia estressante de trabalho. O clima apesar de ser tranquilo estava tenso pelo fim da banda e o desconforto era palpável, mas todos estavam conseguindo disfarçar bem. O jantar foi regado com comidas típicas e bebidas. Por volta de uma e meia da manhã RBD, seus produtores, maquiador e os músicos voltaram ao hotel e foram dormir exaustos pelo dia que puxado que tiveram.

12 de abril – Sábado – 16h30

No aeroporto de Santo Domingo

Christopher, Dulce, Alfonso, Anahí, Christian, Maite, Lusillo, Carolina, BJ, Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guido, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otavio e os demais passageiros encontravam – se na sala de embarque do aeroporto de Santo Domingo esperando á hora de embarcar. O avião estava atrasado em uma hora e meia vindo dos Estados Unidos e por isso o RBD, seus produtores, maquiador, músicos, seguranças e os demais passageiros estavam sentados ou passeando pelo salão esperando o tempo passar. Chris estava distraído olhando a namorada dormir e não notou a aproximação de Lusillo.

Lusillo (sussurrando): Se continuar a olhar por mais alguns minutos a baba vai escorrer em cima dela e vai assustar sua Bebê dorminhoca (Christopher se sobressaltou, mas ao erguer a cabeça percebeu a presença de Lusillo e sorriu. A ruiva se assustou com o sobressalto e acordou assustada).
Chris (sussurrando): Lusillo me assustou com a cara feia dele (Dulce abriu os olhos e viu Lusillo que sorriu negando).Shiii dorme Bebê me desculpa se te acordei (ela balbuciou algo incompreensível e fechou os olhos se reacomodando no colo do namorado).
Lusillo (sussurrando): É feio mentir Christopher (Chris sorriu sem fazer ruído acomodando melhor Dulce que já ressonava tranquilamente). Escuta falei com a moça da companhia aérea e ela avisou que em duas horas estaremos embarcando.
Chris (sussurrando): Nossa ainda vamos mofar aqui.
Lusillo (sussurrando): Sim, mas se te consola eu falei a quinze minutos com a moça então falta menos de duas horas.
Chris (sussurrando): Agora fiquei mais animado (os dois sorriem). Mudando de assunto acabei de falar com minha mãe e minha sogra e elas me contaram que Ângela contou ontem que Pedro levou uma bronca da Estella ontem a tarde.
Lusillo (sussurrando): Por causa dela? (ele apontou para ruiva).
Chris (sussurrando): Exatamente (Dul se encolhe sentindo frio). Me faz um favor (Lusillo assente) pega para mim na mochila o paninho dela ai dentro.
Lusillo (sussurrando): Claro (Lusillo pega mochila, tira o paninho e cobre a Dulce). Então o que foi que aconteceu?
Chris (sussurrando): Estella (Lusillo e Chris sorrirem ao verem Dul se aconchegar no paninho que ao mesmo tempo que cobria a ruiva também ficou perto do rosto dela. Mania da ruiva quando dormia).  É manhosa essa minha Bebê (Lusillo assente). Estella pressionou Pedro para mudar modo que ele trata Dulce (Lusillo assente novamente). Porque segundo ela o modo que Pedro anda agindo não está surtindo efeito.
Lusillo (sussurrando): Estella tem razão não está surtindo efeito mesmo, mas é complicado ele jogar mais duro com ela e acabar perdendo o pouco que evoluiu.
Chris (sussurrando): Tem razão, mas por outro lado Estella tem razão porque querendo ou não o momento de investir no relacionamento dos dois é agora antes da separação do RBD.
Lusillo (sussurrando): Verdade vamos acabar mais distantes uns dos outros quando o RBD acabar.
Chris (sussurrando): Penso que o Pedro vai arrumar um jeito de está perto da ruiva, mas nunca se sabe.
Lusillo (sussurrando): Tem razão quando chegar na Cidade do México vou conversar com Pedro.
Chris (sussurrando): Se o puxão de orelha da Estella e sua conversa não surtirem efeito eu falo com ele  (Lusillo assente e levanta).
Lusillo (sussurrando): Vou comprar café quer também?
Chris (sussurrando): Não obrigado mais tarde antes de embarcar eu como algo com a Bebê.
Lusillo (sussurrando): Tudo bem até já.
Chris (sussurrando): Até já (Lusillo dá um beijo de leve na cabeça da ruiva e segue para lanchonete para comprar um café).

Uma hora e meia depois o RBD, seus produtores, maquiador, músicos, seguranças e os demais passageiros decolaram ás seis e meia deixando Santo Domingopara atrás. Cinquenta minutos após decolar o avião pousou em Porto Rico, San Juan local do próximo show do RBD.  Assim que aeronave parou Christopher, Dulce, Alfonso, Anahí, Christian, Maite, Lusillo, Carolina, BJ, Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guido, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otávio e os demais passageiros foram liberados para desembarcar e pegar suas malas no salão de embarque. Em seguida todos passaram pela alfandega e seguiram para seus destinos. O RBD, seus produtores, maquiador, músicos e seguranças foram para o hotel Hilton.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:27 pm

Hotel Hilton – 21 horas

O RBD, maquiador e músicos estavam reunidos no restaurante do hotel esperando pelos produtores e pelos seguranças. Lusillo e Carolina fizeram check in de todo o grupo e se juntaram ao pessoal para jantarem. Fernando, Marcos, Oso, Alexandre subiram com as malas e em seguida foram para o restaurante onde os outros esperavam por eles. Assim que os seguranças chegaram, todos fizeram seus pedidos e uma hora depois todos comiam suas refeições com direito a sobremessas.

Quarto de Christopher e Dulce

Ás onze e meia da noite Christopher e Dulce já estavam em seu quarto deitados na cama, ele de calça de pijama e ela de short e blusa de alça também de pijama. O ambiente estava tranquilo e propício para dormir, mas nenhum dos dois tinham pegado no sono ainda somente seguiam calados.

Chris (suspira): Está sem sono Bebê?
Dul (sonolenta): Tenho sono, mas estou com saudades das meninas (ela levantou a cabeça e encostou a mesma no tórax do namorado). Hoje elas estão completando dois meses e eu nem pude dar uns beijinhos nelas.
Chris (suspira): Ah sim também estou com saudades delas, mas logo estamos voltando para casa (Dulce desencostou a cabeça do tórax do namorado e voltou a deitar sob o tórax dele). Quer ligar para Claudia? Ainda são nove e meia da noite.
Dul (sonolenta): A Clau, o Flávio e as meninas não estão lá em casa e sim na casa dos pais do Flávio.
Chris (suspira): Hum entendo. Mas você não tem o telefone da casa dos pais do Flávio no seu celular?
Dul (sonolenta):Não eu só tenho o telefone da casa dos pais do Flávio no meu caderno telefônico que ficou em casa dessa vez.
Chris (suspira): Ah então amanhã a gente liga para teus pais e pega o telefone dos pais do Flávio. Combinado? (Dulce assentiu sonolenta). Podemos nanar? (Dulce assentiu novamente). Ok boa noite te amo (ele beijou a testa dela).
Dul (sonolenta): Boa noite também te amo (ela levantou a cabeça beijou o tórax dele e deitou a cabeça novamente).

Dulce não precisou de muitos minutos para adormecer. Christopher sentiu o corpo da namorada relaxar sob si e soube que a mesma estava dormindo. Ele então beijou mais uma vez a testa dela e adormeceu também.

13 de abril – Domingo

Quarto de Christopher e Dulce

O quarto estava na penumbra e frio devido o ar condicionado, Christopher e Dulce continuavam dormindo curtindo o clima bom do ambiente e descansando do dia cansativo de ontem. A tranquilidade do ambiente foi interrompido pelo barulho insistente do telefone. Chris como sempre foi o primeiro acordar, deixou a namorada ao lado dele,sentou na cama esticou os braços e atendeu o telefone.

Chris (sonolento): Alô!!!
Oso (sorrindo): Chris bom dia!!! Vamos acordar.
Chris (sonolento): Que horas são?
Oso (sorrindo): Onze da manhã.
Chris (sonolento): Nossa isso tudo.
Oso (sorrindo): Sim por isso é hora de acordar.
Chris (sonolento): Ok vou chamar a Bebê
Oso (sorrindo): Boa sorte.
Chris (sonolento): Vou precisar.
Oso (sorrindo): Quando acordarem tomem um café reforçado, se arrumem e desçam temos uma entrevista de rádio para realizar.
Chris (sonolento): Tudo bem nos vemos.
Oso (sorrindo): Nos vemos até já.
Chris (sonolento): Até (Oso desligou e Christopher desligaram o telefone. Oso seguiu com seus afazeres e Chris tratou de acordar a namorada).
Christopher teve algum trabalho para acordar a namorada manhosa, mas alguns minutos depois Dulce levantou. Os dois tomaram banho, se arrumaram para entrevista, tomaram café da manhã reforçado e descerampara recepção para encontrar os companheiros de banda e os seguranças já com suas mochilas com as roupas do show,acessórios e maquiagem no caso da ruiva. Ao meio dia Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otavio e Carolina Palomo seguiram para entrevista de rádio.Lusillo.BJ, Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guidoe BJ continuaram no hotel em seus quartos almoçando para em seguida irem para o local do show onde mais tarde irão encontrar com os seguranças, Carolina, Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite e Christian.

Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otavio e Carolina Palomo levaram alguns minutos para chegarem a rádio Mundial. Á uma da tarde os seis começaram a entrevista, os seis responderam algumas perguntas feitas por fãs, brincaram com o apresentador e escutaram algumas músicas. Uma hora depois o programa terminou os seis, Carolina Palomo e os seguranças deixaram a rádio Mundial foram a um restaurante almoçar e seguiram para o local do show. Ao chegarem no Coliseo, local do show, o RBD se juntou aos músicos e foram ensaiar. Fizeram um breve ensaio só para reconhecimento de palco e então foram relaxar em seus camarins.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:28 pm

No camarim feminino

Anahí e Maite conversavam entre si enquanto Dulce anotava algo em seu caderno totalmente alheia a conversa de Any e Mai. Quando Anahí ia falar com a ruiva, a mesma tinha saído da sala.

Any (seria): Acho que ela está nos evitando.
Mai (seria): Acho que você ela não está evitando não só a mim.
Any (seria): Mas ela não está falando comigo também.
Mai (seria): Dul só não está falando com você porque está comigo.
Any (seria): Será? (a conversa é interrompida pela entrada de Guido).
Guido (sorrindo): Vim fazer companhia para vocês (as duas olharam para eles serias). Nossa estão tão serias (ele senta no sofá ao lado da namorada). Por quê essas caras serias?
Mai (seria): Porque estávamos comentando como a Dul está distante da gente.
Guido (serio): Ah normal ela está chateada com o fim do RBD.
Any (seria): Todos nos estamos.
Guido (serio): Mas vocês meio que concordam com a Mai e a apoiam.
Any (seria): É tens razão (Christopher entra no camarim feminino).
Chris (sorrindo): Sobre o que vocês falam?(ele senta na asa do sofá).
Mai (seria): A respeito da Dul está nos evitando, ela mal ficou aqui no camarim depois do ensaio e já se mandou.
Chris (serio): Ah ela está muito triste com o fim do RBD.
Guido (serio): Foi o que eu disse (Maite e Anahí assentiram). Falei também que Any, Pollito e Poncho meio que concordam com a Mai.
Chris (serio): Verdade (Christopher passa as mãos no cabelo). Eu entendo a posicionamento de cada um, mas acho que ainda é cedo para o RBD acabar assim como a Dul (ele se levanta do sofá). Eu respeito a decisão de todos e posso afirmar que em outras circunstâncias até ficaria mais com vocês na maioria do tempo, mas não posso deixar de apoiar a Bebê e está com ela nesse momento delicado.
Mai (seria): Nos entendemos.
Guido (serio): Com certeza.
Any (seria): Posso te pedir algo? (Christopher assente). Tenho certeza que esse pedido abrange a todos.
Chris (serio): Pode pedir.
Any (seria): Tenta fazer a Bebê com tempo se aproximar da gente novamente para podermos curtir nossos últimos momentos juntos.
Mai (seria): Esse é um pedido de todos com certeza Any (Guido assentiu afirmando que também era um pedido dele), mas se for pedir muito para a Bebê que pelo menos ela deixe você passar algum tempo com a gente.
Chris (serio): Acho muito difícil a Bebê se reaproximar de vocês, mas prometo que eu vou arrumar um tempo para vocês mesmo que isso me faça ficar mal com Dul.
Mai (seria): Não Chris não queremos que se indisponha com a Bebê.
Chris (serio): Se vocês querem que eu fique com vocês com certeza é isso que vai ocorrer.
Any (seria): Então deixa como está não queremos que a Bebê fique mais triste.
Guido (serio): Ela só tem a você.
Chris (serio): Eu sei, mas vocês estão certos nos temos que ficar mais tempos juntos e eu quero que isso aconteça (ele levanta do sofá), mas infelizmente isso não vai acontecer da parte dela. Eu prometo passar mais tempo com vocês, mas preciso de tempo para conversar com a Dul.
Any (seria): Claro.
Mai (ela suspira entre lágrimas): Se ela não quiser que você também se aproxime de nos, por favor, não brigue com ela por isso (Anahí chora também).
Guido (serio): Nos vamos entender se você não puder está com a gente.
Chris (serio): Eu vou está com vocês só preciso de tempo (ele se aproxima de Maite e Anahí beija as duas e abraça Guido). Vou atrás da Bebê já volto (Anahí, Guido e Maite assentem. Christopher deixa o camarim feminino e sai atrás de Dulce. Após Chris sair Alfonso e Christian aparecem no camarim).
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:28 pm

No palco
A ruiva estava sentada atrás do palco em uma aérea reservada para produção e para alguns instrumentos, pois na parte da frente do mesmo já contava com alguns fãs animados que cantavam musicas do RBD. Dulce suspirou dedilhando a guitarra entonando a canção Sweet Child O`Mine da banda Guns N´Roses. Os fãs se calaram ao escutar a música, e começaram a gritar Charlie, pois os fãs achavam que era o músico já que ele gostava da banda. Christopher sorriu ao escutar a música e seguiu o som da mesma. Dul ao ouvir o som dos fãs parou de tocar, Chris se aproximou e sentou ao lado da namorada.

Chris (sussurrando): Por quê parou de tocar?
Dul (sussurrando com a guitarra na mão): Não quero que me descubram.

Os fãs ao deixarem de escutar a canção pediram para Charlie voltar a tocar.

Chris (sussurrando): Estão pedindo para você voltar a tocar.
Dul (sussurrando com a guitarra na mão): Para o Charlie voltar a tocar já que eles pensam que é ele.
Chris (sussurrando): Que seja anda volta a tocar eles estão esperando.

Dulce suspira e olha a guitarra em seguida começa a tocar Sweet Child O`Mine da banda Guns N´Roses. Os fãs voltaram a gritar e a chamar por Charlie. A ruiva tocou a canção até o final e depois ela e o namorado saíram dali de fininho. Assim que Christopher e Dulce deixaram o local Lusillo e Carolina Palomo apareceram.

Lusillo (sorrindo): Está pensando a mesma coisa que eu?
Carolina (sorrindo): Estou sim. Vamos falar com Pedro agora (Lusillo assentiu e os dois saíram para ligar para Pedro Damián.

Algumas horas depois aconteceu único show no Coliseo em San Juan, Porto Rico. O show foi um sucesso de público tinha gente de todo país e até de outros países. O espetáculo durou uma hora e meia e depois o RBD, BJ,os músicos, os seguranças, Carolina Palomo e Lusillo seguiram para hotel. Como tinham que viajar de volta para Cidade do México ainda naquele dia eles fizeram as malas, tomaram banho, se arrumaram e desceram com suas malas para fazerem o check out.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 14, 2015 8:29 pm

14 de abril – Segunda - feira

Já era madrugada quando Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian, BJ,Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guido, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otavio,Carolina Palomo e Lusillo chegaram no aeroporto internacional de San Juan em Puerto Rico á uma e meia da manhã. Eles realizaram o check in, despachado ás malas e agora esperavam á hora de embarcar. Ás duas horas e quarenta e cinco da manhã RBD, o maquiador, músicos, seguranças, Carolina Palomo, Lusillo e os demais passageiros embarcaram e ás três horas da manhã seguiram para Cidade do México com uma conexão em Atlanta.

Quatro horas depois RBD, o maquiador, músicos, seguranças,Carolina Palomo, Lusillo e os demais passageiros chegaram á Atlanta ás sete da manhã. Os passageiros que estavam em conexão como Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian, BJ, Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guido, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otavio,Carolina Palomo e Lusillo desceram do avião para o saguão de embarque para esperará hora de embarcar. Duas horas e trinta e oito após chegar em Atlanta os passageiros em conexão embarcaram na aeronave aeromexico e ás dez da manhã o avião decolou com destino á Cidade do México.

Em menos de duas horas depois Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian, BJ, Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guido, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre, Otavio,Carolina Palomo, Lusillo e os demais passageiros desembarcaram na Cidade do México ao meio dia. Uma hora após desembarcar, pegas as malas e passar pela alfandega, Carolina e Lusillo fizeram uma pequena reunião com Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian ainda no salão da alfandega.BJ e Guido ficaram esperando seus amados no canto da sala assim comoFernando, Marcos, Oso, Alexandre e Otavio que esperavam os produtores e o RBD para fazer a segurança do grupo. Catire, Charlie, Bicho, Eddy foram embora para suas casas.

Lusillo (sorrindo): Sei que estão loucos para ir para casa mais precisamos dizer algumas coisas (todos assentiram e ele continuou). Bom primeiro é para avisar que amanhã quero que vocês passem na Televisa para deixar as roupas do show (os seis assentem).
Carolina (sorrindo): E avisar que quarta – feira ás duas da tarde temos reunião para falar da próxima turnê do grupo (os seis assentem novamente).
Pollito (serio): E sobre o termino? (Lusillo ficou serio).
Lusillo (serio): Aqui não é hora de falar desse assunto.
Pollito (serio): Desculpa.
Carolina (serio): Nos vamos falar sobre esse assunto e sobre outros também.
Lusillo (serio): Era isso que tínhamos para falar estão liberados.
Carolina (serio): Até quarta –feira.

Todos assentem. Dulce, Christopher, Anahí, Alfonso, Maite, Christian despediram - se deCarolina e Lusillo. BJ, Guido, Fernando, Marcos, Oso, Alexandre e Otavio então se juntaram ao grupo e todos deixaram o aeroporto na van destinada ao grupo.

Casa dos pais de Flávio

Uma hora e meia depois de chegar de San Juan em Porto Rico Christopher e Dulce chegaram na casa dos pais de Flávio acompanhados de Blanca, Fernando, Bianca, Rodrigo e Maria. Os dois só tiveram tempo de chegar na casa dos pais de Christopher, trocar de roupa e irem para casa do Saviñón. Dul e Chris então se encontraram com a família da ruiva e seguiram para festinha de Flávia e Samantha de um mês. Duas horas após a chegada dos Saviñón, Maria, Rodrigo e Christopher a festa rolava solta acompanhados de salgadinhos e bebidas. A mãe de Flávio e Blanca estavam na cozinha finalizando a feijoada, o almoço da festa.

Mãe de Flávio (sorrindo): O almoço está pronto (ela olhou para Blanca e Ângela,a senhora tinha acabado de entrar na cozinha e vindo do quarto de Flávio). Clau já terminou de dar de mamar para as gêmeas? (Mãe de Flávio perguntou para Ângela que ajudava no cuidado com a casa).
Ângela (sorrindo): Ela já deu de mamar para Sam e está dando de mamar para Flávia.
Blanca (sorrindo): Então falta pouco (Blanca secou a mão).Posso avisar á todos que o almoço será servido em minutos?
Mãe de Flávio (sorrindo): Pode sim amiga.
Ângela (sorrindo): Dona Blanca será que eu posse avisar a todos e a senhora pode ir chamar seu Christopher, a Dulce e claro a Clau? É que Christopher e a Dulce apagaram enquanto a Sam mamava.
Blanca (sorrindo): Claro eu chamo os três e você avisa do almoço.
Angela (sorrindo): Obrigada. Posso lá avisar dona Ana (nome da mãe de Flávio)?
Ana (sorrindo): Pode sim depois volta aqui para me ajudar a servir (Ângela assentiu, pediu licença e saiu para avisar á todos que dentro de minutos ia ser servido o almoço).Vai lá acordar os farristas e chamar os três almoçar.
Blanca (sorrindo): Chris e Dul não foram para farra não amiga, eles acabaram de chegar de viagem e vieram direto para cá.
Ana (sorrindo): Oh Blanca porque não me avisou antes, a gente tinha colocado esse almoço mais cedo. Eles devem está exaustos.
Blanca (sorrindo): Com certeza mais não se preocupa com eles não, os dois estão acostumados com essa loucura, mas se te deixa mais tranquila minha caçula e o Chris devem ir embora para casa para descansar.
Ana (sorrindo): Então vai lá chamar eles amiga (Blanca assentiu e saiu para chamar Christopher, Dulce e Claudia).

Meia hora depois Christopher, Dulce e Claudia estavam almoçando a feijoada junto com Flávio, Henrique (pai de Flávio), Ana (mãe de Flávio), Blanca, Fernando, Bianca, Rodrigo, avós de Flávio por parte de pai (avós de mãe já tinham falecido), Maria e Ângela. Após comerem Maria, Ângela, Blanca e Ana arrumaramtudo. Maria e Ângela ficaram conversando na cozinha. Blanca e Ana se juntaram a todos. No final da tarde as gêmeas acordaram, tomaram banho com ajuda de Clau, Bianca e Dul e desceram para cantar os parabéns para Flávia e Samantha. No começo da noite Henrique levou os pais para casa, os outros convidados ainda ficaram um pouco mais antes das oito da noite foi todo mundo embora deixando Henrique, Ana, Flávio, Claudia, Flávia e Samantha “sozinhos na casa deles”. Claudia não possuía avós por parte de mãe, por parte de pai ainda estavam vivos mais viviam em Puebla.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 21, 2015 7:51 pm

Na casa dos Uckerman

Christopher e Dulce estavam esparramados na cama após terem chegado da festinha da gêmeas. Blanca, Fernando, Bianca e Rodrigo deixaram os dois em casa e nesse exato momento estavam indo para cada dos Saviñón.

Chris (sorrindo): Bebê vamos tomar um banho antes que acabe dormindo (Christopher todo carinhoso começou a beijar o pescoço da namorada chamando por ela, achando que ela ainda se encontrava acordada).

Alexandra entrou logo em seguida sorrindo.

Ale (sorrindo): Oi meus amores!!! Acabei de chegar da casa do Denis, Fran me disse que tinham acabado de chegar.
Chris (sorrindo): Acabamos de chegar e Bebê já apagou.
Ale (sorrindo): Pudera vocês estão acordados direto praticamente.
Chris (sorrindo): Verdade a gente deu só um cochilo antes do almoço (ele levantou da cama com jeitinho e deixou a namorada na cama. Ele se dirige a mãe e abraça). Saudades mãe.
Ale (sorrindo): Também filho. Escuta vamos conversar lá fora deixar a Dul dormindo.
Chris (sorrindo): Vamos deixa só eu tomar banho já alcanço você (Alexandra assente e deixa o quarto. Christopher vai tomar banho).
Christopher tomou banho e logo encontrou com a mãe, Luís, Lucas e Melina. Ele ficou conversando com os familiares, mas por volta das nove horas Chris foi dormir junto com Dulce que já dormia algum tempo.
15 de abril – Terça - feira

A chuva caia torrencialmente na Cidade do México já passava das dez da manhã e Dulce Maria continuava a dormir, o cansaço da turnê e da viagem de volta estava sendo superado com o sono revigorante da ruiva que dormia desde ontem no começo da noite. Christopher estava acordado desde ás oito da manhã. Ele acordou, passou para Televisa, deixou as roupas dos shows da turnê e seguiu para Vónego. Quando o relógio marcou quinze para ás onze é que Dulce se mexeu na cama e constatou que o namorado não estava. Ela levantou, tomou banho e seguiu para cozinha.
Fran (sorrindo): Bom dia menina!!!
Dul (sorrindo): Bom dia Fran. Cadê o Chris e Ale? (ela sabia que Luís e Lucas estavam trabalhando).
Fran (sorrindo): Chris foi trabalhar na Vónego e Ale foi ao mercado comprar creme de leite para fazer o almoço (a ruiva sentou á mesa). Se sirva menina (Dulce se serviu de café preto em uma xicara que havia em cima da mesa). Vai tomar só café?
Dul (sorrindo): Sim está quase na hora do almoço, se comer algo mais vou acabar não comendo direito.
Fran (sorrindo): Tem razão. Agora me conta como foi essa viagem?

Dulce contou como foi a turnê para Francisca. Logo Alexandra chegou ao supermercado comprar creme de leite para fazer o almoço. O almoço foi finalizado por Fran com o creme de leite. Ao meio dia e meia Luís e Lucas chegaram para comer. Ale, Luís, Fran, Lucas e Dul almoçaram. Á uma e meia da tarde Luís e Lucas voltaram para o trabalho e Ale, Fran e Dul arrumaram á cozinha e foram descansar. Ale e Dul deitaram no quarto da Alexandra e Fran deitou em seu quarto.

Á noite Luís, Lucas e Christopher chegaram em casa ás seis e meia. Os três foram direto para o banho, depois eles se juntaram á Alexandra, Francisca e Dulce e jantaram uma sopa de lentilha. Após a janta Alexandra e Francisca cuidaram da cozinha enquanto Luís, Lucas Dulce e Christopher ficaram na sala conversando. Com a cozinha pronta Francisca foi para o quarto descansar e Alexandra se juntou a família.Horas depois os cinco seguiram para o quarto dormir.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 21, 2015 7:56 pm

16 de abril – Quarta - feira

O dia amanheceu chuvoso e frio Luís e Lucas foram trabalhar cedo. Alexandra acordou cedo mais ficou em casa ajudando Francisca. Já Christopher e Dulce ficaram até tarde na cama e só saíram do quarto na hora do almoço. Os dois almoçaram com Alexandra, Luís, Lucas e Francisca, depois Chris e Dul deixaram á casa junto com Luís e Lucas, os dois seguiram para empresa da família e o casal seguiu para Televisa.

Á uma e meia da tarde Christopher e Dulce entraram nas dependências da Televisa, eles se dirigiram á sala de reunião e encontraram Christian, Anahí, Alfonso, Lusillo, Pedro e Carolina. O casal cumprimentou á todos e sentou ao lado do Politto. Ás duas e meia a reunião se deu iniciou sem a presença de Maite que ainda não tinha chegado.

Pedro (serio): Alguém sabe da Maite? (todos negaram e ele seguiu). Bom vamos começar não posso esperar por ela, eu tenho outros compromissos e creio que vocês também (todos assentiram novamente). Antes de mais nada anotem o dia da nossa viagem e a agenda dos próximos shows.
Politto (serio): Pode dizer.
Pedro (serio): Vamos lá dia 19 de Abril em Santa Cruz na Bolívia, 21 de Abril em Brasília no Brasil.
Lusillo (serio): Nesse dia vamos gravar um DVD na Esplanada dos Ministérios que vai se chamar Live in Brasília, mas depois vamos falar mais disso (todos assentiram).
Pedro (serio):Continuando no dia 25 de Abril em Asunción no Paraguai, 26 de Abril em Santiago no Chile, 27 de Abril de 2008 Antofagastano Chile, 9 de Maio no Rio de Janeiro no Brasil, 10 de Maio em São Paulo, 11 de Maio também São Paulo shows ás 14hs e ás 19hs, 14 de Maio em Manaus e 17 de Maio em Belo Horizonte (todos anotavam as datas em suas agendas. Maite nesse exato momento entrou na sala de reunião).
Mai (seria): Com licença (Lusillo acenou com a cabeça, Maite entrou na sala e sentou entre Anahí e Alfonso).
Pedro (serio): Está á dez minutos atrasada que isso não se repita mais.
Mai (seria): Desculpe eu estava em outra reunião com os produtores da novela.
Lusillo (serio): Entendo que tenha outros compromissos, mas quero que o RBD continue sendo prioridade enquanto ele existir (Pedro não se manifestou continuou calado, Carolina seguia calada assim como Chtistian, Anahí, Alfonso, Dulce e Christopher).
Mai (seria): Pode deixar.
Pedro (serio): Continuando nos voltamos para o México no dia seguinte do nosso último show no Brasil.
Any (seria): Dia 18 de maio então? (ela anotava tudo assim como todos os amigos).
Pedro (serio): Exatamente só não lembro o horário da nossa volta ainda, mas nos avisamos vocês (todos assentiram). Bom ai vocês tem umas semanas de descanso e viajamos para Austin nos Estados Unidos para um show no dia 30 de maio.
Lusillo (serio): Voltamos no dia seguinte ai mais uns dias de descanso e temos um único show aqui no México.
Poncho (sorrindo): Finalmente um show na nossa terra (todos sorriram menos Dulce que seguia seria)
Dul (seria): Quando vamos anunciar que RBD vai acabar? (Dulce resolve perguntar sobre o termino da banda, pergunta da qual ninguém teve a coragem de perguntar).
Carolina (seria): Ainda não sabemos Dul.
Dul (seria): Como não sabem? (ela levanta da cadeira irritada e coloca as mãos na mesa). Até quando vamos continuar com esse teatrinho de banda feliz? Porque os fãs merecem saber a verdade (Pedro Damián, Luisillo e Carolina tentaram responder mais a ruiva continuou falando demostrando toda sua ira) que a maioria daqui já não quer seguir com o RBD (Dul suspirou soltando as primeiras lágrimas, Pedro suspirou penoso louco para abraçar seu pingo de gente e consola - lá). Te espero lá fora Chris (dito isso a ruiva saiu as pressas da sala de reunião).
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 21, 2015 8:03 pm

Após a saída de Dulce todos estavam atônitos pela ira da ruiva, todos sabiam da tristeza de muitos dali pelo fim da banda, mas não sabiam da profunda dor da ruiva. Para todos o fim do RBD constituía o “fim” do elo de Dulce para com o pai e com o termino da banda, a ruiva podia-se se ver livre de Pedro Damián diariamente. Ledo engano pelo visto Dulce era a pessoa que mais ia sofrer com o termino da banda até mesmo mais que Pedro Damián. Depois de alguns minutos de transe Christopher finalmente acordou se levantando da cadeira e olhando diretamente a Pedro.

Chris (serio): Preciso ir atrás da Dul (Pedro assente emocionado, Christopher suspira tentando conter a emoção e olha a todos). Peço desculpas á todos pela Dulce até mais (todos assentiram mais não conseguiram falar nada, Christopher então se dirige a porta e abre a mesma para ir atrás da namorada. Pedro suspira e finalmente fala algo com a voz embargada).
Pedro (ele suspira com a voz embargada): Cuida do meu pingo de gente para mim.
Chris (ele suspira emocionado): Vou cuidar (ele sai da sala e quando já ia fechar a porta fala diretamente com o sogro). Te ligo para dizer como ela está e para saber do fim da reunião (Pedro Damián assente, Christopher fecha a porta e sai a procura da namorada).
Lusillo (serio): Bom gente continuando a reunião a Stella veio conversar conosco e ficou acertado que terá uma última reunião em grupo.
Any (seria): E quando será?
Lusillo (serio): Depois de vocês voltarem de Austin nos Estados Unidos, nos ainda não temos data definida, mas provavelmente na primeira semana de julho.
Politto (serio): Anotado (Maite, Christian, Alfonso e Anahí). Desculpem perguntar novamente, mas vocês não sabem mesmo a data que vamos anunciar o fim da banda? Não é por nada mais eu queria tentar me preparar psicologicamente ou pelo menos tentar.
Pedro (serio): Eu não temos uma data definida por isso não quis dizer nada, mas depois do que me disse agora eu vou dizer o que decidimos até agora.
Any (seria): Agrademos.
Lusillo (serio): Antes de você falar Pedro deixa eu só dar um recado da Estella (Pedro assentiu-o e Lusillo continuou). A Estella pediu para avisar que depois do último encontro da terapia em grupo, vocês já podem procura – lá para marcar as sessões individuais (todos assentiram). Pronto Pedro.
Pedro (serio): Obrigado Lusillo. Bom voltando a responder sua pergunta Pollito. Eu, Carol, Lusillo e a cúpula da Televisa decidimos anunciar o fim do RBD em agosto (Anahí e Christian suspiraram pesarosos, Alfonso e Maite somente assentiram). Como disse a pouco ainda não sabemos a data, mas é certo que seja na primeira quinzena de agosto.
Any (ela suspira com os olhos cheios de lágrimas): Está bem pertinho.
Pedro (serio): Sim.
Politto (ele suspira com os olhos cheios de lágrimas também): A gente vai fazer uma turnê de despedida?
Carol (seria): Vamos sim, mas ainda não temos uma data definida assim como o anuncio do fim da banda.
Pedro (serio): Bom é isso estejam amanhã ao meia o dia e meia no aeroporto para gente embarcar para Santa Cruz, na Bolívia (os quatro assentiram). Por favor, peguem as roupas para o show na sala de figurinos agora antes de irem embora (os quatro assentiram novamente). Bom é isso estão liberados podem ir (os quatro assentiram de novo, se despediram de todos e saíram deixando Pedro Damián, Carolina Palomo e Lusillo).
Carol (seria): Quem vai com eles?
Lusillo (serio): Eu posso ir se quiserem.
Carol (seria): Eu posso ir também.
Pedro (serio): Então vão vocês dois (os dois assentiram). Eu prefiro ficar para resolvermos a data do anuncio do fim do RBD, ver até quando vai ter show do Empezar Desde Cero e quando vamos começar a turnê do Adeus do RBD.
Carol (seria): Não precisa que um de nós fique também para te ajudar?
Pedro (serio): Eu prefiro que vocês acompanhem os meninos.
Carol (seria): Pode deixar.
Lusillo (serio): Pode contar conosco.
Carol (seria): Tem mais alguma coisa para tratar (Pedro e Lusillo negaram). Então vou para casa para fazer minha mala.
Lusillo (sorrindo): As malas você quer dizer (Carolina dá um tapa de leve nele de brincadeira). Auch violenta.
Carol (sorrindo): Isso é para aprender a não ser engraçadinho.
Pedro (sorrindo): Eu ia fazer esse mesmo comentário mais tenho amor a vida (os dois sorriram). Eu cai na besteira de fazer esse mesmo comentário com a Ângela e ela ficou “super ofendida”.
Carol (sorrindo): Que bom que aprendeu a ter amor a vida (Pedro assentiu sorrindo). Bom vou lá fazer minhas malas. Até a volta Pedro (Pedro se levantou e cumprimentou a amiga). A gente vai se falando por telefone.
Pedro (sorrindo): Com certeza eu mantenho vocês informados das coisas aqui, eu não tomarei nenhuma decisão sem antes consulta – lós.
Carol (sorrindo): Confiamos em você amigo não precisa nos consultar, o que decidir está ótimo para nos. Certo Lusillo?
Lusillo (sorrindo): Com certeza. Bom vou embora também para fazer minha mala (Pedro cumprimenta também o amigo).
Pedro (sorrindo): Agradeço a confiança de vocês, mas prefiro informa – lós, escutar a opinião de vocês e ai sim decidir.
Lusillo (sorrindo): Tudo bem se prefere assim (Pedro assente). Bom vamos Carol (Carolina assente e os dois seguem para porta acompanhados de Pedro). Tchau Pedro até a volta.
Pedro (sorrindo): Tchau amigo (Pedro fica serio novamente). Tomem conta de tudo principalmente da Dul.
Carol (ela fica seria assim como Lusillo): Pode deixar (Lusillo assente dizendo que ia cuidar da ruiva também (ela mais uma vez cumprimenta Pedro e deixa sala, Lusillo cumprimenta ao amigo mais uma vez e quase já saia da sala, quando lembrou de algo e se voltou a Pedro que já retornava a sua cadeira na sala de reunião).
Lusillo (serio): Vai falar com Chris agora?
Pedro (serio): Vou sim.
Lusillo (serio): Veja se ele lembrou de pegar as roupas do shows dele e da Dul e me avise, se Chris tiver esquecido eu volto aqui mais tarde e pego.
Pedro (serio): Ok te aviso (Lusillo assentiu e saiu da sala, ele e Carolina que estava do lado de fora seguiram para suas casas e Pedro seguiu na sala de reunião).

Pedro Damián fechou a porta, retornou a cadeira na qual sentará e ficou pensativo por alguns segundos, ele suspirou pensando em tudo que se estava enfrentando e tudo o que ia enfrentar pela frente a partir do dia do anuncio do fim do RBD, o produtor suspirou pesaroso lembrando da reunião a pouco e consequentemente lembrou da filha, Pedro então mais do que depressa pegou o celular e discou para o genro.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 21, 2015 8:08 pm

Na casa dos Saviñón

Christopher suspirou caminhando de um lado para o outro na sala dos pais da ruiva, ele olhava agoniado em direção as escadas que dava para o andar de cima onde se encontrava os quartos, consequentemente o quarto da namorada. Chris era personificação do desespero, ele não sabia muito precisar a quanto tempo estava andando esperando a sogra descer e lhe informar que por fim Dulce dormia. Ele tinha sido expulso do quarto pela sogra porque se encontrava tão nervoso que não estava ajudando e sim piorando a situação. Desde que fora expulso do quarto Maria o vigiava para não subir atrás de sua Bebê, mas naquele momento Christopher se viu sozinho ali, a senhora precisou subir para ajudar Claudia com as gêmeas e o louro sentiu que era sua deixa para subir até o quarto de Dulce. Chris já subia o primeiro degrau quando o celular tocou, o assustando. Ele precisou de alguns segundos para se tocar que o telefone tocará e o atendeu sem nem saber quem ligava.

Chris (ele suspira ansioso): Alô!!!
Pedro (preocupado): Chris, sou eu Pedro.
Chris (ansioso): Pedro!!! (ele suspira em transe).
Pedro (ele suspira cada vez mais preocupado ao notar o genro meio aéreo): Chris, sou eu Pedro fala alguma coisa está me deixando preocupado. Aconteceu alguma coisa?
Chris (Christopher por fim desperta ao sentir a voz cada vez mais preocupada e temerosa de Pedro): Pedro, me desculpa (ele suspira em fim voltando a si), eu... (Pedro Damiám o interrompe vendo que o genro não estava tendo um raciocínio muito lógico).
Pedro (preocupado): Chris, me diz o que houve?
Chris (preocupado): Aconteceu ou continua acontecendo, eu não sei.
Pedro (ele suspira alarmado): Como assim? (Christopher suspira olhando em direção as escadas que dá para os quartos). Cadê a Dul?
Chris (preocupado): Eu não sei o que está acontecendo porque fui expulso do quarto da Dul pela Blanca.
Pedro (ele suspirou): Vocês estão na casa da Blanca então? (Christopher assentiu). Bom menos mal, mas me conta o que está acontecendo.
Chris (preocupado): Eu vou te contar, mas antes deixa eu contar o que aconteceu quando sai atrás dela na hora que deixei a reunião (Pedro Damián assentiu e Christopher começou a relatar como tinham acontecido tudo).

FLASH BACK - 1

Christopher saiu apressado da sala de reuniões, onde seus companheiros ainda continuavam a conversar com Pedro Damián, Carolina Palomo e Lusillo. Chris assim que fechou a porta começou a andar procurando por Dulce, ele procurou em alguns lugares o qual possuíam acessos mais não a encontrou. Christopher então parou no meio do corredor e em fim lembrou - se do único lugar que não havia procurado o estacionamento. O namorado de Dulce mais do que de pressa seguiu para o estacionamento, quando chegou lá ele avistou uma cabeleira vermelha sentada no muro pequeno que dividia o lugar da entrada da Televisa. Chris aproximou – se e escutou os soluços sentidos dela, o louro sentou ao lado da namorada e abraçou a mesma tentando reconforta – lá. Foram preciso alguns minutos para que ela parasse de chorar, mas quando o fez Chris ainda tinha a sua Bebê tremula entre seus braços.

Chris (preocupado): Se sente melhor? (a ruiva negou com os olhos cheios de lágrimas). Quer conversar? (ela negou mais do que de pressa). Tudo bem conversamos depois (Dulce não demostrou nenhum indiciou que falaria do motivo do choro dela em outra ocasião). Quer ir para casa dos teus pais? (Dulce assentiu). Vamos então.

Christopher levantou do muro pequeno trazendo Dulce com ele, depois desativou o alarme do carro e abriu a porta do mesmo para namorada, ela entrou e após sentar no banco do carona, Chris fechou a porta e deu a volta no carro, o loiro entrou no mesmo e ligou o veiculo para deixar as dependências da Televisa. Quando o carro estava com a metade das rodas fora da vaga Christopher lembrou que eles não tinham pego as roupas para os shows, ele então voltou a estacionar na vaga e imediatamente virou para falar com Dulce.

Chris (preocupado): As roupas dos shows a gente esqueceu de pegar (Dulce assentiu lembrando das roupas). Você quer ir comigo pegar as roupas ou quer ficar aqui me esperando?
Dul (sussurra): Esperar.
Chris (preocupado): Ok eu já volto (Dulce assentiu, Christopher beijou a namorada nos lábios e seguiu para a sala de figurinos do RBD para pegar as roupas dos shows).

Quinze minutos depois Christopher retornou ao carro com cinco roupas para cada um, ele colocou as sacolas com as roupas e sapatos no banco de trás e saiu das dependências da Televisa rumo a casa dos pais de Dulce.

FIM DO FLASH BACK – 1

Chris (preocupado): Dul praticamente só chorou depois que a encontrei no estacionamento , ela somente falou quando perguntei se queria pegar as roupas comigo ou se ia ficar no carro.
Pedro (preocupado): E como foi depois que vocês saíram das dependências da Televisa?
Chris (preocupado): Foi assim .......
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 28, 2015 8:11 pm

FLASH BACK - 2

O trajeto percorrido entre á Televisa e a residência dos Saviñón foi realizado no maior silêncio. Quando chegaram á casa dos pais de Dulce, a própria ruiva abriu a porta de entrada da mesma e entrou calada direto para o quarto dela, Christopher preocupado seguiu a namorada e observou a mesma entrar no quarto, ligar o ventilador, fechar as cortinas e deitar na cama começando a chorar compulsivamente. Chris da porta somente observava a ruiva pensando em como agir, ele suspirou pesaroso e se aproximou de Dulce que continuava a chorar. O loiro sentou na cama e acariciou as costas da amada, ele deitou ao lado dela e tentou puxa – lá para ficar sob seu peito, mas a ruiva não quis continuando a chorar agarrada ao travesseiro. Christopher começou a ficar desesperado, pois Dulce desde que descobriu ser filha de Pedro Damián nunca mais havia negado a chance de consola – lá.
Do quarto de Claudia

Blanca que ajudava Claudia a cuidar das gêmeas viu a filha caçula passar para o quarto dela com uma expressão triste com o namorado em seu encalço, ela ficou mais alguns minutos ajudando sua primogênita e assim que pode foi até o quarto de sua caçula. Já Maria estava em seu quarto descansando.

No quarto de Dulce

Assim que Blanca entrou no quarto da filha caçula, Christopher correu até ela e contou tudo o que tinha acontecido desde a reunião de mais cedo culminando com a rejeição dela para com ele, os dois da porta ainda observaram Dulce por um tempo. A mãe da ruiva então pediu que a deixasse a sós com a filha para tentar acalma – lá, Chris quis questionar mais a sogra não lhe deu ouvidos e seguiu até a filha. Christopher sem muitas alternativas encostou-se ao batente da porta e observou a tentativa de Blanca de acalmar Dulce. Meia hora depois o choro sentido agora não passava de soluços, Dulce soluçava baixinho encolhida em sua cama. Blanca seguia ao lado da filha caçula sem saber o que fazer para acalmar a filha e Christopher ainda estava no pé da porta observando a namorada louco para se aproximar. Quando Chris resolveu se desencostar da cama para ir até Dul, Blanca se aproximou dele.

Blanca (ela suspira carinhosa): Eu sei o quanto é difícil ver ela sofrer, mas ficar assim não vai melhorar as coisas pelo contrário.
Chris (ele suspira pesaroso): Odeio ver ela sofrendo.
Blanca (ela suspira carinhosa): Eu também odeio mais ficar assim não resolve nada.
Chris (ele suspira): A nossa Bebê não para de chorar (Christopher franze a testa penoso por está vendo a namorada sofrer e não poder fazer nada). Como pode está tão tranquila?
Blanca (ela suspira): Não estou tranquila, mas preciso me controlar por ela ( a senhora a ponta a filha caçula de costa para os dois) e você precisa fazer o mesmo (Blanca vê Maria se aproximar do quarto de Claudia para perguntar se a mesma precisava de algo, a senhora chamou Maria). Maria leva o Chris para cozinha e sirva um copo de suco para ele.
Maria (sorrindo): Sim senhora.
Chris (ele suspira): Mas ... (Christopher ia falar algo mais Blanca o interrompeu).
Blanca (ela suspira carinhosa): Mas nada, você vai lá tomar seu suco e se acalmar (Chris assente mesmo contrariado, pois respeitava a sogra). Quando eu conseguir acalma – lá te chamo. Tudo bem? (Christopher queria dizer que não, mas não havia alternativa então apenas assentiu). Ótimo (a senhora beijou o genro carinhosamente no rosto).
Chris (ele suspira): Se precisar de mim me chama.

Blanca assentiu e seguiu para perto da filha caçula. Christopher olhou mais uma vez a namorada e saiu rumo a cozinha acompanhado de Maria que o seguiu. A senhora serviu um suco de uva, Chris tomou o suco e seguiu para sala acompanhado novamente de Maria que o vigiava para não voltar ao quarto de Dulce a pedido da patroa - amiga.

FIM DO FLASH BACK – 2

Chris (preocupado): E cá estou depois de ser expulso do quarto.
Pedro (preocupado): E a quanto tempo está ai?
Chris (preocupado): Não sei ao certo (ele olha a hora) talvez algo como meia hora.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 28, 2015 8:17 pm

Nesse exato momento Blanca apareceu na sala, Christopher viu a sogra se aproximar e sentar no sofá, ele fez o mesmo e ligou o viva voz para o sogro escutar e ser escutado.

Blanca (ela suspira cansada): A Bebê dormiu.
Chris (ele suspira mais calmo): Graças a Deus (Pedro do outro lado da linha agradecia a Deus também).
Blanca (ela suspira): Agora me conta o que aconteceu? (Christopher assente e já ia contar, mas foi interrompido por Blanca que apontava o celular querendo saber o que ele fazia, Chris que por um momento tinha esquecido de um dos sogros e tratou de explicar).
Chris (ele suspira): É o Pedro querendo saber como Dulce está.
Blanca (ela suspira): Ah entendo. Tudo bem Pedro?
Pedro (ele suspira): Agora está tudo bem e você como está?
Blanca (ela suspira): Agora tudo bem também. Me contem o que aconteceu?

Pedro Damián contou tudo para Blanca desde o inicio da reunião até o momento que Christopher Uckerman saiu da sala para ir atrás de Dulce, Chris por sua vez tratou de relatar para sogra do instante em que encontrou a namorada no estacionamento até a hora em que a senhora a viu chorando na cama. Os três após os relatos de Pedro e Christopher ainda conversaram por mais meia hora, depois o produtor precisou desligar.

Blanca (ela suspira): Vocês vão viajar amanhã a que horas?
Chris (ele suspira): Vamos viajar ás 14h57, mas o Pedro pediu para chegarmos no aeroporto amanhã ao meia o dia e meia para gente poder fazer todos os tramites do embarque com calma.
Blanca (ela suspira): Ele tem razão (Christopher assentiu). Para aonde vocês vão mesmo?
Chris (ele suspira): Para Santa Cruz, na Bolívia. Queria te pedir uma coisa posso?
Blanca (ela suspira): Claro pode pedir.
Chris (ele suspira): Queria pedir para que você e minha mãe darem uma força ao Pedro.
Blanca (ela suspira): Claro nos vamos ajudar Ângela a dar forças ao Pedro.
Chris (ele suspira): Obrigado (Blanca sorriu carinhosamente). Bom preciso ir na casa dos meus pais para fazer minhas malas.
Blanca (ela sorri carinhosamente): Pois vá com calma eu fico fazendo companhia a Bebê até você voltar,
Chris (ele sorrir por ver a sogra sorrir): Obrigado mais uma vez então (Christopher beija a sogra carinhosamente). Não demoro (ele se levanta e Blanca também).
Blanca (ela sorri carinhosamente): Demore o tempo que precisar, se quiser jantar com sua família fique por lá e jante.
Chris (ele sorri): Não eu prefiro vir logo para cá depois de fazer minhas malas.
Blanca (ela sorri): Pois então traga sua família, eu tenho certeza que eles vão querer passar mais tempo com você e já que quer ficar com sua namorada nada mais justo que eles também venham para cá.
Chris (ele sorri): Agradeço o convite vou falar com eles (Blanca assentiu). Bom vou lá quanto mais rápido eu for mais rápido eu volto.
Blanca (ela sorri): Vá mais não corra (Christopher assente). Quando chegar lá conversa com sua mãe sobre o convite para jantar aqui e me avisa se ela aceitou.
Chris (ele sorri): Pode deixar.
Blanca (ela sorri): Enquanto você vai lá fazer suas malas, eu vou fazer as malas da Bebê.

Christopher assente novamente, os dois então sobem para o quarto da ruiva e Chris pega a carteira e a chave.

Blanca (ela surra): Até já
Chris (ele sussurra também): Até já (Christopher beija a sogra carinhosamente, ele já ia deixar o quarto quando lembrou de algo). Ah lembrei de uma coisa eu deixei umas sacolas no carro com nossas roupas e sapatos para os shows (Blanca assente). Eu vou levar as sacolas, eu coloco minhas coisas na malas e trago para gente colocar as coisas da Dul na mala dela (Blanca assente novamente. Christopher beija a sogra carinhosamente novamente e segue para casa dos pais para fazer as malas. Blanca olha o genro deixar o quarto da filha caçula e começa a arrumar as malas dela).
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 28, 2015 8:25 pm

Uma hora depois de Christopher Uckerman ir á casa da família Uckerman, Chris volta á residência dos Saviñón com os pais, ele carregando suas malas, Luís a sacola dos sapatos da ruiva e Alexandra com as sacolas das roupas da nora. Os três cumprimentam Fernando, Rodrigo, Bianca, Flávio, Claudia e as gêmeas.

Fernando (sorrindo): Aceita um drinque Luís?
Luís (sorrindo): Claro.
Fernando (sorrindo): Vamos lá no bar então? (Luís assente, ele passa a sacola dos sapatos para a esposa e os dois seguem para o bar que ficava do outro lado da sala).
Alê (sorrindo): Onde está minha amiga? (a senhora se referia a Blanca).
Chris (sorrindo): E minha namorada?
Clau (ela sorri segurando a Sam): As duas estão no quarto da Dul.
Flávio (ele sorri segurando a Flávia): Blanca está tentando convencer a Bebê a descer para ficar com a gente.
Bibi (sorrindo): Mamãe está lá tentando convencer a Bebê a pelo menos dez minutos.
Rodrigo (sorrindo): Pelo visto ela não está conseguindo.
Chris (sorrindo): Vou lá então tentar ajudar a minha sogra e levar minhas malas lá para cima (Claudia, Flávio, Bianca e Rodrigo assentem).
Alê (sorrindo): Vou com você filho para levar as sacolas da Dulce para colocar na mala dela (Chris assente).
Chris (sorrindo): Já voltamos gente (Claudia, Flávio, Bianca e Rodrigo assentem novamente. Christopher e Alexandra sobem para o quarto de Dulce, ele carregando as malas dele e ela levando as sacolas da ruiva).

No quarto de Dulce

Já eram oito da noite e Blanca estava á quinze minutos tentando convencer a filha caçula a descer para jantar com a família, com os sogros e com o namorado dela.

Blanca (ela acaricia os cabelos da filha caçula): Bebê, por favor, vamos descer para jantar hum? (Dulce mais uma vez não responde). O Chris e seus sogros já devem está chegando.
Alê (a senhora entra no quarto sorrindo segurando duas sacolas para ruiva): Já chegamos Blanquita (Balanca que estava de costas para porta, ela se vira e sorri vendo amiga e o genro entrando, Chris segue para o canto do quarto e coloca suas malas junto com as malas da namorada, Alexandra se aproxima da nora e de Blanca e segue falando). Oi Blanquita! (Alê beija amiga e depois a nora). Oi minha Bebê querida! (Christopher se aproxima das três e deita de frente para namorada).
Chris (ele beija a namorada carinhosamente nos lábios): Oi Bebê (Dulce não fala nada mais o abraça com carinho).
Blanca (ela olha as duas sacolas na mão de Alexandra): São as roupas e sapatos da Dul amiga? (Alexandra assente). Me deixa guardar então logo na mala dela (Alê entrega as sacolas para Blanca e a mesma vai até as malas da filha para guardar os sapatos e as roupas dos shows dela).
Alê (ela senta onde Blanca estava e acaricia os cabelos da ruiva): Viemos jantar com vocês Bebê (Chris sorriu assentindo enquanto Blanca já estava em frente a mala da filha guardando as roupas e os sapatos para show em uma das malas).
Dul (sussurra): Não tenho fome.
Chris (ele dá um beijo na testa dela): Vamos descer pelo menos para fazer companhia para nós? (a ruiva negou abraçada a ele). Afinal somos suas visitas aqui.
Dul (sussurra): Não fui eu que chamei vocês.
Alê (sorrindo): Eita depois dessa esnobada acho melhor irmos embora Chris (A senhora pisca para o filho, Blanca volta para perto dos três após terminar de arrumar as coisas da filha caçula para viagem dela).
Blanca (seria): O que é isso Dulce Maria? (Alexandra sorri e Christopher também demonstrando a Blanca que não se preocupasse que estava tudo bem, a senhora assentiu mais continuou falando com a filha seria). Isso é jeito de tratar as visitas, principalmente sua sogra e seu namorado peça desculpas Dulce.
Dul (ela sussurra chorosa): Desculpa (ela suspira ainda abraçada ao namorado, o pedido de desculpas saiu meio baixo e Blanca falou a filha que pedisse desculpas novamente).
Blanca (seria): Ninguém ouviu Dulce peça desculpas de novo e dessa vez olhando nos olhos deles.

Os três tinham ouvido o pedido de desculpas mais foi realmente muito baixo, Dulce então se solta dos braços do namorado e senta de modo que Alexandra e Christopher olhassem para a mesma e eles a olhassem para ela, todos sérios principalmente Blanca que espera o pedido de desculpas da filha caçula aos convidados de forma audível.

Dul (ela fala chorosa): Me desculpa Alê! Me desculpa Chris!
Chris (serio): Tudo bem nós te desculpamos (Alexandra assente e ele acaricia a mão esquerda dela).
Alê (seria): Mas (Alexandra para de falar, Dulce olha expectante e Christopher e Blanca sorriem discretamente imaginando aonde Alexandra queria chegar) eu exijo sua companhia no nosso jantar como pedido de desculpas também ( os três olham expectantes esperando a resposta de Dulce).
Dul (ela suspira tímida): Ok eu vou descer para jantar com vocês (Blanca, Alexandra e Christopher sorrirem felizes pele decisão da ruiva).
Alê (sorrindo): Ótimo assim está realmente desculpada (Christopher assentiu sorrindo).
Blanca (sorrindo): Vamos descer Alê? (Alexandra assente sorrindo). Bebê já arrumei suas malas para sua viagem (Dulce assentiu). Estamos esperando os dois lá em baixo não demorem (Christopher e Dulce assentem).
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Mar 28, 2015 8:34 pm

As duas senhoras descem para se reunir com Fernando, Luís, Bianca, Rodrigo, Claudia, Flávio e as gêmeas. Christopher e Dulce ficam a sós no quarto dela, Chris senta sorrindo e puxa a namorada para seu colo. O loiro abraça a sua ruiva carinhosamente tentando passar todo amor, carinho e cumplicidade. Ela apesar de toda angustia e tristeza que refletiam em seus olhos sentiu cada sentimento que vinha do namorado, mas Dul não conseguiu verbalizar tudo que sentia e que queria, a única palavra que conseguiu dizer foi.

Dul (ela suspira): Te amo.
Chris (carinhoso): Eu também te amo

Christopher beija a namorada carinhosamente, eles passaram longos minutos aos beijos, mas logo são interrompidos por Claudia gritando do topa da escada chamando por eles. A irmã mais velha de Dulce clamou pela presença de ambos, pois estava faminta e suas gêmeas que no momento estavam acordadas iriam querer mamar. Chris então avisou que estava descendo com a namorada, eles levantaram da cama, a ruiva já começava a sair do quarto quando Christopher a abraçou novamente, beijou a testa dela e em seguida deu a mão a Dulce e os dois seguiram para sala a fim de encontrar as famílias de ambos e jantarem todos juntos.

Assim que o casal desceu, jantar foi servido e todos comer em meio a conversas animadas que giram em torno dos mais diversos assuntos, mas nada a haver com RBD. A ruiva apesar de querer se manter alheia aos diálogos não resistiu aos sorrisos ainda sem dentes das gêmeas e logo começou a dialogar com Clau sobre as meninas. O resto da noite foi tranquila após a sobremesa Claudia se retirou para dar de mamar as gêmeas com ajuda de Flávio, os dois aproveitaram e se despediram de todos, Clau e Flávio Clau e Flávio colocaram as filhas no berço e depois deitaram em sua cama de casal, pois iriam levá – las bem cedo ao pediatra. Alexandra e Luís foram embora ás onze da noite e Rodrigo foi logo em seguida sob protestos da namorada. Ás onze e meia da noite só restavam na sala Blanca, Fernando, Bianca, Christopher e Dulce que já dormia sob o peito do namorado.

Bianca (sorrindo): Tem alguém que já capotou (ela sorriu olhando a irmã ressonar tranqüila).
Blanca (sorrindo): Ela ainda está tomando os comprimidos?
Chris (sorrindo): Sim Estella recomendou que eu continuasse a dar de manhã a metade da metade do comprimido e a noite metade do comprimido por duas semanas, depois passasse a dar metade da metade do comprimido somente a noite por mais duas semanas.
Fernando (sorrindo): É por quê não pode parar do nada né?
Chris (sorrindo): Exatamente (ele olha para namorada). Tem mais uma semana para continuar a dar de manhã a metade da metade do comprimido e a noite metade do comprimido (Christopher pega a namorada com cuidado e coloca no colo dele), depois vou passar a dar só a noite por mais duas semanas até o dia dois de maio (Dulce já acomodada no colo dele ressona tranqüila com a cabeça sob o peito dele).
Fernando (sorrindo): Família vou me deitar amanhã acordo cedo.
Bianca (sorrindo): Vou me deitar também porque se chegar um segundo atrasada meu chefe me chama atenção.
Fernando (sorrindo): Chamo mesmo porque temos que dar o exemplo.
Bianca (sorrindo): Está certo por isso não discuto e muito menos chego atrasada (Fernando, Blanca e Christopher sorriem. Bianca levanta e cumprimenta a todos). Boa noite a todos e boa viagem Chris.
Blanca (sorrindo): Boa noite.
Fernando (sorrindo): Boa noite.
Chris (sorrindo): Boa noite e obrigado cunhada (Bianca assente, beija a irmã e segue para o quarto para domir).
Fernando (sorrindo): Boa noite amor (ele beija a esposa). Boa noite Chris e boa viagem para vocês (o senhor cumprimenta Chris e beija a filha caçula). Qualquer coisa liga para gente (Christopher assente e Fernando segue para o quarto dele e da esposa).
Blanca (sorrindo): Vamos deitar também? (Christopher assente). Então boa noite e boa viagem para vocês (a senhora beija Christopher e beija Dulce). Como disse Fernando qualquer coisa liguem.
Chris (sorrindo): Obrigado e boa noite para senhora também (ele beija a senhora também). Ah eu já falei com ela para dar um força ao Pedro junto com você (Blanca assentiu). A minha mãe disse que vai com a senhora nos levar ao aeroporto? (Christopher levantou do sofá com a namorada nos braços).
Blanca (sorrindo): Falou sim, ela vem as dez e meia para nos duas levarmos vocês (Chris assentiu). Vamos lá eu te ajudo com a Bebê e depois vou me deitar (Chris assente novamente e sobe para o quarto da namorada com a mesma nos braços com Blanca atrás dele para ajudar ao genro).

No quarto de Dulce

Christopher entrou com Dulce em seu colo com Blanca atrás dele, a senhora entrou no quarto da filha caçula desfez a cama da mesma e se retirou dos aposentos após beijar mais uma vez o genro e a filha. Chris depois de sogra deixar o quarto, ele deitou a namorada na cama, trancou a porta que Blanca tinha apenas fechado e despiu Dul deixando a ruiva somente de calcinha, ele em seguida tirou a própria roupa ficando de cueca tipo short e deitou na cama dormindo quase instantaneamente ao lado de sua Bebê.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Abr 18, 2015 8:18 pm

17 de abril – Quinta - feira

Onze e meia em ponto Dulce e Christopher chegaram ao aeroporto acompanhados de Blanca e Alexandra, Dul e Chris fazem o check in e ficaram curtindo as mães um pouco. Na hora que os caçulas da banda adentraram o local se encontravam ali apenas os seguranças, Lusillo e Carolina Palomo. Anahí, Alfonso, Maite, Christian, BJ, Catire, Charlie, Bicho, Eddy, Guido foram chegando aos poucos e fazendo o chek in. Á uma da tarde Lusillo pediu que todos se despedissem de seus familiares e entrassem para fazer o embarque com calma. Ale e Blanca então se despediram de seus filhos e viram os dois entrarem com os demais no salão de embarque. Após todos os tramites do embarque todos entraram na aeronave e ás duas e cinqüenta e sete decolaram rumo á Santa Cruz na Bolívia. Dez horas e vinte e três minutos depois o RBD, seus seguranças, músicos, Lusillo, Carolina Palomo e os demais passageiros pousaram em Lima no Peru ás vinte e quarenta e sete para trocar de aeronave e seguir para Santa Cruz na Bolívia. Todos os passageiros em conexão esperaram por uma hora e quarenta e oito e embarcaram novamente com destino a Santa Cruz na Bolívia e ás vinte e trinta e cinco a aeronave decolou e ás duas e vinte o avião finalmente pousou em Santa Cruz.

18 de abril – Sexta - feira

Santa Cruz, Bolívia – 4h da manhã

RBD, seus seguranças, músicos, Lusillo, Carolina Palomo já se encontraram em seus quartos no Hotel Palacios. Todos tinham saído do aeroporto direto para o hotel e assim que fizeram os chek in dos seus quartos, eles subiram para os mesmos e foram descansar.

Algumas horas depois Christopher desperta sentindo um frio incomum em seu peito, ele abre os olhos e olha para seu tórax e não vê Dulce deitada em seu peito. Chris então senta na cama e percorre o quarto a procura da namorada, ele já ia levantar, mas olha para a varanda e encontra sua ruiva olhando o horizonte de Santa Cruz. Ele suspira pesaroso, levanta da cama e vai ao banheiro. Quinze minutos após sair do banheiro Christopher segue até a varanda e nota que sua Bebê ainda está do mesmo jeito quando a viu da cama, ele segue até ela e para atrás da mesma.

Chris (sorrindo): Que milagre foi essa minha Bebê acordou primeiro que eu? (Dulce estremeceu de susto por está distraída, Christopher logo se desculpa ao notar que ela se assustou). Me desculpa Bebê não queria te assustar (Chris a pega no colo e senta com ela na cadeira, Dul assente lhe dizendo que o desculpava). Tudo bem? (Dulce secou as lágrimas, mas ele percebeu que a namorada estava chorando e no mesmo instante ficou serio e preocupado). Está chorando Bebê?
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Admin em Sab Abr 18, 2015 8:20 pm

Para desespero de Christopher, a namorada não responde pelo contrário, ela vira de encontro ao namorado e o abraça se escondendo dos olhares do mesmo.

Chris (serio e preocupado): Bebê o que houve? (Dulce suspira e responde ao namorado tentando acalmar o mesmo na tentativa de encerrar o assunto com uma evasiva).
Dul (ela sorri o olhando nos olhos): Nada de mais só me lembrei que daqui alguns dias comemoramos um ano o e quatro meses.

Christopher sorriu lembrando que dia 21 de abril de fato comemorariam mais um aniversário de namoro, mas a ruiva piscou seguidas vezes mostrando que mentirá e aquele não era o motivo das lágrimas.

Chris (serio e preocupado): Está mentindo Dulce Maria essas lágrimas (ele suspira secando as lágrimas dela) não são de uma lembrança feliz (ela suspira tentando negar, mas logo cai em pranto e o abraça escondendo o rosto sob o peito dele novamente). Bebê me diz o motivo desse choro?

Dulce Maria negou balançando a cabeça negativamente, ela o abraçou fugindo dos olhares do namorado, ele por sua vez suspirou preocupado e tentou sem sucesso saber o que acontecia, mas Dulce mais uma vez negou – se a conversar. Christopher apesar de quer saber o que acontecia resolveu não insistir, afinal o loiro desconfiava que sabia o motivo do abatimento da namorada. O termino do RBD com certeza era o motivo daquelas lagrimas de Dulce e Chris estava certo, a ruiva não se conformava com o fim da banda, o que Dul não tinha se tocado era que ela se encontrava sim triste mais a ruiva se sentia muito mais dolorida por saber que o pai, Pedro Damián, também sofria. Os dois ficaram ali por mais alguns minutos, retornaram ao quarto. Christopher ofereceu um copo de suco com remédio, depois o casal tomou banho junto, pediu o almoço, comeram e após comer ficaram deitados namorando. No final da tarde os dois saíram da cama, tomaram banho e saíram para passear no hotel. Ás onze da noite Christopher e Dulce voltaram ao quarto, colocaram seus pijamas e deitaram. Chris quase dormia quando se lembrou de dar o remédio a namorada, Dul sonolenta tomou o comprimido e o casal logo adormeceu.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar dar dor (continuação) POST INÉDITOS

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum