Só o amor pode salvar da dor

Página 2 de 13 Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:32 pm

Chris: Quando chegarmos quero conversar com você Bebê.
Dulce: Depois vou estar cansada e com sono.
Chris: Que desculpa podre Dulce, não pode estar com sono dormiu mais que todos nos.
Dulce: Tudo bem não estou pronto, mas não to afim de falar satisfeito. Se for para me encher melhor nem começar.
Chris: Não quero te encher, só quero conversar.
Dulce: Quer saber Christopher esse papo já deu. Tchau vou voltar para o lado da Mai.
Chris: Mais uma vez fugindo, vamos ver até quando vai querer brincar de gato e rato para esconder o que está sentindo pensei que fosse mais corajosa.
Dulce: Deixa-me passar.
Chris: Claro a vontade ratinha.
Dulce: Idiota (ela suspira enfurecida). Te odeio Christopher.

Dulce chega atacada ao lado da amiga falando sozinha e xingando Christopher.

Mai: Eita. O que houve?

Dulce mal senta e já levanta, pois não estava a fim de responder perguntas e acabar se estressando mais. Ela foi até a aeromoça e pediu um copo de uísque forte. Maite suspirou e levantou da poltrona para perguntar o que houve a Christopher, quando vê a amiga bebendo sendo observada pelas moças. No mesmo instante ela chama Chris rapidamente.

Mai: Chris vem aqui. (Christopher vem rápido). Aquelas moças ali (ela indica apontando as mesma) estão falando da Dulce com uma revista na mão será que ....
Chris: Não sei Mai, mas tira ela de lá e eu vou averiguar.

Maite vai até Dulce.

Mai: Bebê me desculpa. Vamos voltar para as poltronas hum, daqui a pouco vamos pousar.
Dulce: Não estou afim quero ficar aqui tomando uísque.
Mai: Se o problema é a bebida, nos levamos pronto.
Dulce: Jura.
Mai: Sim. Poderia nos dar a garrafa, por favor.
Aeromoça 1: Não é permitido senhora.
Mai: Moça iremos consumir a garrafa, o que custa nos dar. Melhor do que ficar lhe chamando todo minuto.
Aeromoça: Senhora são normas da empresa.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:33 pm

Enquanto isso Christopher conversava com outra aeromoça 2 na parte da frente da classe executiva.

Chris: Poderia me ver a garrafa de uísque?
Aeromoça 2: Senhor não é permitido.

Chris: Eu sei que não, mas é por uma boa causa, por favor. Meus amigos e eu estamos comemorando o niver da ruivinha ali.
Aeromoça 2: Dulce Maria não é? Não sei o que tem para comemorar com a vida exposta pelo México todo.

Voltando com as meninas

Mai: Vamos Dul.
Dulce: Você prometeu Mai assim não vou.
Mai (com toda a paciência do mundo) Dul, por favor, depois você bebe sempre que te prometo algo eu cumpro.
Dulce: Está bom eu volto.

Maite e Dulce vão sentar.

Mai: Obrigada Bebê.

Com Christopher

Chris: Dulce é uma pessoa muito especial, merece respeito se não quer cooperar tudo bem, mas não ofenda quem não conhece e principalmente minha amiga.
Aeromoça 2: Tudo bem desculpa. Está certo isso não me diz respeito. Vou pegar a garrafa para você (aeromoça pega a garrafa e dá a Christopher). Pronto mais uma vez desculpa.
Chris: Tudo bem está desculpada o incidente já está esquecido.

Christopher com a garrafa em mãos volta ao seu lugar e entregando á garrafa a Dulce que trata de pegar a mesma rapidamente.

Chris: Ei calma a garrafa não vai fugir (ele olha surpreso). Ainda se diz obrigado viu mocinha.
Dulce: Não enche Christopher voltou para me perturbar foi que saco.
Chris: Então se é assim me devolve a garrafa já que eu encho seu saco. (ele pega a garrafa da mão dela).
Dulce (manhosa): Não você me deu devolve Chris.
Chris: Não vou levar para aeromoça ( ele levanta e Dulce também).
Dulce: É meu me dá (quase chorando).
Mai: Chris devolve a garrafa da Bebê. (Christian que está do lado de Christopher sussurra mandando ele tomar um gole). Mas é para beber devagar Dul não para acabar com a bebida de uma vez só, não pode ficar bêbada pode ter gente esperando a gente no aeroporto.

Christopher bebe um gole e devolve a bebida a Dulce que bebe de novo. Os amigos vendo a confusão resolvem beber junto com a amiga para que ela não acabe sozinha com a garrafa.

Pollito: Eu quero ruiva.
Poncho: Eu também quero.
Any: Eu também.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:35 pm

A bebida vai passando de mão e mão diminuindo a quantidade do uísque, a medida que diminuía a cara de desolada da Dulce com medo que não chegasse nada na vez dela era algo cômico, mas todos faziam um esforço para não rir.

Dulce (emburrada): Ei a garrafa era minha sabiam? Não vão deixar nada não é?
Chris: Mas está uma pimenta hoje heim, toma sua mãe não ensinou a dividir não? E outra coisa a garrafa de uísque não é sua e sim da aeronave.

Todos começaram a rir não aguentaram depois do que Christopher falou deixando a ruiva irritadíssima. Dulce saiu chorando de tão irritada e por ter sido lembrada do que estava vivendo quando Chris falou “sua mãe não ensinou a dividir não”.

Mai: Vocês pegaram pesado com a Dulce já não está bem, ainda ficam provocando.
Pollito: Só queríamos ajudar. Você falou que ela estava bebendo rápido, resolvemos beber para ela não acabar com tudo sozinha.
Chris: Tem razão Mai. Eu sou o maior culpado não devia ter dado a garrafa já que vocês não tinham conseguido e ela já estava até sentada e depois ainda fiquei provocando. Vou lá pedir desculpas para minha Bebê.
Mai: Esquece Chris não tem culpa só quis ajudar, ou melhor, todos só quiseram ajudar. Mas não vai lá agora não deixa a Bebê se acalmar mais tarde conversamos com ela.

Todos ficaram zangados consigo mesmo por terem magoado a Dulce. Maite ficou olhando a amiga de rabo de olho que estava encolhidinha na poltrona ao lado chorando baixinho, morrendo de vontade de ir falar com ela. Dez minutos depois o avião finalmente pousava em solo Romeno. Dulce foi a primeira a sair com Oso, o restante foi saindo de um a um com um segurança. No carro a ruiva sentou na frente ao lado de Oso, onde estaria Pedro, que acabou sentando com os meninos.

Pedro: O que houve com a Dulce?
Mai: Está chateada com a gente.
Pedro: Percebe. Mas por quê?
Any: Nada de mais.

Estavam com medo de Pedro brigar por estarem bebendo em horário de serviço (apesar de estarem viajando antecipadamente poderia ter algum fã e encontrarem alguém bêbado não seria legal). Sempre tinham o cuidado de beber com moderação, o dia que resolvessem beber a beber até cair tinha que ser em local privado.

Poncho: Daqui a pouco está tudo bem de novo. Sabe que a ruiva gosta de se isolar as vezes.

Pedro resolveu deixar para lá, depois perguntaria para Christopher que estava entranho também.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:35 pm

Oso com Dulce

Oso: Tudo bem Dul?
Dulce: Não. Posso te abraçar Osito?
Oso: Que pergunta lógico, não precisa nem pedir Bebê.

Dulce abraça o segurança forte voltando a chorar, Oso nada falou só ficou fazendo carrinho na ruiva. Os dois tinham uma relação muito bonita, de amizade se conheciam desde Clase 406. Oso considera Dulce como uma filha que não possuía, pois seus filhos eram todos homens. Quando chegaram ao hotel todos desceram menos Oso, Pedro e Dulce que estava agora no banco de trás enquanto Pedro e Oso conversavam na frente do carro.

Oso: Pedro posso levar a Dulce para dar uma volta?
Pedro: Mas nem nos acomodamos ainda, ela já quer sair.
Oso: Ela não está legal, a ideia de sair foi minha.
Pedro: Está certo cuidado com meu tesouro.
Oso: Pode deixar. Liga para mim avisando com que quarto ficamos.
Pedro: Ok. Te mais tarde.

Oso entra no carro.

Oso: Pronto. Ricardo nos leve a um lugar tranquilo, por favor.

Ricardo levou Oso e Dulce em uma praça muita linda com uma fonte, arborizado com bancos, área de lazer, ciclovia e pista para caminhar.

Ricardo: Chegamos Oso.
Oso: Dul. Dulce.
Dulce: Hum.
Oso: Chegamos.
Dulce: No hotel certo.
Oso: Já vi que estava voando heim. Nos chegamos na praça. Trouxe você aqui para te tirar daquela confusão toda. Sei que deve está querendo ficar sozinha.
Dulce: Obrigada Osito.

Os dois saem do carro.

Oso: Vou ficar logo atrás de você, mas com uma certa distancia combinado.
Dulce: Combinado, depois posso ir a um bar quando sair daqui.
Oso: Não sei Dul falei que não demorava com você.
Dulce: Ah Osito (fazendo manha).
Oso: Vamos dar uma volta vemos isso dependendo do horário que sairmos daqui.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:37 pm

Enquanto isso no Hall do Hotel Maite, Alfonso, Anahí, Christian e Christopher atendiam aos fãs que estavam hospedados ali, assim como eles agora. Os fãs tiravam fotos pediam autógrafos, ou apenas conversavam, apesar da euforia sentiram a falta da Dulce. Poncho e os demais explicaram que ela já tinha subido ao quarto porque não se sentia bem. Todos desejaram melhoras a ruiva e se dispersaram logo em seguida. Após atenderem aos fãs pegaram suas chaves e se deslocavam para seus quartos.

Dentro do elevador

Poncho: Cadê a ruiva?
Any: Não sei a ultima vez que eu a vi estava no carro.
Pollito: Eu também.
Chris: Falei que devia ter ido falar com ela.
Mai: Calma gente. Vamos perguntar ao Pedro.
Chris: Pode deixar que eu pergunto.
Poncho: Avise a gente quando souber de algo.

Christopher vai ao quarto de Pedro,ele bateu na porta uma, duas, três vezes. Pedro demorou atender porque estava na varanda falando no celular com Oso. Ele atende a porta, pede para Chris entrar e esperar um instante.

Pedro: Ela está bem? Chorando? Sabe por quê?
Oso: Não sei não quis me intrometer, mas deve ser pelo que está acontecendo com ela.
Pedro: Não sei o que fazer Oso. Meu Bebê já está sofrendo tanto não quero piorar as coisas.
Oso: Eu também não saberia o que fazer amigo. Só lhe aconselho que pense antes de tomar qualquer decisão. Que horas são?
Pedro: Meia noite. Que horas vão voltar Oso? Já está tarde.
Oso: Meia noite aqui, mas no México ainda é cedo ninguém vai conseguir dormir agora.
Pedro: É verdade só um instante.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:38 pm

Pedro e Christopher

Pedro: Diga Chris.
Chris: Onde está a Dulce? Ela sumiu.
Pedro: Oso está com ela. Está tudo bem não se preocupe.
Chris: Fico mais tranquilo. Onde vamos comer? Estamos com fome.
Pedro: Já providenciei isso já deve esta chegando nosso lanche.
Chris: Beleza então estou indo.
Pedro: Fica ai preciso conversar com você.

Christopher assentiu e Pedro voltou a falar com Oso.

Pedro: Pedi o lanche de vocês não demorem. Já estava esquecendo disso.
Oso: Daqui a pouco estamos indo. Ah Pedro ela quer passar em um bar. Posso leva – lá
no do hotel já que pediu o nosso lanche?
Pedro: Pode sim lógico. Avise quando chegar podemos até nos reunir por lá. Te mais.
Oso: Até em quinze minutos no máximo estamos de volta.

Voltando a conversar com Christopher.

Pedro: E ai querido genro anda se comportando com a minha filha?
Chris (rindo): Estou lógico não posso sair da linha porque se você não me matar, o senhor Fernando me mata com certeza.

Pedro: Olha o Oso disse que a Dulce está querendo ir a um bar, sugeri aqui do hotel porque já pedi o lanche deles também. Vamos todos para lá?
Chris: Melhor não Pedro a Dulce ontem bebeu muito, se deixar hoje vai acabar virando rotina.
Pedro: Está certíssimo melhor avisar ao Oso então.
Chris: Não vamos descer e esperar os dois lá embaixo e lanchar no bar mesmo só que com refrigerante. Porque se ligarmos para ele, a Dulce vai acabar se irritando e não vai querer voltar sem passar no bar e não vamos conseguir impedir.
Pedro: Vamos descer então.
Chris: Vou chamar o pessoal.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:38 pm

Dulce enquanto Oso falava com Pedro relembrou tudo que tinha acontecido com ela desde festa no dia do aniversario dela.

Denise: Não sabe o que descobri priminha, sua vida não é o conto de fadas que pensa que é.

Dulce: Não estou entendendo priminha.

Denise: Irei explicar. Você sabia que é adotada? Isso mesmo ADOTADA. Meus tios não são seus pais. Nunca desconfio lesada. Você é tão diferente.

Dulce: Não foi um sonho. Eu, eu sou adotada? É verdade Ivi?

Ivi: É sim, mas isso não importa. Todos te amam e .......

Dulce: Mentira é importante sim. Não ia gostar se fosse com você. Quero dormir, acordar e isso tudo não vai passar de um sonho ruim.

Fernando: Filha vamos para casa.

Dulce: Dá para sair de perto de mim, não falo com mentirosos. E não vou a lugar algum com o senhor .......

Fernando: Ivi já está pagando a conta, vamos.

Dulce: Está pagando porque quer, não vou embora agora dá para entender ou vou ter que desenhar ........

Fernando: Chega Dulce Maria (chegando perto dela)

Ivi: Olha para mim. Seus pais te amam do mesmo jeito que amam suas irmãs. Sei que está doendo muito, mais vai passar prometo.
Ivi: Dul?

Dulce: Hum (quase dormindo sendo vencida pelo efeito da bebida, que a minutos atrás era agitação pura).

Ivi: Soninho. Dorme então Bebê qualquer coisa me chama está bem?

Dulce: Mensa. Fala logo (ela fez bico e coçou os olhos).

Ivi: Ok não precisa fazer bico. Só quero que saiba que te amo muito e a hora que precisar de mim e quiser conversar sabe meu telefone e o principal onde me achar combinado.
Dulce: Também te amo amiga. (as duas se abraçam). E está combinado e se precisar quero que faça o mesmo ok.

May: Ela está mesmo cansada nem acordou quando mexi nela. Que cara são essas?

Chris: Nossa está dormindo ainda oh sono. O que fez com nossa Bebê em Christopher?

Chris: Bebê acorda.

Chris: Temos que entrar, depois você dorme de novo vem.

Dulce: Me leva no colo.

Dulce despertou de suas lembranças quando Oso lhe chamou avisando que estava na hora de voltar, ela limpou ás lágrimas que saíram de seus olhos sem ao menos perceber e se dirigiu ao carro. Oso avisou que eles iam ao bar do hotel porque Pedro tinha pedido lanche para todos.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:39 pm

Vinte minutos depois já estavam todos reunidos em uma grande mesa, inclusive Oso e Dulce. Todos estavam decidindo o que iriam beber.

Garçom: Já decidiram?
Pedro em nome do grupo respondeu: Coca - Cola de 2 litros, Suco de abacaxi com hortelã, Fanta Uva de 600 ml.
Dulce: Não quero isso.
Garçom: O que quer moça?
Dulce: Cerveja longueneck.
Pedro: Não Dulce sem bebidas alcoólicas hoje.  
Dulce: E porque isso? Não estamos no horário de trabalho.
Pedro: Amanhã temos compromisso pela manhã, não quero ninguém de ressaca.
Dulce: Oso você mentiu para mim disse que íamos ao bar beber.  
Pedro: Ele não mentiu, eu que quando soube disse a ele que queria todos aqui lanchando juntos no bar, mas sem bebida alcoólica.  
Dulce: Mentiu sim ele não me avisou disso.
Oso: Não sabia que não ia ter bebidas Bebê.

Dulce se levantou da mesa e saiu direto para recepção.

Pedro: Droga se eu soubesse que ia dar nisso tinha deixado ela pedir essa bendita cerveja era só controlar a quantidade. Agora ela saiu chateada e o pior sem comer.
Chris: Fez o certo Pedro como lhe expliquei antes de descer a Dulce bebeu demais ontem se deixasse hoje de novo, amanhã ia querer beber outra vez e ia acabar virando rotina beber todos os dias.
Mai: Vou lá levar o lanche dela e ver se come pelo menos o sanduíche. Vou levar essa Fanta para dividir com ela. Boa noite gente nos vemos amanhã.
Todos: Boa sorte Mai e até amanhã.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:47 pm

Recepção

Dul: Boa noite. Queria a chave do quarto no nome de Dulce Maria.
Recepcionista: Aqui senhorita. Boa estadia.
Dul: Obrigada.

Dulce se encaminha para o elevador e vê Maite correndo para alcança – lá.

Mai: Espera Dul seu lanche.
Dul: Obrigada. Estou mesmo com fome.
Mai: Podemos comer juntas?
Dul: Claro. No meu ou no seu quarto?
Mai: No meu comemos e assistimos televisão
Dul (rindo): E entende romeno por acaso? Porque eu não entendo.
Mai: Claro que não bobinha, mas existe canal em espanhol (ela deu língua para a ruiva).

As duas saem do elevador e se dirigem ao quarto de Maite. Comem seus lanches com Fanta Uva, mas sem antes Dulce tentar convencer amiga a olhar a geladeira para ver se tinha bebida alcoólica. Mai olhou, mas disse que tinha apenas refrigerante, suco e água era mentira, só não queria a ruiva metida em confusão porque iam acabar descobrindo.

Mai: Está uma delicia né Bebê (Maite se sujou e corre sem dá tempo de Dulce responder).

Maite vai ao banheiro lavar as mãos, Dulce enquanto esperava amiga ficou vendo teve em um canal espanhol e toma um susto ao ver um reclame de um programa de fofocas que iam falar dela e do RBD que já se encontrava na Romênia. Mai voltou do banheiro e reparou que amiga estava estranha, tinha parado de comer e deixava o sanduíche de lado no exato momento que voltava.

Mai: Desculpa sai sem deixar você responder, o que ia falar?
Dul: Que está gostoso mesmo, mas não quero mais perdi a fome. Vou indo depois nos falamos.
Mai: O que aconteceu agorinha estava com fome? Por que ficou triste de repente?
Dul: Não é nada já vou.

Maite fica sem entender o que estava acontecendo, a morena ainda tenta ir atrás da amiga, mas Dulce corre para quarto caindo na cama chorando muito, só podia ser um pesadelo o fato de ela ser adotada tinha vazado e agora todos sabiam. A ruiva tentou ligar para Ivi, mas amiga não atendeu, Dul deixou um recado em meio a soluços desesperada dizendo:

“Ivi que descobriram que sou adotada e a essa hora é capaz do mundo todo já está sabendo. Quero morrer”.

Dulce desesperada com o fato de ser adotada e com tudo que tudo que isso representava em sua vida chorou incessantemente e acabou adormecendo de tanto chorar.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:49 pm

Depois da reunião no bar, todos foram para seus quartos tentar dormir. Christopher assistia televisão quando viu uma matéria sobre Dulce e o RBD (a matéria que Dulce viu o reclame). Na matéria o apresentador contava bomba do momento Dulce Maria do RBD É ADOTADA, ele relatava como tudo aconteceu contando aos telespectadores que a ruiva do RBD descobriu que era adotada no dia do seu vigésimo primeiro aniversario, que sua própria prima tinha contado tudo em meio ao um churrasco com vários convidados e que Dulce não tinha recebido a noticia muito bem segundo sua prima.

O apresentador chama um repórter ao vivo dizendo que tentou conversar com a família da ruiva, mas ninguém quis se pronunciar. Somente Denise falou aos jornalistas (agora mostrava a entrevista da Denise) “Minha prima merecia saber a verdade só fiz o que achei certo”. “Está revoltada chegou a fugir de casa e foi achada em um bar bebendo somente amiga dela conseguiu tirar ela de lá. Meu tio bem que tentou, mas desistiu depois de quase levar uma garrafada” “Dulce não se encontra em casa desde ontem a noite”. Denise finalizou dizendo a prima que sentia muito e que ela voltasse a se comunicar com a família porque estavam todos preocupados.

A reportagem acabou e o apresentador mostrava todas as revistas mexicanas que repercutiam a bomba do momento.

Títulos da revistas: Dulce Maria do RBD descobre que é adotada; Quem são os verdadeiros pais da ruiva do RBD? O apresentador cita mais algumas revistas, depois ele começa uma entrevista com um psicólogo falando que os pais de Dulce Maria omitiram a verdade a filha. Pergunta se eles agiram certo? O que fazer numa situação dessas? E pergunta como ele acha que a ruiva deve está se sentindo e pede para ele de a dica aos pais de como agir se tiver crianças adotas, o que faze? contar ou não a verdade? E como agir nesses casos.

Christopher fica aterrorizado com o que viu e imediatamente liga para Maite perguntando se Dulce está com ela, Mai disse que não. Pergunta se ela viu a reportagem, morena diz que sim e que deve ser por isso que Dulce saiu estranha do quarto dela, deve ter visto a propaganda do programa na televisão enquanto ela foi ao banheiro. Ele finaliza a ligação dizendo que ia ao quarto da ruiva agora vê como ela está e se a amiga viu o programa, porque estava muito preocupado.

Christopher assim que desliga o telefone troca de roupa e vai ao quarto da ruiva pela porta de ligação entre os quartos dos dois. Ele encontra amiga adormecida toda encolhida com o rosto ainda molhado pelas lágrimas e segurando o telefone seu coração se encolheu de pesar por sua Bebê. Chris tirou o celular com cuidado da mão dela, depois puxou a colcha com cuidado de um lado, ele pegou a ruiva no colo e colocou aonde tirou a colcha em seguida puxou o outro lado e cobriu amiga. Já estava se despedindo da Dulce dando um beijo na testa quando ela se mexeu e acabou roçando seus lábios nos lábios de sua Bebê arrancando um suspiro de ambos. O choque dos lábios fez ela acordar e aprofundar o beijo por alguns minutos. Dulce abriu os olhos e Christopher também, se olham por alguns instantes e Chris se afasta e senta ao lado da ruiva pedindo desculpas por acorda – lá.

Dulce: Tudo bem Chris valeu a pena ter me acordado (ela suspira pesadamente). Ultimamente você é a melhor coisa que tem me acontecido.
Chris: Te amo Bebê.
Dulce: Eu também te amo me abraça (Christopher abraça a ruiva e ela volta a chorar copiosamente).
Chris: O que houve Bebê por quê chora?

Dulce nada falou , ele achou melhor deixar para lá por enquanto e se deitou do lado dela, a ruiva suspirou e enterrou o rosto no peito dele soluçando e tremendo assustando Christopher.

Chris: Calma Bebê estou aqui (ele a abraça forte). Está me assustando. Não quer me contar o que está acontecendo? (Dulce balança a cabeça dizendo que não).
Chris: Tudo bem então, mas fica calma (ele beija a testa dela). Respira fundo Bebê está muito nervosa (Chris solta a Dul e se distancia um pouco). Vou pegar água para você.
Dulce (com a voz rouca): Não quero (ela volta a abraçar ao amigo). Não me deixa, por favor. Promete que não vai sair daqui nem um segundo, promete Chris.
Chris: Prometo fica calma não vou sair daqui está bem?
Dulce: Está bem.
Chris: Vamos dormir agora precisa descansar (ele deita na cama fazendo a ruiva deitar também). Só vou dormir depois de você certo? (ela assentiu). Se acordar de madrugada me chama combinado?

Dulce assentiu , mas nada falou. Christopher então começou a fazer um cafuné gostoso até perceber que sua Bebê já tinha adormecido. Chris suspirou e com todo cuidado do mundo saiu do abraço que dava na ruiva e sentou na cama. Ele passou a mão no rosto cansado e totalmente distraído pensando nos últimos acontecimentos, por isso levou um susto ao sentir a mesa de cabeceira tremer e logo se tocou que era o celular dela. Christopher pegou o celular o mais depressa possível, pois sabia que logo iria começar a tocar e o que menos queria era que ela acordasse agora. Chris então se estica todo para atender o celular.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:52 pm

Chris: Alô.
Ivi: Chris é você? A Dul está ai?
Chris: Só um minuto.

Christopher saiu com muito cuidado da cama e seguiu para varanda, ele entrou no local que tinha uma mesinha com quatro cadeiras e sentou em uma cadeira que ficava de lado para porta para poder de vez em quando olhar Dulce dormindo na cama.

Chris: Oi Ivi desculpa diga.
Ivi: Quero falar com a Bebê. Ela me ligou e não deu para atender a bateria tinha descarregado. Eu vi agora que me ligou e me pareceu bastante nervosa. O que houve?

Chris: Não sei o que houve, quer dizer desconfio que ela deve ter visto que vazou a estória dela ser adotada. Estava no meu quarto e vi o programa falando praticamente tudo o que aconteceu, depois de ver o programa no meu quarto corri para cá para ver se ela tinha visto. Mas graças a Deus ela estava dormindo, mas sem querer a acordei e realmente estava bastante nervosa consegui fazer ela dormir de novo com muito custo.
Ivi: A Bebê deve ter visto mesmo o programa (ela suspira andando de um lado para o outro). Aqui não param de falar a respeito dela ser adotada. Não deixam Claudia, tia Blanca e tio Fernando em paz e estão atrás da amiga da Dul que tirou ela do bar, mas graças a Deus não sabem que sou eu.
Chris: No avião que viemos as aeromoças estavam com uma das revistas citadas na reportagem, mas não deixamos ela perceber nada (ele suspira com pesar). Infelizmente esse cuidado não adiantou nada.
Ivi: Pelo menos vocês tardaram um pouco os acontecimentos.

Dulce estava tendo um sono agitado e acabou acordando, a primeira coisa que fez foi chamar seu então amigo, Christopher.

Dulce: Chris.

Dulce começou a chorar achando que ele tinha lhe abandonado como no sonho. Ela levantou, ligou a luz e o avistou na varanda com a respiração pesada, ela abriu a porta deixando a mesma correr para o lado e correu até ele. Ela sentou no colo dele e o abraçou forte.

Dul: Você mentiu para mim, prometeu que não ia sair. (ela soluça sentida).
Ivi: Oh meu Deus que fofa.
Chris (sorri): Bebê, mas eu não sai seu celular tocou e eu vim atender. Me desculpa hum.
Dul: Desculpo, mas não foge mais.

Ivalu não conseguiu deixar de rir da amiga, apesar de tudo estava achando fofo o jeitinho carente dela.

Chris: Não fujo pronto vem vamos entrar está frio aqui fora.
Dul: Vamos. Com quem está falando?
Chris: Ivi conhece?
Dul: Quero falar com ela.
Chris: Toma pode falar (Christopher entrega o celular para a ruiva, depois pega amiga no colo e entra com a mesma de volta para o quarto).
Dulce: Ivi (Chris dentro do quarto fecha porta da varanda com uma mão só, depois ele caminha até a cama e senta na mesma com Dulce em seu colo).
Ivi: Oi Bebê me ligou chorando, o que aconteceu?
Dul (falando entre soluços): Alguém descobriu que sou adotada amiga passou na televisão pelo visto o México todo já sabe e em pouco tempo todos os lugares que gostam do RBD vão saber também, se é que já não sabem como aqui. Não acredito que minha vida está estampada em todos os cantos, não basta descobrir que vivo em uma mentira é preciso que todos saibam (ela suspira desesperada). Que raiva.
Ivi: Calma tudo vai se resolver (ela suspira preocupada com a melhor amiga). A mídia ficou sabendo por que Denise contou tudo.
Dul: Vou matar essa idiota, ela vai transformar minha vida em um caos.
Ivi: Não se preocupe tio Fernando e tia Blanca vão cuidar de fazer Denise pagar pelo que está fazendo de alguma maneira. Dul?

Dulce quando ouve o nome do pai e da mãe e no mesmo instante tratou logo de passar o celular para Christopher.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 7:53 pm

Chris: Ivi sou eu de novo (Christopher suspirou segurando o celular e abraçando a namorada que deitou a cabeça no ombro dele).
Ivi: Oi (ela suspira sentada na cama).
Chris: Falou o que para a Bebê? Ela passou o celular dizendo que não queria mais falar com uma cara chorosa.
Ivi: Toquei no nome dos tios.
Chris: Ah! Entendi.
Ivi: Ficou muito brava?
Chris: Não muito, mas está chorando.
Ivi: Chris preciso desligar estou indo na casa da Dulce vê como estão as coisas por lá. Quando chegar lá te ligo com certeza vão querer falar com você para saber como a Bebê está e falar com ela se possível.
Chris: Pode ser amanhã? Aqui já é tarde. Diga a eles que ligo amanhã de manhã agora o segundo pedido acho difícil.
Ivi: Tudo bem. Se eu tiver com eles na hora posso conversar com ela, ai pelo menos a voz eles escutam.

Dulce levanta a cabeça e pede o celular.

Chris: Boa ideia. Ela quer falar com você (ele passa o celular para amiga).
Dul: Ivi queria pedi um favor.
Ivi: O que Bebê?
Dul: Quero que procure um local para me mudar. Casa de preferência.
Ivi (surpresa): Vai sair da casa dos seus pais?
Dul: Sim não quero mais morar com mentirosos.
Ivi: Mas Bebê você ama onde mora. Combinou que só iria sair de casa quando casasse já que viaja tanto e não vale a pena ter uma casa para se preocupar lembra.
Dul: Lembro mais mudei de ideia. Então vai me ajudar?
Ivi: Quando chegar aqui no México conversamos sobre isso.
Dul: Não eu quero uma resposta agora.
Ivi: Isso é um assunto serio que envolve outras coisas e não vou falar sobre isso no celular. Você chegando aqui em casa conversamos.
Dul: Se não quiser é só falar sei que está do lado dos traidores.
Ivi: Não estou do lado de ninguém, deixe de besteira só acho que morar sozinha é um assunto serio que não pode ser tomado de cabeça quente (Ivalu sai de seu apartamento e desce de escada para continuar a falar com a amiga).
Dul: Não estou de cabeça quente. A decisão está tomada, mas se não quer ajudar tudo bem procuro quem queira ou me viro sozinha que seja.
Ivi: Deixe de mal criação Maria teu mal é sono vai dormir vai. Chris disse que ai já é tarde. Está mais que na hora de Bebê está dormindo (Ivi chega a ao térreo e segue para o carro).
Dul: Não sou mal criada e não quero dormir, por favor,Ivi (Ivalu entra no carro e se acomoda no mesmo).
Ivi (ela suspira e coloca a bolsa no banco do carona): Bebê eu estou dentro do carro pronta para sair depois nos falamos.
Dul: Chata eu me viro sozinha sabia que não podia contar com você traidora.
Ivi: Não vou levar em consideração o que está me dizendo, mas quero que saiba que estou muito chateada com você Dulce Maria (ela suspira com pesar por está sendo dura com amiga que considerava como irmã e era prima também, pois as mães de ambas eram madrinhas uma das outras). Tchau me passa para Chris.
Dul: Desculpa Ivi não fica brava (ela suspira chorando de novo). Só queria que me ajudasse, você sabe como são meus gostos.
Ivi: Passa para Chris quero falar com ele.
Dul: Não vai me perdoar?
Ivi: Não quero mais conversa passa o celular anda.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Seg Ago 04, 2014 8:29 pm

Chris: Ivi sou eu de novo (Christopher suspirou segurando o celular e abraçando a namorada que deitou a cabeça no ombro dele).
Ivi: Oi (ela suspira sentada na cama).
Chris: Falou o que para a Bebê? Ela passou o celular dizendo que não queria mais falar com uma cara chorosa.
Ivi: Toquei no nome dos tios.
Chris: Ah! Entendi.
Ivi: Ficou muito brava?
Chris: Não muito, mas está chorando.
Ivi: Chris preciso desligar estou indo na casa da Dulce vê como estão as coisas por lá. Quando chegar lá te ligo com certeza vão querer falar com você para saber como a Bebê está e falar com ela se possível.
Chris: Pode ser amanhã? Aqui já é tarde. Diga a eles que ligo amanhã de manhã agora o segundo pedido acho difícil.
Ivi: Tudo bem. Se eu tiver com eles na hora posso conversar com ela, ai pelo menos a voz eles escutam.

Dulce levanta a cabeça e pede o celular.

Chris: Boa ideia. Ela quer falar com você (ele passa o celular para amiga).  
Dul: Ivi queria pedi um favor.
Ivi: O que Bebê?
Dul: Quero que procure um local para me mudar casa de preferência.
Ivi( surpresa): Vai sair da casa dos seus pais?
Dul: Sim, não quero mais morar com mentirosos.
Ivi: Mas Bebê você ama onde mora. Combinou que só iria sair de casa quando casasse já que viaja tanto e não vale a pena ter uma casa para se preocupar lembra.
Dul: Lembro mais mudei de ideia. Então vai me ajudar?
Ivi: Quando chegar aqui no México conversamos sobre isso.
Dul: Não eu quero uma resposta agora.
Ivi: Isso é um assunto serio que envolve outras coisas e não vou falar sobre isso no celular. Você chegando aqui em casa conversamos.
Dul: Se não quiser é só falar sei que está do lado dos traidores.
Ivi: Não estou do lado de ninguém, deixe de besteira só acho que morar sozinha é um assunto serio que não pode ser tomado de cabeça quente (Ivalu sai de seu apartamento e desce de escada para continuar a falar com a amiga).
Dul: Não estou de cabeça quente. A decisão está tomada, mas se não quer ajudar tudo bem procuro quem queira ou me viro sozinha que seja.
Ivi: Deixe de mal criação Maria teu mal é sono vai dormir vai. Chris disse que ai já é tarde. Está mais que na hora de Bebê está dormindo(Ivi chega a ao térreo e segue para o carro).
Dul: Não sou mal criada e não quero dormir, por favor,Ivi (Ivalu entra no carro e se acomoda no mesmo).
Ivi (ela suspira e coloca a bolsa no banco do carona): Bebê eu estou dentro do carro pronta para sair depois nos falamos.
Dul: Chata eu me viro sozinha sabia que não podia contar com você traidora.
Ivi: Não vou levar em consideração o que está me dizendo, mas quero que saiba que estou muito chateada com você Dulce Maria (ela suspira com pesar por está sendo dura com amiga que considerava como irmã e era prima também, pois as mães de ambas eram madrinhas uma das outra). Tchau me passa para Chris.
Dul: Desculpa Ivi não fica brava (ela suspira chorando de novo). Só queria que me ajudasse, você sabe como são meus gostos.  
Ivi: Passa para Chris quero falar com ele.
Dul: Não vai me perdoar?
Ivi: Não quero mais conversa passa o celular anda.  

Dulce passa o celular chorando para Christopher  e corre para o banheiro batendo a porta com força.

Ivi: Que barulho é esse Chris?
Chris: Dulce batendo a porta do banheiro (ele suspira passando a mão no cabelo). Por quê não a desculpou?
Ivi: Sei que ela está passando por momentos ruins, mas ela precisa saber que não pode magoar os outros assim a torto e a direito.
Chris: Você está certa, mas não pude deixar de ficar com pena por não ter desculpado ela.
Ivi (rindo): E como acha que fiquei (ela liga o carro). Bom deixa eu desligar boa sorte para amansar a fera (Chris sorri e ela também). Beijos te ligo amanhã para saber como ela está.
Chris: Obrigado vou precisar. Beijos avisa que ligo para Blanca amanhã (Ivalu assente e os dois desligam os celulares).

Depois de desligar o telefone Christopher deixa o mesmo na mesa de cabeceira e vai ao encontro de sua Bebê respirando e expirando buscando ficar calmo, pois sabia que estava prestes  a enfrentar uma batalha. Com esses anos de convivência aprendeu que Dulce brava era pior que um bicho enjaulado. Ele aproximou-se da porta e bateu.

Chris: Abre a porta.
Dul: Não me deixa sozinha vai embora.
Chris: Não posso prometi a meu Bebê que não sairia de perto dela.  

Alguns minutos passaram em total silêncio.

Chris: Não vai abrir Bebê?
Dul: Não. É melhor ficar longe de mim sou um monstro, eu magoei minha melhor amiga agora ela não quer nem falar comigo. Não quero fazer mal a você também.
Chris: Bebê abre a porta. Você não é nenhum monstro deixe de besteira (ele abre a porta novamente). Você não me faz mal pelo contrário me faz muito bem.
Dul: Sou sim (ela soluça). Eu não fiz ainda, mas vou acabar fazendo mal a você (a ruiva suspira  chorosa). Eu faço mal as pessoas por isso elas me largam.
Chris: Bebê, por favor, para de pensar besteira (ele coloca a mão na maçaneta). Abre para gente conversar.
Dul: Não quero conversar me deixa em paz.
Chris: Tudo bem vamos só dormir então (Christopher força a maçaneta). Você precisa descansar e eu também.
Dul: Não quero descansar vai embora e vai descansar você.

Christopher ficou calado uns instantes pensando no que falar para não piorar a situação, ele olhou para mesa, viu o celular e teve a ideia de ligar para Ivalu, a única pessoa que ia conseguir acalmar sua Bebê. Ele foi ao seu quarto e ligou para Ivi.


Última edição por Admin em Ter Abr 25, 2017 5:55 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Ter Ago 05, 2014 7:59 pm

Ivalu já estava na casa dos pais de Dulce.

Ivi: Chris que bom que ligou estava angustiada peguei pesado com ela, só não liguei porque tinha me dito que já era tarde. Como ela está?
Chris: Está trancada no banheiro desde que brigaram não consegui tirar ela de maneira alguma (Christopher passa a mão no cabelo preocupado). Ela disse que era um monstro que faz mal as pessoas por isso largaram ela.

Ivi começou a chorar com o que o amigo disse. Blanca ficou preocupada e pegou o celular da afilhada.

Blanca: Chris aconteceu algo com a minha filha?
Chris: Não tia. Dul e Ivi brigaram e estou ligando para perguntar se eu posso ligar para ela conversar com a Bebê e resolveram essa bronca.
Blanca: Vou perguntar um minuto.

Ivalu diz que sim e Christopher ainda respondeu algumas perguntas de Blanca, depois voltou ao quarto da ruiva. Dulce estava saindo do banheiro assim que viu Chris já ia fechando a porta.

Chris: Dul espera. Quer que eu ligue para Ivi?
Dulce: Não precisa ela não quer falar comigo.
Chrus: Posso tentar, só quero que prometa que não vai se trancar no banheiro e vai conversar com calma sem ofensas.
Dulce (fungando): Eu prometo.
Chris: Vem aqui Bebê.

Os dois se abraçam forte e Christopher leva Dulce para sentar na cama, ele se encosta no travesseiro e faz com que a ruiva deite no peito dele.

Chris Vou ligar.

Dulce nada falou, depois de se deitar e por a cabeça no peito dele estava se sentido segura como a muito tempo não sentia, ela soltou um suspiro e coçou os olhos. Christopher digitou os números no celular e notou seu Bebê se acomodando melhor.

Chris: Alô Ivi.
Ivi: Oi Chris tudo bem?
Chris: Tudo sim. Olha tem uma pessoa querendo falar com você.
Ivi: Passa o telefone para Bebê.
Chris: Toma Bebê.
Dulce: Não quero.
Chris: Você não estava querendo pedir desculpa hum?
Dulce: Se ela não quiser me desculpar.
Chris: Como não desculpar a Bebê fofa e linda do RBD?

Ela escondeu o rosto no peito dele causando uma gargalhada fazendo Ivi rir também apesar de não saber bem o que acontecia.

Ivi: Do que está rindo?
Chris: Ela ficou com vergonha uma graça.
Ivi (rindo): Que fofa, ela fica toda errada desde pequena (Ivalu sorri lembrando da amiga com vergonha) e fica toda vermelhinha também. Põe o telefone no ouvido dela para resolvermos logo isso, vocês precisam descansar.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Ter Ago 05, 2014 8:00 pm

Christopher coloca o telefone no ouvido da ruiva.

Ivi: Bebê o Chris falou que queria falar comigo.
Dul: Quero pedir desculpas pelo que falei. Você me desculpa?
Ivi: Lógico que desculpo, mas também quero que me desculpe.
Dul: Por quê?
Ivi: Por não ter te escutado.
Dul: Não precisa quem errou foi eu.
Ivi: As duas erraram.
Dul: Tudo bem se é assim eu te desculpo também.
Ivi: Obrigada.

Depois de conversar com a amiga e resolver o desentendimento Ivalu colocou o seu celular no viva voz para Blanca e Fernando escutarem a ruiva.

Ivi: Bebê o que vocês vão fazer ai?
Dul: Vamos a um programa de televisão, gravar um clipe. O que mais Chris?
Chris: Rádio e vamos fazer um show.
Dul: Isso ai trabalho, trabalho, trabalho só assim eu esqueço um pouco da minha vida (ela suspira penosa). Estou com saudades amiga.
Ivi: Eu não só faz vinte quatro horas que nos vimos. (Dulce fica triste). É não Bebê também já estou com saudades viu (Fernando e Blanca suspiraram e disseram sussurrando que eles sentiam saudades também). Amanhã nos falamos já está tarde (Dul assente). Boa noite e fique com Deus (Fernando e Blanca sussurrando desejaram boa noite a filha caçula disseram também fique com Deus igual a afilhada).
Dul: Você também. Boa noite, Chris está mandando beijos.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Ter Ago 05, 2014 8:02 pm

Após desligar o celular a ruiva colocou na mesinha e se acomodou de novo no peito de Chrostopher.

Chris: Agora vamos dormir. Boa noite.
Dul: Bebê não vou ganhar um beijinho.
Chris: Beijinho é?
Dulce: Sim (ela faz bico).

Christopher ri do biquinho de sua Bebê. Ele acaricia o rosto dela, aproxima os corpos, roça o nariz fazendo ambos suspiram e iniciam um beijo calmo e carinhoso. Eles ficam se beijando por um tempo até que sentiram o ar faltar.

Dul: Te amo muito você é o melhor que poderia está acontecendo na minha vida (ela suspira e faz um carinho no rosto dele). Sei que não estou demonstrando tanto como deveria, mas quero que saiba que amo está com você muito, muito, muito.

Dulce inicia um beijo molhado tentando passar o que estava sentindo já que o momento que vivia não deixava demonstrar o quanto era carinhosa, todo o sofrimento que passava   congelava a Dulce doce e carinhosa que sempre foi com todos que a cercam. Christopher suspirou conseguindo sentir o que sua Bebê demonstrava através dos seus beijos, mas resolveu parar com um selinho seguido com um roçar de nariz.

Chris: Também te amo muito Bebê agora vamos dormir sim.
Dul: Não estou com sono vou dar uma volta.
Chris: Já é de madrugada Bebê o hotel está fechado (ele beija a testa dela). Fica deitada que o sono veem.

Christopher ficou fazendo cafuné na ruiva, mas quem acabou dormindo primeiro foi ele. Dulce ainda rolou de um lado para outro impaciente e levantou da cama, após dar um beijo em Chris de leve. Ela trocou de roupa e saiu corredor a fora, entrou no elevador, desceu no térreo e se dirigiu a área da piscina. Não havia ninguém no local, a ruiva se sentou em uma mesa e ficou pensando no que ia fazer de sua vida sim porque já estava resolvida que não ia mais morar com os pais, mesmo que Ivi quisesse conversar com ela sobre isso quando chegar ao México isso já estava mais do que certo em sua cabeça. Agora não sabia o que fazer quando as pessoas começassem a lhe perguntar sobre a descoberta dela de ser adotada, não queria falar sobre isso de maneira alguma, mas também não poderá ser indelicada ou grosseira com a mídia, e principalmente com os fãs que com certeza irão querer saber como ela está. Uma lágrima desceu pela sua face, e outras começaram a rolar pelo rosto dela, machucada por uma mentira que mudou toda a sua vida. Ela estava com raiva do mundo, nesse exato momento se deu conta que não sabia de nada, a única coisa que tinha conhecimento era o que sua prima tinha dito era adotada, por um segundo pensou que ela poderia está blefando, uma chama se ascendeu no seu coração. Dulce pegou seu celular e viu no seu plano de fundo a sua família era parecida com sua mãe e irmãs, mas uma vez viu uma reportagem que falava sobre adoção e que com o tempo as crianças pareciam com os pais devido a convivência era por isso então. Lembrou dos rostos apavorados de sua família e toda a chama se apagou sua prima falou a verdade, ninguém teve coragem de dizer que era mentira de Denise. Seu coração congelou e agora se encontrava mais machucado ainda. A ruiva se deu conta de como estava sozinha, sem ninguém e tão perdida quanto um pássaro que se perde do seu ninho. Que belo presente tinha ganhado de aniversário e até presente antecipado de Natal que se aproximava. O RBD e toda sua equipe iam voltar a poucos dias das festividades Natalinas, que esse ano seria algo o qual não participaria e nem queria saber de nada sobre. No dia 24 iria passar dormindo na sua futura casa e se não desse tempo em algum quarto de hotel.  Sabia que Christopher e Ivalu com certeza ia chamar – lá para passar a ceia com eles, mas não estava afim definitivamente de se juntar a ninguém, principalmente na casa de sua amiga que lembra tanto as ceias de sua família, ou pior podia até que as duas famílias ceassem juntas como no ano passado e em tantos anos os quais estavam juntas.


Última edição por Admin em Ter Abr 25, 2017 6:10 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Ter Ago 05, 2014 8:03 pm

Já passava das quatro horas da manhã quando Christopher acordou e viu que estava sozinho na cama, procurou Dulce com o olhar e não achou. Ele foi ao banheiro e também não estava lá, um desespero tomou conta dele, olhou em volta e viu que o celular dela não estava imediatamente correu ao seu quarto e pegou seu celular e ligou para ruiva. Dul tomou um susto quando seu celular tremeu em suas mãos e já começava a tocar Este Corazon, engoliu o choro e atendeu.

Dulce (com a voz rouca): Alô, Oi Bebê.
Chris: Bebê onde você está? Por quê não está aqui dormindo comigo? Não está bebendo não né?
Dul (fungando): Eu, eu não consegui dormir e não quis te acordar estava dormindo tão lindinho e não estou bebendo (ela suspira tentando segurar suas lágrimas). Estou na aérea da piscina do hotel (a ruiva seca mais lágrimas). Desculpa não quis te assustar.
Chris: Mas assustou Dulce Maria estou todo me tremendo do susto que me deu, não quero mais que saia assim de madrugada e muito menos sem me avisar. Eu prefiro que me acorde entendeu?
Dul: Sim, mas não vai me desculpar Bebê?
Chris: Quando tiver aqui em cima em 5 minutos no máximo e ver que está bem te desculpo.
Dul: Ok eu vou desligar e já estou subindo.

Assim que desligou o celular Christopher colocou na mesinha e respirou fundo tentando tirar a tensão que estava presente no seu corpo, não ver Dulce ao seu lado lhe assustou demais. Cinco minutos exatos uma ruiva com rosto vermelho e suado aparecia na porta toda encolhidinha com medo dele, pois sabia o quanto ele era carinhos e gentil, mas bravo chegava a assustar qualquer um.

Dul: Chris, por favor, me desculpa.
Chris: Não faça mais isso Bebê quase me mata do coração (Christopher chega perto dela e a abraça com carinho). Me promete que se quiser sair vai me chamar? Nem que seja para beber em um bar, quero que me chame.
Dul: Eu prometo (ela se solta um pouco dele e o mira). Já que disse isso pode me levar para beber me deu vontade?
Chris: Dulce Maria não estou brincando.
Dul: Desculpa de novo não quero te aborrecer Chris eu juro (ela suspira e o abraça). Eu prometo te chamar está bem para onde eu for(ela suspira e fez beicinho).
Chros: Está desculpada então por ter sumido e pela brincadeira (ele beija a testa dela novamente). E esse beicinho é para amolecer esse pobre coração é?
Dul (sorriu sapeca como a tempos não fazia): Obrigada amorzinho. Hum se eu disser que sim vai ficar bravo de novo?
Chris: Não vou não (ele afasta o corpo dela do seu e a encarar). Para não ficar bravo a mocinha dona desse sorriso tão gostoso que eu amo tanto tem que me der um beijinho.
Dul: A mocinha pode dar então o beijinho.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Ter Ago 05, 2014 8:24 pm

Dulce colou seu corpo ao de Christopher e começaram um beijo romântico cheio de carinho da parte de ambos, um beijo que emocionou os dois e que fez com que Chris confirmasse o quanto era louco por aquela ruiva que acabou de lhe deixar nervoso, mas só com um sorriso bobo amoleceu seu coração apaixonado. Ele faria tudo para que sua Bebê superasse esse momento difícil, e que depois desse susto que se ela fosse aprontar alguma coisa preferiria estar junto e ajudar a fazer uma burrada do que enlouquecer pensando que sua amada poderia está correndo perigo. Aos poucos o beijo foi perdendo força, Chris abraçou Dul forte como para confirmar que ela estava ali, depois sentou ela na cama e a olhou nos olhos castanhos expressivos e tão amargurados, que apesar do sorriso que deu apouco sabia que antes tinha chorado horas talvez o tempo em que ele esteve dormindo. Os dois suspiraram e ele lhe tocou a fase enxugando o rosto ainda molhado pelas lágrimas.

Chris: Te amo muito Bebê.
Dul: Eu também te amo muito Chris.  
Chris: Não dormiu nada não é?
Dul: Somente antes de acordar te procurando, depois disso não consegui mais dormir.
Chris (ele puxou a ruiva para seu colo): Não quer tentar agora passou a noite em claro, precisa dormir um pouco Bebê, quando vierem no chamar eu te acordo está bem.
Dul: Eu continuo sem sono não vou conseguir, prefiro levantar logo.
Chris: Vamos fazer assim vai tomar um banho morno, depois vou tentar fazer você dormir porque pelo que soube vamos a uma tarde de autografo após o almoço.

Christopher levou a ruiva no colo até o banheiro, lhe deu um selinho e saiu logo em seguida dizendo que ia tomar um banho também no seu quarto e que já voltava.


Última edição por Admin em Ter Abr 25, 2017 6:17 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Qua Ago 06, 2014 7:13 pm

Trinta minutos depois Dulce se encontrava no colo de Christopher que lhe acariciava os cabelos e seu braço enquanto cantava uma musica sussurrada em seu ouvido de um cantor brasileiro chamado Djavan.

http://br.youtube.com/watch?v=QEnWY744aHY

Dulce aos poucos foi se entregando ao cansaço de horas, adormeceu escutando Christopher cantar, lutando contra o sono porque queria escutar a canção até o final. Chris assim que terminou de pronunciar a última palavra olhou sua Bebê e a viu adormecida. Ele com todo cuidado do mundo deitou a ruiva na cama, a cobriu e escreveu um bilhetinho que dizia:

Bebê,

Resolvi te deixar sozinha para dormir o máximo que puder, sei que não vai acordar antes que eu te chame, mas em todo caso te aviso que estou no meu quarto. Depois canto de novo a música para você sei que lutou até o último instante para não fechar esses olhos castanhos que amo tanto, mas precisava descansar amor.

Espero que tenha tido bons sonhos.

Do seu Chris que te ama.

Depois de deixar o bilhete do lado do celular da ruiva, Christopher voltou ao seu quarto e deitou um pouco. Ele só conseguiu dormir  umas três horas e acordou com uma batida de porta. Assim que abriu a porta Oso avisou que ele precisava descer para o café da manhã. Chris assentiu e então Oso se dirigiu para falar com Dulce, mas ele o impediu a tempo e pediu que não acordasse a ruiva explicando que ela não tinha dormido nada de madrugada. Oso assentiu e disse então que ele descesse logo porque Pedro queria fazer uma pequena reunião após o café.  

Vinte minutos depois a galera estava reunida tomando café da manhã em um falatório animado, Christopher era o único que não conversava, respondia uma coisa ou outra porque pensava na sua ruiva, se ela estava dormindo direitinho para poder recuperar as energias ou se já tinha acordado. Ele suspirou pensando em como era bobo, era lógico que estava no décimo sono nesses anos de convivência aprendeu que sua Bebê quando dormia era como uma pedra não se mexia e tinha um sono ferrado tanto que era sempre a que dava mais trabalho para acordar dos seis. Logo todos terminaram a primeira refeição do dia e Pedro informou a todos como seria os dias que iam passar na Romênia. Hoje iam para tarde de autógrafos, depois três dias livre, dia doze vão ensaiar para o show durante a tarde e a noite iriam se ambientar com o palco, no dia treze tem o show, um show extra dia quatoze e depois gravariam o clipe dia quinze e dezesseis. Esses três dias livres Pedro explicou que era devido o adiantamento da vinda deles, e que hoje a pedido dos empresários romeno ia ter  tarde de autografo já que já estavam no país.  Assim que a reunião acabou Chris foi a uma loja de conveniência, olhou a loja toda e escolheu um ursinho de pelúcia   muito lindo para dar a ruiva. Subiu ao seu quarto deixou o ursinho em cima da cama, escovou os dentes e voltou ao quarto pegou um cartão e escreveu:

Bebê,

Comprei esse ursinho para você lembrar de mim sempre que estivermos separados. Espero que goste. Te amo muito.

Chris


Última edição por Admin em Ter Abr 25, 2017 6:21 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Qua Ago 06, 2014 7:14 pm

Christopher colocou o cartão junto com o urso e voltou para o quarto dele. Após fechar a porta do quarto olhou o relógio 10h20 e em seguida foi a sua mala pegou uma calça jens, All Sart preto e uma blusa branca separou e deixou no sofá, se dirigiu ao banheiro e começou a fazer a barba que já estava um pouco crescida, tomou um banho e vestiu um short, pois ainda estava cedo para se arrumar. Depois ligou o ar condicionado e olhou o relógio e já ia dar 11h da manhã estava na hora de acordar sua Bebê. Quando entrou no quarto Dulce estava esparramada na cama de lado com uma mão perto do rosto e a outra largada pela cama, os cabelos sobre o travesseiro, dormia tranqüilamente como um anjinho. Ele sorriu se achando um bobo como era possível amar tanto uma pessoa se sentou na cama e tirou a franja que caia sob os olhos dela, beijou o nariz e lhe deu um beijo na testa. Dulce suspirou e se mexeu esbarrando nele ainda adormecida, Chris sorriu da maldade que ia fazer, colou os lábios perto da orelha dela e apertou, ele não conseguiu se segurar e caiu na gargalhada, a ruiva fez uma carinha de incomodada e tacou a mão na orelha e acabou acordando, ela viu Chris rindo ficou emburrada e deu um tapa nele. Já estava fechando os olhos de novo quando ele mordeu o braço dela, levando outro tapa.

Dul: Para quero dormir estou com sono.
Chris: Não pode Bebê já são 11h da manhã, você tem que tomar banho porque daqui a pouco vamos almoçar e seguir para tarde de autografo.
Dul: Hum vai se arrumar vai (fechando os olhos de novo e suspirando). Até já.
Chris: E deixar você deitada tem nem perigo, só saio daqui quando estiver no banheiro e com o chuveiro ligado mocinha (passando a mão no rosto dela).
Dul (cheia de manha): Chris, por favor, mais meia horinha.
Chris: É sempre assim cheia de manha para acordar Bebê.
Dul: Não faço manha. (se aconchegou no peito dele).
Chris: Imagine se fizesse como não seria não é?

Christopher sem avisar a carregou no colo e levou direto para o banheiro, a deixando dentro do boxe depois de ter enfiado a cabeça dela na água. Dulce ficou emburrada e deu um tapa nele, choramingando e xingando toda a geração da família dele. Como não tinha outra opção a ruiva foi tomar seu banho e Chris voltou ao seu quarto pegou o ursinho e colocou na cama dela junto com o cartão, retornou ao seu quarto e começou a colocar suas roupas.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Qua Ago 06, 2014 7:16 pm

Trinta minutos depois Dulce saia do banheiro de roupão já maquiada, olhou o relógio e viu que já era quase meio dia, pegou o telefone para ver se alguém tinha ligado e viu o bilhete de Christopher, lembrou que ele cantou uma música para que dormisse e sorriu, respondeu em pensamentos que sim ele estava certo não acordou sozinha de maneira nenhuma e que com certeza iria querer que ele cantasse de novo. A ruiva pegou o bilhete para colocar na sua agenda virando quando avistou o ursinho e um cartão na cama, uma lágrima escorreu no seu rosto como um homem podia ser tão fofo e carinhoso, leu o cartão abraçada ao ursinho. Ele soltou um suspiro de admiração pelo Chris e estava cada vez mais apaixonada por ele, o homem mais especial que conheceu em sua vida, cada vez mais com vontade de tentar algo mais serio com ele crescia em seu coração. Dul deixou o ursinho na cama levou o cartão e o bilhete para por na agenda, abriu sua mala e pegou uma calça jens, blusa rosa e um moleton azul, vestiu tudo e voltou ao banheiro para retocar a maquiagem quando voltou ao quarto encontrou Christopher sentado na cama. Ele sorriu para ele que devolveu o sorriso e sentou no colo dele dando um abraço apertado e sentindo o cheiro gostoso do perfume dele.

Dul: Chris amei o bilhete e estava certo (rindo). E eu quero que cante de novo, você canta para sua Bebê hum? Amei o cartão também te amo muito, te admiro e tenho certeza que não tem homem mais especial que você, o ursinho é lindo vou estar sempre com ele. O Urkisito é a cara do pai só falta as pompas (rindo).
Chris: Sempre estou certo ( ele deu um selinho nela) e canto quantas vezes minha Bebê quiser. Obrigado te amo muito e não canso de repetir, você também é muito especial. Que bom que gostou do ursinho. Ah sou pai é eu nem sabia disso.
DuL: É sim papai do Urkisito. (Oso bate na porta chamando para almoçar).
Chris: Vamos Bebê almoçar está até agora sem comer nada quero que coma direito está bem? Porque desde ontem que você não comi nada.
Dul: Está certo vou comer direitinho prometo palavra de Dulce Maria.
Chris: Espinoza Saviñón.

Dulce irritada tirou a mão de Christopher da sua cintura, levantou do colo dele e saiu porta fora batendo com força sem falar nada. Chris ficou olhando a porta, suspirou com pesar.

Chris: Seu burro porque foi tocar no que mais machuca sua Bebê.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Dom Ago 10, 2014 2:11 pm

Christopher pegou a chave, o celular, a carteira e saiu do quarto encontrando Poncho e Any entrando no elevador, os dois totalmente chocados com Dulce, que passou por eles falando sozinha, super irritada, dizendo que queria sumir. Deram bom dia e ela retrucou só se for para vocês porque para mim já está péssimo, merda de vida.

Christopher perguntou o que ouve, eles contaram e Chris explicou do porque a ruiva está assim, ambos disseram que não vão nem chegar perto dela até ter certeza que não correm risco de vida. Eles saíram do elevador direto para o restaurante, onde estavam todos sentados para comer, menos a ruiva. Já ia perguntar por ela, mas se calou quando um ser ruivo entrou pisando fundo e resmungando “Só posso ter jogado pedra na cruz passei por todos os andares desta droga de hotel”. Suspirou e passou a mão no rosto irritada. Todos olharam para ela atônitos, Dulce percebeu e perguntou.

Dulce: O que é nunca me viram não é? Que droga, quer saber perdi a fome.

Dulce já estava saindo quando sentiu uma mão no seu braço lhe segurando e puxando de volta.

Dul: Dá para me soltar Christopher.
Chris: Não dá Dulce Maria chega de chilique (Christopher suspirou firme). A mocinha vai sentar na mesa e comer tudo que tiver no prato sem resmungar. Entendeu?

Dulce olha irritada para ele soltando fogo pelos olhos, mas Chris a encarou firme.

Dul: Você não manda em mim. Me solta seu bruto está me machucando.

Christopher estava pegando leve no braço dela sendo que nem apertado estava.

Chris: Não estou nem apertando Maria deixe de cena.

Dulce vendo que não tinha jeito disse que ia sentar. Christopher levou a ruiva para mesa e com o olhar pediu a todos que não falassem nada com ela, todos assentiram como deu. Chris perguntou a Dul o que ela queria almoçar, a ruiva não respondeu e ele escolheu para ela um rotoloni. O almoço depois do estresse da Bebê do RBD transcorreu numa boa, todos comeram e logo em seguida subiram para escovar os dentes. Logo após saíram para a tarde de autógrafos que durou a tarde toda e o começo da noite, ocorreu tudo conforme o planejado com muita organização, muitas fotos, autógrafos e conversar rápidas com os fãs e com direito a presentes.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Dom Ago 10, 2014 2:12 pm

Já passava das 19 horas quando RBD, os seguranças e o Pedro chegaram ao hotel, todos subiram aos seus quartos para tomar banho e em seguida descer para jantarem todos no restaurante. Dulce depois de tomar banho, não desceu junto com os outros. Ela não queria ver ninguém muito menos Christopher com quem estava extremamente chateada, após o episódio do restaurante não falou com mais ninguém e estava fechada no seu mundo, as únicas pessoas que ganharam sorrisos e algumas palavras foram os fãs. Todos jantaram e resolveram conversar e jogar no salão de jogos do hotel, Pedro foi o único que subiu e encontrou Dulce saindo do quarto cabisbaixa com o rosto vermelho com uma cerveja na mão e uma mochila assim que o viu jogou a bolsa de volta para o quarto.

Pedro: Oi Dul por quê não foi jantar com a gente?
Dul: Estou sem fome ( ela suspirou sem olhar para Pedro nos olhos). Vou dar uma volta.
Pedro: A galera toda está no salão de jogos vai lá.
Dulce: Não quero ficar sozinha, mas valeu a dica.
Pedro: Tudo bem. Se a volta que for dar for fora do hotel chama o Oso para ir com você está bem?
Dulce: Ok tchau Pedro. Boa noite.
Pedro: Tchau Dul. Boa noite.

Dulce saiu em direção ao elevador apertou o botão, apenas disfarçando assim que Pedro entrou em seu quarto a ruiva, andou pé por pé, abriu seu quarto, pegou a mochila e saiu o mais rápido que pode do hotel sem ser vista por ninguém.

Enquanto isso a galera estava brincando e conversando, Christopher estava meio aéreo e foi chamado atenção por Maite, porque era a vez dele jogar.

Mai: Chris anda sua vez de jogar.
Chris: Oi o que foi?
Pollito: Sua vez de jogar cara.
Chris: Ah ta desculpa (ele jogou). Pronto.
Any: Está pensando na ruiva?
Chris (rindo): Que pergunta lógico que sim.
Poncho: Por quê não vai atrás dela?
Chris: Não sei se devo.
Any: E por quê não deve?
Chris: Não sei se perceberam mais nos brigamos no almoço e Dulce não está afim de conversar com ninguém.
Poncho: É verdade, eu e a Any que o diga.
Any: Verdade a Bebê está uma perfeita ferinha.
Mai: Tadinha Any ela está passando por maus momentos temos que relevar.
Todos: É verdade.
Pollito (rindo): Afinal somos loucos pela ferinha principalmente o Chris.
Chris: Engraçadinho. Bom vou lá ver como está.
Mai: Traz ela para cá.
Chris: Vou tentar nem sei se ela vai querer falar comigo, imagina se vai querer descer, mas em todo caso eu pergunto.
Poncho: Boa sorte vai precisar.
Chris: Valeu até mais.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Dom Ago 10, 2014 2:15 pm

Christopher sobe para falar com a ruiva, entra no seu quarto e abre a passagem para o quarto dela, quando entra toma um susto, sua Bebê não estava e o pior de tudo a mochila também não estava lá. Seu coração começou a bater forte, a primeira coisa que fez foi ligar para o Pedro.

Chris: Pedro a Dulce fugiu.
Pedro: Como que fugiu o que está doido, ela me disse que ia dar uma volta. Eu deixei inclusive avisei que se fosse sair do hotel que levasse Oso com ela.
Chris: Acabei de subir do salão de jogos e Oso está jogando com a galera (Pedro suspira prevendo que Christopher pudesse está certo). Eu vim saber como ela está, encontro o quarto vazio e sem a mochila dela aqui. O que vou pensar? Lógico que ela fugiu.
Pedro: Tudo bem calma vou ligar para a recepção e ver se alguém viu a Dulce saindo enquanto isso você liga para o celular dela (Christopher assente). Fica ai que já te dou uma resposta se ela saiu ou não do hotel.

Alguns minutos depois Pedro retornou a ligação de Christopher tão nervoso quanto o futuro genro, o rapaz da recepção disse que viu sim a Dulce saindo do Hotel a meia hora atrás. Chris em seguida avisou que desde que desligaram o telefone tentava falar com ela, mas que até agora nada. Pedro então pediu a ele que descesse para o salão de jogos que ele ia também conversar com todos e armar um plano para procurar a ruiva.

Any, Mai, Pollito, Poncho e Oso eram os únicos que continuavam jogando na maior animação. Quando Pedro e Christopher entraram no salão pálidos como uma folha de papel, as risadas cessaram e um clima de tensão rondava o local. Pedro logo se pronunciou.

Pedro: Oso cadê o Ricardo, Alexandre, Marcos?
Oso: Foram para o quarto. Aconteceu alguma coisa?
Pedro: Sim a Dulce fugiu.
Poncho: Como assim fugiu?
Chris: Fugindo oras com a mochila dela, Pedro ligou para recepção e o recepcionista falou que ela saiu a meia hora atrás.
Mai: Meu Deus. E agora Pedro o que faremos?
Pedro: Vamos procura – lá. Oso chame todos os seguranças quero todos aqui em vinte minutos.
Oso: Vou chamar.
Any: Onde será que ela foi?
Chris: Não tenho a mínima ideia.
Pollito: Vai avisar a Blanca Pedro?
Pedro: Por enquanto não, mas senão acharmos ela até amanhã de manhã vou ter que avisar.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Admin em Dom Ago 10, 2014 2:17 pm

Menos de vinte minutos depois os seguranças estavam todos no salão de jogos, Pedro explicou a situação a eles e pediu que saíssem imediatamente procurar a Dulce. Todos assentiram e saíram logo em seguida. Christopher muito a contra gosto estava sentado no sofá assim como o restante do grupo. Pedro não deixou nenhum deles sair para procurar. Pedro já ia sair quando Chris o chamou.

Chris: Pedro deixa eu ir não vou conseguir ficar aqui sem fazer nada.
Pedro: Já disse que não é perigoso vocês saírem a essa hora e além do mais o que menos quero é tumulto para a mídia não ficar sabendo. Não sei se sabem mais a televisão romena já está ciente da noticia que circula desde ontem no México que Dulce é adotada. Hoje na tarde de autógrafos eu consegui não deixar nenhum jornalista falar com ela sobre essa noticia afastamos todos de perto dela, mas agora se Dulce não aparecer acho difícil esconder tudo isso.

Enquanto todos estavam aflitos com o sumiço da ruiva. Dulce estava em um bairro próximo do hotel, após soltar do táxi caminhava sem rumo pelas ruas romenas, uma chuva começou a cair molhando a ruiva que correu para se abrigar numa casa muito graciosa, grande com um gramado amplo. Ele avistou uma casinha de boneca no canto correu até lá, entrou agachada, colocou a mochila em cima da mesa e sentou em um tapete ao lado. Dul passou a mão no rosto secando dos respingos da chuva, tirou o tênis e suspirou olhando em volta abraçando seu corpo com frio. A ruiva abriu a mochila pegou seu moletom azul, o Urkesito e viu seu celular tocar pela milésima vez desde que saiu. Agora era May que ligava, ela resolveu na mesma hora desligar o celular, pois não queria atender ninguém.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 593
Data de inscrição : 02/07/2014

Ver perfil do usuário http://dulrevoltsavinon.forumbrasil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Só o amor pode salvar da dor

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 13 Anterior  1, 2, 3, ... 11, 12, 13  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum